Equipa da OMS visita hospital de Wuhan onde primeiros pacientes foram tratados

Uma equipa da Organização Mundial da Saúde (OMS) visitou esta sexta-feira o hospital onde a China diz que os primeiros pacientes com covid-19 foram tratados, há mais de um ano, na cidade de Wuhan.

A visita faz parte da investigação no terreno sobre as origens do novo coronavírus.

Os especialistas da OMS viajaram para a China, procedentes de Singapura, a 14 de janeiro passado, mas desde então estiveram duas semanas de quarentena. A missão prolongar-se-á por mais algumas semanas.

Os especialistas e as autoridades chinesas tiveram as primeiras reuniões presenciais num hotel esta manhã.



“Primeiro encontro cara a cara com os nossos colegas. Correção: máscara para máscara, dadas as restrições médicas”, apontou a virologista holandesa Marion Koopmans, através da rede social Twitter.

Membros da equipa deixaram depois o hotel de carro e pouco tempo depois entraram nos portões do Hospital Provincial de Medicina Integrada Chinesa e Ocidental de Hubei, onde, de acordo com o relato oficial da China, a 27 de dezembro de 2019, o médico Zhang Jixian diagnosticou os primeiros casos do que era então designado como “pneumonia de origem desconhecida”.

A OMS disse anteriormente no Twitter que a equipa solicitou “dados subjacentes detalhados” e planeou falar com alguns dos primeiros pacientes.

Os especialistas também têm planeado visitar locais como o mercado de mariscos de Huanan, ligado a muitos dos primeiros casos, o Instituto de Virologia de Wuhan e laboratórios em instalações como o Centro de Controlo de Doenças de Wuhan.

A investigação no terreno, que a China levou mais de um ano a autorizar, é extremamente sensível para o regime comunista, cujos órgãos oficiais têm promovido teorias que apontam para que o vírus tenha tido origem em outros países.

A visita dos especialistas acontece depois de longas negociações com Pequim, que incluíram uma rara reprimenda por parte da OMS, que afirmou que a China estava a demorar muito para fazer os arranjos finais.

Todas as hipóteses estão sobre a mesa enquanto a equipa segue a ciência no seu trabalho para entender as origens da covid-19″, afirmou a OMS.

A determinação da origem do vírus pode levar anos. Determinar o reservatório animal de um surto normalmente requer pesquisa exaustiva, incluindo amostras de animais, análises genéticas e estudos epidemiológicos.

Uma possibilidade é que um caçador de animais selvagens tenha passado o vírus para comerciantes que o levaram para Wuhan. O Governo chinês promoveu teorias, com poucas evidências, de que o surto pode ter começado com a importação de frutos do mar congelados contaminados com o vírus, uma ideia totalmente rejeitada por cientistas e agências internacionais.

Um possível foco para pesquisadores é o instituto de virologia da cidade. Um dos principais laboratórios de pesquisa de vírus da China, que detinha um arquivo de informações genéticas sobre coronavírus em morcegos.

Os membros da equipa da OMS passaram as últimas duas semanas em quarentena obrigatória, período durante o qual comunicaram com as autoridades chinesas por videoconferências, para estabelecer as bases para as visitas no terreno.

Os primeiros casos de covid-19 foram detetados em Wuhan no final de 2019. Desde então, a China relatou mais de 89.000 casos e 4.600 mortes.

Apesar de alguns surtos recentes, o país conseguiu extinguir a doença em grande parte do território, após ter adotado restritas medidas de prevenção, que incluíram isolar cidades inteiras e confinar centenas de milhões de pessoas.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Só podem andar a gozar connosco!
    Então o vírus e as circunstâncias misteriosas , e notóriamente muito mal explicadas, são de 2019, e só agora é que a OMS vai começar a fazer a investigação que poderia e deveria ter logo dado início! ?

RESPONDER

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …