Espanha anunciava zero mortes quando morriam dezenas de pessoas por dia

Kiko Huesca / EPA

Pedro Sánchez, líder do PSOE

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol não coincidem com os números revelados pelas regiões autónomas. Sánchez chegou a anunciar zero mortes quando morriam dezenas de pessoas por dia.

No dia 25 de maio, o Ministério da Saúde espanhol deixou de contabilizar o número de óbitos por dia e passou a divulgar o número de vítimas mortais dos últimos sete dias. O jornal espanhol ABC escreve esta sexta-feira que morreram mais 1.437 pessoas do que aquelas que foram reveladas.

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde não coincidem com os números registados pelas regiões autónomas. Estes dados não oficiais, relativos ao intervalo entre o dia 25 de maio e o dia 14 de junho, mostram que morriam, em média, 68 pacientes por dia.

Por exemplo, no dia 3 de junho, o primeiro-ministro Pedro Sánchez anunciou que Espanha tinha registado zero mortes por covid-19 no país. No entanto, os dados das regiões autónomas não corroboram esta afirmação do chefe do Governo espanhol.

Entre os 1.413 óbitos reportados pelas regiões autónomas, a maioria foi registada na Catalunha e em Madrid, escreve o Diário de Notícias.

O Governo espanhol vai fazer esta sexta-feira uma revisão em alta do número de mortes no país devido à covid-19, para “cerca de 28.000”, a partir dos atuais 27.136, dado que está sem alterações desde 7 de junho.

“Infelizmente, temos uma grande percentagem [de mortes], cerca de 28 mil. Amanhã [sexta-feira] vamos dar dados mais fiáveis e mais seguros, mas será à volta de 28 mil mortes”, avançou hoje o diretor dos serviços de Alerta e Emergências Sanitárias do Ministério da Saúde espanhol, Fernando Simón, durante a videoconferência de imprensa diária sobre a atualização da evolução da pandemia.

O número oficial de mortos mantém-se inalterado em 27.136 desde 7 de junho, depois de os métodos de contagem de casos e mortes terem sido alterados no final de maio.

Até ao final do mês passado, quando a epidemia estava em forte declínio, o Ministério da Saúde registava diariamente entre 50 a 100 mortes. Mas desde a mudança de método, o número caiu para menos de cinco, e até mesmo zero mortes durante vários dias.

A oposição de direita e de extrema-direita tem acusado o Governo de esquerda do primeiro-ministro Pedro Sánchez de esconder o número real de mortos.

Fernando Simon admitiu recentemente que o número tinha sido “congelado” devido a “discrepâncias”, o que, segundo ele, se devia, em parte, a atrasos em algumas comunidades autónomas, que têm autonomia em matéria de saúde.

O relatório diário com a atualização da situação epidemiológico no país avisa, há já vários dias, que “está a ser efetuada uma validação dos casos dos falecidos que permitirá a correção da série histórica que será atualizada semanalmente”.

“A validação individual dos casos está em curso, pelo que pode haver discrepâncias em relação à notificação agregada dos dias anteriores”, acrescentam os serviços sanitários espanhóis.

Segundo o Governo espanhol, o novo sistema de contabilidade deverá permitir a deteção mais precoce de surtos de contágio no caso de um aumento da pandemia.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol e um organismo governamental de investigação pública anunciaram em finais de maio que, desde meados de março, o país tinha registado mais cerca de 43 000 mortes, em comparação com a média do mesmo período dos últimos dez anos.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. A época do turismo está à porta, portanto é preciso fingir que tudo vai ás mil maravilhas, quando a situação der de novo para o torto ao ponto de não ser possível mais encobrimentos, cairá a máscara aos seus autores e o país pagará a factura.

  2. Pois é
    Os mortos em Espanha e os doentes do covid19 , na China , acabaram por decreto .
    Só uns tansos, sem escrúpulos , querem fazer crer ao mundo, que o covid , se ausentou de férias , dum momento para o outro . E depois acusam os Tugas de terem muitos infectados .
    Então agora o virus de Pequim, foi exportado pelos Europeus ???? a china no seu melhor !!!
    Até dá jeito , para acabarem as importações da Europa !!!
    Há mais de dias semanas , que quase não eram anunciadas mortes em Espanha, contrariando o que o
    ” El Pais ” anunciava .
    Cuidem-se , a verdade é como o azeite, vem a cima !!

  3. Acho muito bem pensado. Qual honestidade. Mas deu um bocadinho nas vistas quando de repente já não tinham mortes por covid19.
    Por cá não sabem mentir. Será?

RESPONDER

As mudanças climáticas estão a contribuir para a alteração do sabor do café

Há muito tempo que se tem conhecimento que as mudanças climáticas têm tido um impacto negativo no ambiente e na população, o que não se sabia é que este fenómeno também está a afetar o …

Químicos encontrados na comida e no ar ameaçam a fertilidade dos homens

Em apenas algumas gerações, a contagem de espermatozoides humanos pode diminuir para níveis abaixo daqueles considerados adequados para a fertilidade. Esta é a afirmação alarmante feita no novo livro da epidemiologista Shanna Swan, "Countdown", que reúne …

"Nomadland" é aposta na reabertura das salas de cinema

As salas de cinema reabrem já na segunda-feira e a grande aposta é Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao. O premiado filme Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao, é a …

Invasão ao Capitólio recriada através de vídeos divulgados nas redes sociais

A VICE recriou a invasão ao capitólio, no dia 6 de janeiro de 2021, através de vídeos divulgados pelos manifestantes nas redes sociais. Os resultados das eleições presidenciais norte-americanas não convenceram toda a gente. Uma parcela …

França cria delito de "ecocídio" para punir poluição ambiental

A lei resulta de uma recomendação da Convenção de Cidadãos pelo Clima e visa penalizar casos de poluição ambiental com crime específico. A câmara baixa francesa aprovou, este sábado, a criação do delito de “ecocídio” para …

Estação de metro abandonada em NY é o set de filmagens secreto mais bem guardado de Hollywood

A Bowery Station, uma estação de metro em Nova Iorque, permaneceu abandonada durante cerca de 20 anos, mas desfruta agora de uma nova vida. Tudo começou em 2016, quando Sam Hutchins, um veterano da indústria cinematográfica, procurava …

Nacional 0-1 FC Porto | Dragão cansado não facilita

O FC Porto foi à Madeira vencer o Nacional por 1-0. Quem pensou que seria jogo de goleada para os “azuis-e-brancos” enganou-se por completo. Os insulares deram luta, só permitiram um golo, por parte de Mehdi …

João Leão aposta num OE de "expansão" (e mantém a fé num acordo à esquerda)

O ministro das Finanças, João Leão, acredita que o sétimo Orçamento do Estado será aprovado com os partidos à sua esquerda. Ao semanário Expresso, João leão explicou que os próximos Orçamentos do Estado não serão de …

Português investigou histórias por detrás das dedicatórias de Beethoven

A dedicatória do compositor Beethoven da famosa "Sonata ao Luar" a uma alegada musa foi, afinal, uma forma sarcástica de se vingar pela forma como se sentiu desrespeitado, descobriu o musicólogo e pianista português Artur …

Nos canais de Utrecht, os peixes têm uma "campainha" para passar pela barreira

Quando os peixes desovam pelos canais de Utrecht, nos Países Baixos, costumam ser bloqueados pela eclusa Weerdsluis. Agora, a cidade lançou a primeira campainha para peixes do mundo. De acordo com o Dutch Review, o sistema …