Mais de 80% das empresas a funcionar e grande parte com quebras superiores a 50%

Cerca de 83% das empresas alvo do inquérito do INE e do Banco de Portugal mantinham-se em produção ou em funcionamento, mesmo que parcialmente. “Uma proporção significativa” adaptou a sua actividade devido à pandemia.

Mais de 80% das empresas continuavam em funcionamento, mesmo que parcial, na semana passada, registando 39% destas unidades quebras superiores a 50% no volume de negócios, segundo o inquérito do INE e Banco de Portugal divulgado esta terça-feira.

Os resultados da terceira semana de inquirição do Inquérito Rápido e Especial às Empresas — covid-19, realizada entre 20 e 24 de Abril pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e pelo Banco de Portugal (BdP), revelam que “cerca de 83% das empresas respondentes se mantinham em produção ou em funcionamento, mesmo que parcialmente”, sendo esta percentagem “significativamente mais baixa” no alojamento e restauração (41%) e mais alta (92%) na construção e actividades imobiliárias.

Entre as empresas respondentes, 80% continuaram a referir que a pandemia implicou uma diminuição do volume de negócios (proporção igual à apurada na semana anterior), sendo que numa grande parte (39%) a redução foi superior a 50% do volume de negócios e em 34% dos casos variou entre os 10% e os 50%, reflectindo “sobretudo a ausência de encomendas/clientes e as restrições no contexto do estado de emergência”.

Por dimensão da empresa e sector, registaram-se proporções semelhantes às da semana anterior, sendo que o sector do alojamento e restauração continuou a evidenciar-se, com 96% das empresas deste sector a referirem reduções do volume de negócios e mais de 90% a reportar a ausência de encomendas/clientes.

Do inquérito resultou que “uma proporção significativa” das empresas adaptou a sua actividade devido à pandemia, em 27% dos casos através da diversificação ou modificação da produção e em 20% das situações mediante a alteração ou reforço dos canais de distribuição (27% e 20%).

As conclusões apontam que 59% das empresas reportaram reduções do pessoal ao serviço efectivamente a trabalhar (84% no alojamento e restauração e 45% na informação e comunicação), sendo que 26% referiram uma redução superior a 50%.

As reduções superiores a 75% do pessoal ao serviço continuaram a ser reportadas mais frequentemente por microempresas e no sector do alojamento e restauração.

Face à semana anterior, verificou-se uma maior proporção de empresas a identificar o layoff simplificado como o principal factor para a redução do pessoal ao serviço (54% face a 52%), seguindo-se as faltas no âmbito do estado de emergência, por doença ou por apoio à família, referidas por 29% das empresas.

Por dimensão, esta proporção continuou a ser maior nas microempresas e, por sector, no alojamento e restauração (89%), por oposição à construção e actividades imobiliárias (36%).

Quanto à percentagem de empresas (em funcionamento ou temporariamente encerradas) que já beneficiou de outras medidas anunciadas pelo Governo para além do layoff simplificado, “aumentou ligeiramente face à semana anterior, mas continuou a ser reduzida”.

A percentagem de empresas que planeia beneficiar destes apoios registou uma diminuição na última semana, enquanto a proporção de empresas que continua a não prever o recurso a medidas de apoio aumentou, atingindo proporções entre 48% e 59%, consoante a medida.

Entre as medidas consideradas, 13% das empresas já beneficiaram da suspensão de obrigações fiscais e contributivas e 10% da moratória ao pagamento de juros e capital de créditos já existentes.

Quanto ao acesso ao crédito, na semana passada cerca de 12% das empresas recorreram a crédito adicional, aumentado esta percentagem com a dimensão da empresa e destacando-se o setor do alojamento e restauração com a percentagem mais elevada de empresas que o fizeram (23%).

Das empresas que aumentaram o recurso ao crédito, 83% reportaram um aumento do financiamento junto de instituições financeiras e 51% referiram um aumento do crédito de fornecedores, sendo que na maioria dos casos os novos créditos apresentaram condições semelhantes às anteriormente praticadas.

Já do conjunto de empresas que não aumentou o recurso ao crédito, a maioria continuou a referir que não o fez por opção. No inquérito da semana passada as respostas obtidas foram analisadas segundo um novo critério: o perfil exportador ou não exportador das empresas respondentes.

