Erdogan anuncia que Santa Sofia volta a ser uma mesquita. UNESCO lamenta profundamente

Erdem Sahin / EPA

O Presidente turco anunciou que as primeiras orações coletivas muçulmanas serão realizadas em 24 de julho em Santa Sofia, convertida em mesquita, acrescentando que o edifício permanecerá aberto a visitantes de todos os credos.

“Vamos fazer juntos as orações de sexta-feira em Santa Sofia (Hagia Sophia) em 24 de julho e assim abri-la ao culto (muçulmano)”, declarou Recep Erdogan durante um discurso, acrescentando que a ex-basílica, uma atração turística em Istambul, “permanecerá aberta a todos, turcos e estrangeiros, muçulmanos e não-muçulmanos”.

Erdogan anunciou a abertura da antiga catedral Hagia Sophia, em Istambul, às orações muçulmanas, após o Conselho de Estado, a mais alta instância judicial turca, ter anulado o estatuto de museu deste património, dando luz verde para a transformação em mesquita.

“Foi decidido que Santa Sofia será colocada sob a administração da Diyanet (a autoridade para os assuntos religiosos) e será reaberta às orações“, afirmou Recep Tayyip Erdogan, num comunicado divulgado na rede social Twitter.

O anúncio do chefe de Estado turco foi feito depois da decisão do Conselho de Estado, que reverteu uma decisão governamental que remonta a 1934, que então converteu Santa Sofia num museu. A decisão desta sexta-feira, avançada pela agência noticiosa estatal Anadolu, abriu assim o caminho para que Erdogan possa transformar, de novo, Santa Sofia, edifício classificado como Património Mundial pela UNESCO, numa mesquita.

Construída no século VI, à entrada do estreito de Bósforo, esta antiga basílica onde os imperadores bizantinos foram coroados foi convertida em mesquita no século XV, após a captura de Constantinopla pelos otomanos em 1453.

A decisão agora anulada remota a uma medida adotada num Conselho de Ministros de 1934, então liderado pelo fundador da Turquia secular, Mustafa Kemal Ataturk, que transformou o monumento, uma das principais atrações turísticas, num museu.

A intenção de Erdogan instalou o debate na Turquia entre grupos nacionalistas, conservadores e religiosos, que defendem que o monumento deve ser reconvertido numa mesquita, e os grupos dos que acreditam que este edifício deve permanecer um museu, destacando o estatuto de Istambul como uma ponte entre continentes.

Erdogan, que lidera um partido islâmico, tem usado esta questão como bandeira política. Vários países, nomeadamente a Rússia e a Grécia, que seguem com atenção o destino da herança bizantina na Turquia, bem como os EUA e a França, têm alertado Ancara para os efeitos da transformação de Hagia Sophia num local de culto muçulmano.

UNESCO “lamenta profundamente”

Também esta sexta-feira, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) disse, em comunicado, “lamentar profundamente” a decisão das autoridades turcas, que considerou ter sido adotada “sem diálogo prévio” de “alterar o estatuto” da ex-basílica.

Audrey Azoulay, diretora-geral da UNESCO, “lamenta vivamente a decisão das autoridades turcas, adotada sem um diálogo prévio, de modificar o estatuto de Santa Sofia. Esta tarde manifestou a sua profunda preocupação junto do embaixador da Turquia na UNESCO”, indica o comunicado da organização divulgado pela agência noticiosa AFP.

“Santa Sofia é parte integrante das zonas históricas de Istambul inscrita no património mundial da UNESCO”, sublinha a responsável.

A ex-basílica “é uma obra-prima da arquitetura e um testemunho único do encontro da Europa e da Ásia ao longo dos séculos. O seu estatuto de museu reflete a universalidade da sua herança e torna-a num poderoso símbolo de diálogo”, prosseguiu.

Já os Estados Unidos manifestaram-se esta sexta-feira “desapontados” com a conversão da antiga basílica de Santa Sofia, em Istambul, em mesquita, exortando as autoridades turcas a garantirem a igualdade de acesso para todos os visitantes.

“Estamos dececionados com a decisão do Governo turco de mudar o estatuto da Hagia Sophia”, disse o porta-voz da diplomacia norte-americana, Morgan Ortagus.

“Registamos o compromisso do Governo turco em assegurar o acesso de todos os visitantes a Hagia Sophia e esperamos ver os seus planos de gestão de Hagia Sophia permanecerem acessíveis a todos, sem impedimentos”, acrescentou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Após "humilhação" frente ao Ajax, Sporting abre caça a novo reforço

O Sporting tem apenas quatro jogadores para a posição de defesa-central. Rúben Amorim vai ter de esperar pelo mercado de inverno para trazer um reforço. As opções para o trio de centrais do Sporting são escassas. …

"Tempestade perfeita" ajuda a explicar "descontrole" nos preços da luz (mas as eléctricas deixam uma promessa)

Os preços da electricidade no mercado de energia atingiram, neste mês de Setembro, um valor recorde e estão "completamente descontrolados" numa altura em que se formou o que os especialistas dizem ser uma "tempestade perfeita". …

Bolsonaro garante que irá à Assembleia Geral da ONU mesmo sem estar vacinado

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, que recusa vacinar-se contra a covid-19, afirmou que participará ainda assim na Assembleia Geral da ONU, na próxima semana, em Nova Iorque, onde deverá ser exigido um certificado de vacinação. "Estarei …

PCP e Bloco defendem que há mais vida além do défice (e exigem "resposta aos problemas sociais")

A frase é de Jorge Sampaio, mas PCP e Bloco de Esquerda têm defendido a mesma ideia a cada oportunidade: há mais vida além do défice e combater as consequências económicas, sociais e financeiras da …

Roma ganhou por 5-1 mas Mourinho avisa: "Temos de falar com São Pedro"

Estreia dos italianos na fase de grupos Liga Conferência Europa da UEFA terminou com goleada sobre o CSKA Sofia mas, mesmo assim, o treinador da Roma não gostou do que viu. Nuno Espírito Santo e José …

Patrões querem testes obrigatórios nas empresas (com trabalhador a cobrir os custos)

António Saraiva, líder da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), defende a criação de legislação que obrigue os trabalhadores a serem testados à covid-19. Em declarações à Renascença, o líder do CIP conta que há empresas com …

Uma cidade romana submersa renasce na Turquia

Uma parte submersa da antiga cidade romana de Augusta ressurgiu depois de o nível da água do lago Seyhan ter descido devido à seca em Adana, no sul da Turquia. A cidade foi fundada por Tibério, …

Apoio a pais de crianças em isolamento profilático mantém-se a 100%

Os pais de crianças que têm de ficar em isolamento profilático têm direito a subsídio pago. A regra é válida para crianças menores de 12 anos. O subsídio pago aos trabalhadores que têm de ficar em …

Barbosa Ribeiro, que não quer ser o Rei Sol, distribuiu álcool gel para "desinfetar" a Câmara

Tiago Barbosa Ribeiro, candidato socialista à Câmara Municipal do Porto, rejeita a ideia de que não é muito conhecido, afasta a ambição de querer ser o "Rei Sol" e admite ficar na Invicta nos próximos …

Coronavírus: há 21 mil anos a causar pandemias

Os coronavírus só foram identificados como distintos dos vírus da gripe nos anos 60 do século passado, e neste houve apenas duas pandemias de coronavírus —  MERS e SARS — registadas antes da atual, mas …