“Não és mais minha mãe.” A Era Trump dividiu famílias (e mudar de Presidente pode não ser a cura)

Oliver Contreras / EPA

O Presidente dos EUA, Donald J. Trump

A eleição de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos foi o início da divisão de algumas famílias norte-americanas  e do fim de várias amizades. Mudar de Presidente pode não ser a cura.

Mayra Gomez foi democrata a vida toda. Há cinco meses, disse ao filho de 21 anos que ia votar em Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos e ele teve uma reação drástica: cortou relações com a mãe.

“Ele disse-me especificamente: ‘não és mais minha mãe, porque vais votar no Donald Trump'”, contou Mayra Gomez, de 41 anos, à Reuters. A última conversa entre mãe e filho foi tão amarga que Gomez não acredita numa reconciliação – mesmo se Joe Biden for eleito Presidente dos Estados Unidos.

Apesar de parecer insólito, Mayra Gomez não é a única norte-americana a crer que os rompimentos de relações entre familiares e amigos, por causa da Presidência tumultuosa de Trump, serão difíceis – senão impossíveis – de salvar, mesmo depois de abandonar o cargo.

A Reuters entrevistou 10 eleitores – cinco apoiantes de Donald Trump e cinco do candidato democrata Joe Biden – e poucos anteviam uma “cura” para as relações pessoais arruinadas pelo mandato de Trump.

Agora que surge atrás de Biden nas sondagens, muitos norte-americanos estão a começar a questionar se as fraturas causadas por um dos mandatos mais polarizadores da história dos Estados Unidos podem ser reparadas se Donald Trump perder a eleição.

Jaime Saal, psicoterapeuta do Centro de Medicina Comportamental Rochester de Rochester Hills, no Michigan, não acredita que tal seja possível. “Infelizmente, não acho que a cura nacional seja tão fácil quanto trocar de Presidente.”

A especialista explicou que as tensões nas relações pessoais aumentaram devido à dinâmica política, de saúde e social que os Estados Unidos enfrentam. Na maioria das vezes, a especialista recebe clientes que têm desavenças políticas com irmãos, pais ou parentes por afinidade, em vez de cônjuges.

Um relatório, datado de setembro, do Pew Research Center, descobriu que quase 80% dos apoiantes de Donald Trump e de Joe Biden disseram ter poucos amigos – ou mesmo nenhum – que apoiassem o outro candidato.

Um outro estudo, realizado pela Gallup, concluiu que o terceiro ano de Trump no cargo estabeleceu um novo recorde de polarização partidária. Enquanto 89% dos republicanos aprovaram o desempenho de Trump no cargo em 2019, apenas 7% dos democratas acharam que o Presidente estava a fazer um bom trabalho.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …

Uber investe 90 milhões em novo ‘hub’ e sede em Lisboa e espera contratar mais 200 pessoas

A Uber está a investir 90 milhões de euros num novo ‘hub’ e sede de operações em Lisboa, hoje inaugurados, criando mais de 400 empregos diretos e pretendendo contratar mais 200 pessoas até final do …

Máscara nos espaços fechados e eventual terceira dose em massa - as conclusões da reunião no Infarmed

Terminou há momentos a reunião do governo com especialistas no Infarmed sobre o balanço da evolução da pandemia e as recomendações das medidas que devem ser adoptadas nesta nova fase. A reunião começou com as …

"Cruzeiro espacial" da SpaceX com quatro civis já está em órbita

Voo espacial terá a duração de três dias e cada um do seus tripulantes (quatro civis) terá uma tarefa na missão. Ainda assim, viagem tem um objetivo nobre e social. Passo a passo, Elon Musk parece …

Líder do PAN faz queixa no Ministério Público depois de ser ameaçada de morte

A deputada mostrou no Twitter o tipo de insultos e ameaças que tem recebido e avisa que não se vai calar ou permitir que o desrespeito continue. Inês Sousa Real foi insultada e ameaçada nas redes …

Árbitro foi muito "benévolo" com o FC Porto

O golo de Taremi e a expulsão de Mbemba originaram protestos portugueses. Os espanhóis têm uma visão diferente. O Atlético de Madrid-FC Porto contou com duas boas equipas em campo e uma "que esteve menos bem", …