Desta análise conclui-se que nas empresas com perfil exportador registou-se uma maior proporção de empresas em funcionamento (88% face a 82% nas restantes) e que a percentagem que registou diminuições do volume de negócios e do pessoal ao serviço é “ligeiramente superior à média”, embora as reduções reportadas sejam “relativamente menores”.

Já o recurso ao layoff simplificado foi assinalado por 47% destas empresas, contra 57% nas empresas sem perfil exportador.

Dirigido a um conjunto alargado de empresas de micro, pequena, média e grande dimensão, representativas dos diversos sectores de actividade económica, este inquérito tem como objectivo identificar alguns dos principais efeitos da pandemia covid-19 na actividade das empresas e baseia-se num questionário de resposta rápida sobre o volume de negócios, o número de trabalhadores, a utilização de instrumentos de apoio públicos, as disponibilidades de liquidez, o recurso ao crédito e os preços praticados.

Segundo o INE e o BdP, o inquérito manter-se-á activo enquanto se justificar e terá desejavelmente uma frequência semanal, estando a próxima divulgação prevista para 5 de Maio.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Coreia do Sul faz exercícios militares perto de ilhas reivindicadas pelo Japão

A Coreia do Sul iniciou exercícios militares nas proximidades de duas ilhas desertas reivindicadas pelo Japão, o que levou Tóquio a cancelar um encontro entre os líderes dos dois países. Segundo o Público, que cita a …

Em direto: Hungria vs Portugal | Já há onzes oficiais

Portugal inicia a defesa do título de Campeão da Europa frente à Hungria, partida que abre o Grupo F da prova. O jogo tem lugar na Puskas Arena, em Budapeste, às 17h. Acompanhe-o ao vivo …

Rio tem "opinião", mas recusa comentar polémica entre Marcelo e Costa

Rui Rio, presidente do PSD, recusou, esta terça-feira, comentar as diferentes posições manifestadas pelo primeiro-ministro e pelo Presidente da República sobre o desconfinamento. Apesar de ter uma "opinião", Rui Rio será "o último" a interferir na …

Marcelo deixa mensagem à Seleção: "Não há empates, temos de jogar para ganhar"

Portugal está em contagem decrescente para a estreia no Europeu. Esta terça-feira, o Presidente da República deixou uma mensagem à Seleção Nacional. Na Turquia, onde vai ver o jogo de Portugal contra a Hungria, Marcelo Rebelo …

Portugal regista 973 novos casos e duas mortes

Nas últimas 24 horas, houve 973 novos casos positivos de covid-19 e morreram duas pessoas, segundo os dados do boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, …

Escritora Manuela Gonzaga é candidata do PAN à Câmara de Lisboa

A escritora, historiadora e ex-jornalista Manuela Gonzaga é a candidata do PAN à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, nas próximas eleições autárquicas, anunciou na segunda-feira o partido, remetendo para quarta-feira a apresentação da candidatura. "Com …

Costa Andrade acusa PGR de querer agir "à revelia" da Constituição e da lei

O ex-presidente do Tribunal Constitucional acusou, esta segunda-feira, a Procuradora-Geral da República (PGR) de pretender intervir no processo criminal, classificando esta atuação como "própria de um processo inquisitório" e "à revelia da Constituição e da …

Secretário-geral do PSD prevê "grande resultado" nacional nas autárquicas

O secretário-geral e coordenador autárquico do PSD disse antecipar que o partido terá "um grande resultado no país" e manifestou-se convicto da vitória em Portalegre, com a candidata Fermelinda Carvalho. No jantar de encerramento do primeiro …

"Um absurdo". Em 2424 vagas, só 2 professores com menos de 30 anos devem entrar nos quadros

O envelhecimento da carreira docente volta a fazer parte das reclamações da Federação Nacional de Professores (Fenprof), com o secretário-geral da entidade, Mário Nogueira, a revelar que, no próximo concurso de acesso aos quadros da …

Pfizer investiga pessoas vacinadas que contraíram a doença e estuda impacto da dose de reforço

A farmacêutica Pfizer vai realizar um estudo sobre um grupo de pessoas que depois de vacinadas contra o covid-19 contraíram a doença para determinar se é necessária uma dose de reforço. O anúncio sobre a investigação …