Jornalista desaparecida morreu no submarino e foi atirada ao mar pelo inventor

(dr) Tom Wall

A jornalista sueca Kim Wall

A jornalista sueca Kim Wall, desaparecida há 10 dias no mar Báltico, terá morrido num acidente dentro de um submarino privado durante uma entrevista com o seu inventor, revelou hoje a polícia dinamarquesa.

O criador e proprietário do submarino, Peter Madsen, declarou ao tribunal que a jornalista sofreu um acidente dentro da embarcação e que deitou o cadáver ao mar. O tribunal de primeira instância decidiu hoje pela prisão preventiva de Madsen, por suspeita de homicídio involuntário.

“O acusado explicou à polícia e ao tribunal que houve um acidente a bordo do submarino que provocou a morte de Kim Wall e logo depois lançou o cadáver ao mar num lugar não definido na baía de Koge, a sudeste de Copenhaga”, referiu a polícia em comunicado divulgado à comunicação social.

A polícia informou que há pistas concretas sobre a rota do submarino nessa baía e no estreito de Sund, que separa a Dinamarca da Suécia, sendo que as Marinhas dos dois países continuam as buscas pelo cadáver, também contando com apoio aéreo.

O misterioso desaparecimento de Kim Wall, de 30 anos, foi denunciado pelo seu namorado a 11 de agosto, depois de a jornalista ter subido a bordo do UC3 Nautilus, um submarino de quase 18 metros de comprimento e 40 toneladas, para entrevistar o seu inventor.

Bax Lindhardt Denmark Out / EPA

Peter Madsen (à direita) foi resgatado depois de o submarino ter tido problemas e se ter afundado

A jornalista sueca encontrava-se a bordo do Nautilus, o maior submarino privado do Mundo, a convite de Peter Madsen, para escrever um artigo sobre o inventor e empresário dinamarquês, de 46 anos.

Como a jornalista não regressou a casa, o namorado reportou às autoridades o seu desaparecimento, o que levou ao início das buscas para localizar o submarino. Na manhã do dia 12, o submarino foi encontrado na baía de Koge, a 50 quilómetros da capital dinamarquesa, e pouco depois afundou-se em cerca de “30 segundos”.

A polícia dinamarquesa suspeita que o inventor afundou o submarino de propósito para ocultar as provas da morte da jornalista. Madsen, que foi resgatado pelas autoridades e se encontrava sozinho, afirmou que Wall tinha saído do navio três horas depois da partida.

Aparentemente, a jornalista não “saiu do navio” pelo próprio pé.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • Não há necessidade dessa proibição, nem tão pouco de andarem a deitar terra para os olhos das pessoas, pois está mais que visto, o que o “artista inventor” queria era comer a rapariga, óbvio, sózinhos os 2 ali no submarino, nas profundezas, profundamente romântico, mas como ela recusou, ele “acidentou-a”……

RESPONDER

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …

Ana Gomes considera "elucidativo" que Sócrates a ataque e elogie Marcelo

Ana Gomes, candidata às eleições presidenciais, considerou “elucidativo” que o antigo primeiro-ministro José Sócrates a tenha atacado e elogiado Marcelo Rebelo de Sousa. Questionada pelos jornalistas sobre o artigo de José Sócrates divulgado na sexta-feira, em …

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …

Maduro ofereceu oxigénio ao Amazonas (quando há venezuelanos a morrerem por falta dele)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ofereceu oxigénio hospitalar ao Estado do Amazonas, no Brasil, para ajudar a combater a falta deste gás devido ao elevado número de casos de covid-19. Uma generosidade que está …

Pior dia da pandemia. Portugal regista 10.947 infetados e 166 mortos em 24 horas

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que, este sábado, Portugal atingiu dois recordes num só dia. Portugal voltou a registar um novo máximo este sábado, no dia dois do novo confinamento. Nas últimas …

Vírus duplica incidência em Espanha. Já provocou quase 2.500 mortos em 2021

Nos primeiros 15 dias de 2021, o número de infeções por covid-19 duplicaram em Espanha, com mais 300 mil novos contágios e 2.477 mortes, segundo números das autoridades sanitárias. Espanha começou o ano de 2021 com …