Falta de funcionários ameaça fechar escolas durante partes do dia

Clonny / Flickr

Filinto Lima, da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas, teme que mais estabelecimentos de ensino fechem portas por falta de funcionários.

Os diretores escolares temem que a falta de funcionários não docentes obrigue cada vez mais escolas a fechar portas durante algumas horas do dia. O fenómeno já aconteceu em alguns estabelecimentos de ensino no primeiro período do ano letivo, mas deve agravar-se no segundo período.

O alerta é feito pela Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP) que admite que o Governo já colocou muitos funcionários nas escolas, mas não há notícia de novas contratações para tão cedo.

À TSF, Filinto Lima, da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), fala numa situação “dramática” de falta de recursos humanos. “As escolas só funcionam porque diretores e funcionários fazem das tripas coração.”

Nas contas do presidente da ANDAEP, faltam “pelo menos 811 assistentes operacionais” para que as escolas funcionem, um por cada agrupamento. “Se cada agrupamento tiver um assistente operacional em falta, são 811. Mas há alguns agrupamentos que têm dez assistentes em falta, ainda mais porque há assistentes que estão ‘de junta médica’ em casa há anos e continua a não haver regime legal que enquadre a sua substituição.”

“No primeiro período algumas escolas não conseguiram abrir portas em virtude desta escassez”, afirma Filinto Lima, dando contra de outras unidades escolares que encerraram por falta de funcionários durante algumas horas da manhã no período passado.

No último fim de semana, o Governo anunciou a contratação de mais 450 enfermeiros para o serviço público de saúde, medida aplaudia pela ANDAEP. Ainda assim, a associação pede mais atenção para a educação, onde os problemas também são graves.

Além das centenas de baixas médicas sem substituição, os diretores denunciam a existência de muitos funcionários não docentes que se reformam e não são substituídos, agravando o problema para este segundo período do ano letivo.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois os politicos não tem os filhos nas escolas publicas mas sim nos colégios privados sobre os quais nós os contribuintes pagamos impostos p/ eles terem os filhos nos colégios. Sim porque os colégios por incrível que pareça são comparticipados pelo EStado = impostos dos contribuintes. Depois não há dinheiro p/ as escolas publicas!!!! Contribuintes ponham os v/ filhos nos colégios e mandem a conta p/ o Estado já que é isso que os governantes pagam… TODOS temos DIREITO!

  2. A governação xuxalista no seu melhor. O PM diz que o país está bem. Na saúde ,educação e justiça é desmentido diariamente. Mas para ele basta dizê-lo e… acreditar, esperando que o povo burro faça o mesmo.

  3. Isto sim é a verdade da mentira em que está o nosso país.As contas estão boas porque este governo não esta a gastar no que é necessário,tudo para reduzir o défice e enganar a maioria dos portugueses!Educação ,saúde e obras publicas estão a ser usadas para reduzir o défice.A factura está a chegar…Isto é socialismo.Fazer de conta que tudo está bem quando tudo está mal!Show off…Com um governo destes ninguem investe ,apenas abrem restaurantes,hóteis e pouco mais,grandes industrias ,nada!!!O futuro será negro…

  4. o nogeira e os outros profs que estão a ganhar o bom ordenado de profs para andarem nas manifs que vão fazer esse trabalho que só lhes limpa a porca honra que tem. fecham porque não há funcionários espero que esse tempo seja descontado no ordenado dos profs grandes aliados do psd/cds. querem mais criados para tratar dos meninos os papás que paguem que eu já esgotei o plafond para esse peditório. o tempo que gastam a dizer asneiras aqui e no feicebuque bem podem aproveitá-lo para irem tratar dos meninos.

RESPONDER

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …