Ensaio clínico de tratamento com anticorpos cancelado por ineficácia

Paulo Novais / Lusa

As autoridades norte-americanas decidiriam cancelar um ensaio clínico de um tratamento experimental com anticorpos que estava a ser administrado a doentes hospitalizados com covid-19, justificando que o medicamente não se revelou eficaz na recuperação dos pacientes.

O tratamento experimental em questão é do grupo farmacêutico Eli Lilly.

Há cerca de duas semanas, um comité de monitorização independente interrompeu o ensaio, admitindo então uma possível questão de segurança.

Mas, na segunda-feira, o Instituto Nacional de Doenças Alérgicas e Infecciosas norte-americano, que patrocinou o ensaio clínico, afirmou, após uma análise mais pormenorizada do estudo, não ter encontrado nenhum problema de segurança, mas sim uma “baixa probabilidade” de eficácia do medicamento para os pacientes hospitalizados.

Trata-se de um revés para uma das abordagens de tratamento para a doença covid-19 que foi encarada como uma das mais promissoras.

O tratamento é similar ao que o Presidente norte-americano, Donald Trump, recebeu pouco depois de ter manifestado sintomas da covid-19: anticorpos de síntese injetados de forma intravenosa, fabricados especificamente para neutralizar o novo coronavírus responsável pela doença, substituindo de facto o sistema imunitário.

Trump recebeu anticorpos fabricados pela empresa norte-americana Regeneron, cuja eficácia elogiou depois de sair do hospital, prometendo autorizá-los para o conjunto dos doentes e distribuí-los gratuitamente.

“Para mim não foi algo terapêutico, fez com que me sentisse melhor, chamo a isso uma cura. E quero que toda a gente tenha o mesmo tratamento que o seu presidente”, afirmou Trump num vídeo publicado no Twitter.

Apesar desta suspensão, o grupo farmacêutico Eli Lilly esclareceu, entretanto, num comunicado que as autoridades norte-americanas vão manter outro ensaio paralelo que testa o medicamento em doentes ligeiros ou com sintomas moderados para tentar prevenir a hospitalização e a evolução para uma condição de saúde mais grave.

No mesmo comunicado, o grupo farmacêutico indicou que também vai prosseguir com os seus próprios ensaios para testar o medicamento, que está a ser desenvolvido com a empresa canadiana AbCellera.

A pandemia da doença covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 43 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. A doença é transmitida por um novo coronavírus (SARS-Cov-2) detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …

Etiópia. Comissão de direitos humanos denuncia massacre de 600 civis na região de Tigré

A organização independente que investiga acusações de violência contra civis na Etiópia corroborou o relatório da Amnistia Internacional que denunciou a chacina de pelo menos 600 pessoas na região de Tigré, no Norte do país. Segundo …