Encontrada serra que pode ter sido usada para assassinar jornalista sueca

(dr) International Women's Media Foundation

A jornalista sueca Kim Wall

Depois dos investigadores terem encontrado a cabeça e as pernas da jornalista sueca, foi agora encontrada uma serra que poderá ter sido usada no seu assassinato.

Mergulhadores dinamarqueses encontraram uma serra que poderá ter sido usada no assassinato da jornalista sueca Kim Wall, cujo corpo foi encontrado em pedaços na baía de Koge, em Copenhaga, depois de ter estado no submarino Nautilus, avança o Telegraph.

A jornalista, que estava a escrever um artigo sobre o submarino do inventor dinamarquês Peter Madsen, agora acusado do seu homicídio, desapareceu no dia 10 de agosto. Onze dias depois, o seu torso foi encontrado. No passado dia 6 de outubro, os mergulhadores encontraram a cabeça e as pernas dentro de sacos de plástico.

“A serra está agora a ser examinada pelos nossos técnicos forenses para determinar se é aquela que a polícia está à procura em conexão com o caso do submarino”, adiantou o inspetor da polícia Jens Moller num comunicado, citado pelo jornal britânico.

O inventor conhecido pelos seus projetos de submarinos, está em prisão preventiva acusado de homicídio e profanação de cadáver. Madsen, de 46 anos, disse à polícia que a repórter teria morrido porque uma escotilha de 70 quilos caiu sobre a sua cabeça e que, com medo, decidiu atirar o seu corpo à água. No entanto, a autópsia das autoridades mostra que “não há sinais de fraturas no crânio”.

Anteriormente, a polícia já tinha adiantado que a autópsia ao corpo mostra ferimentos provocados por uma faca no torso e na zona genital, que se pensa terem sido feitos “por volta da hora da sua morte, ou pouco depois”.

Segundo o Telegraph, os procuradores responsáveis pelo caso acreditam que Wall foi assassinada como parte de uma fantasia sexual do inventor, tendo sido depois desmembrada e mutilada.

Um detalhe que dá força a essa teoria é o facto de a polícia dinamarquesa ter encontrado vídeos de mulheres a serem torturadas, decapitadas e queimadas no disco externo que alegadamente pertence ao inventor. Na altura, Madsen afirmou que esse disco não lhe pertencia e que todas as pessoas que trabalhavam no laboratório tinham acesso ao hardware.

As autoridades suecas e dinamarquesas estão agora a reexaminar outros assassinatos que envolvem mulheres mutiladas para perceber se têm ligação com Madsen.

Kim Wall escrevia para jornais como o New York Times, The Guardian e South China Morning Post e para a revista Vice.

Madsen é conhecido pelos seus projetos de submarinos e por ser o co-fundador da empresa Copenhagen Suborbitals, criada em 2008 para lançar para o espaço monolugares tripulados e que fez descolar com êxito foguetões experimentais sem pessoas a bordo.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Idosos que dormem menos de 5 horas têm o dobro do risco de sofrer de demência

Os idosos que dormem menos de cinco horas por noite têm o dobro do risco de sofrer de demência, sugere uma nova investigação. Os resultados são de uma equipa de cientistas do Brigham and Women's …

ROUGHIE. Planador subaquático observa silenciosamente os mares (sem perturbar a vida selvagem)

Os veículos subaquáticos autónomos tornaram-se ferramentas versáteis para explorar os mares. Porém, estas ferramentas podem ser prejudiciais para o meio ambiente ou ter problemas em movimentar-se em espaços confinados. Uma equipa de investigadores da Purdue University, …

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …