Empresas estrangeiras em Portugal pagam salários 40,6% acima da média

Portugal é um dos países europeus no qual as filiais estrangeiras mais se distinguem no que diz respeito a salários e a produtividade.

O peso das filiais estrangeiras em Portugal fica abaixo da média da União Europeia em indicadores como o número de empresas, emprego ou valor acrescentado, mas, em sentido contrário, Portugal é dos países europeus onde as filiais estrangeiras mais se distinguem em termos de salários e produtividade.

Os dados do Eurostat mostram que, em 2016, havia 6.109 filiais estrangeiras no país, o que representava 0,73% do universo empresarial – a sexta percentagem mais baixa entre os 28 países da União Europeia. Em termos do peso das filiais estrangeiras no emprego, Portugal ficava também aquém da média europeia: 13,1% versus 15,3%.

João Cerejeira, professor da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho, lembra ao Expresso que é preciso fazer uma leitura histórica destes números. “Portugal acolheu muito investimento estrangeiro de natureza industrial, nomeadamente alemão“, mas, depois, “houve uma reorientação para esses países, que tinham maior proximidade geográfica e cultural, e maior qualificação, em termos médios, dos trabalhadores”.

Esta situação, o alargamento a leste da UE, fez com que Portugal deixasse de ser um país importante na atração de investimento alemão, uma tendência que ajuda a perceber porque é que o nosso país fica abaixo da média europeia nestes indicadores.

Contudo, apesar de serem poucas, as filiais estrangeiras existentes em Portugal distinguem-se pelas políticas salariais e pela produtividade. Os dados do Eurostat (que deixam de fora o setor financeiro e segurador) mostram que, em 2016, a produtividade por trabalhador (valor acrescentado bruto por pessoa empregada) atingia 45,4 mil euros, em média, nas filiais estrangeiras em Portugal, o que comparava com 24,9 mil euros no conjunto do tecido empresarial.

No que toca aos salários, medidos pelos custos médios com pessoal, atingiam, em 2016, 24,6 mil euros nas filiais estrangeiras em Portugal, o que comparava com 17,5 mil euros no conjunto de todas as empresas no país.

Isto significa que, em média, nas filiais estrangeiras os salários eram 40,6% superiores, colocando Portugal na sétima posição entre os 13 países da UE para os quais há dados disponíveis no que toca a este diferencial.

Os dados para 2016 são os últimos disponíveis, mas, para Portugal, o Instituto Nacional de Estatística (INE) já lançou algumas luzes sobre 2017 e as conclusões vão no mesmo sentido. A produtividade aparente do trabalho nas filiais estrangeiras atingia 45.205 euros, ficando 73,4% acima dos 26.064 euros registados nas sociedades nacionais.

Segundo o Expresso, a nível salarial, o diferencial era de 43,3% (1351 euros de remuneração média mensal nas filiais estrangeiras, versus 943 euros mensais nas sociedades nacionais).

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Os empresários portugueses ainda não estão evoluídos intelectualmente para perceberem que os colaboradores satisfeitos produzem mais e melhor.

RESPONDER

Há um enorme buraco na atmosfera de Marte (e a água está a escapar)

Uma vez a cada dois anos, um gigantesco buraco abres-e na atmosfera marciana, deixando escapar para o Espaço uma parte das escassas reservas de água do Planeta Vermelho. O estranho mecanismo meteorológico, nunca visto na Terra, …

Musk vai construir um túnel de alta velocidade em Las Vegas

A Boring Company conseguiu um contrato de 48,7 milhões de dólares para construir um sistema subterrâneo, chamado LVCC Loop, em Las Vegas. A empresa Boring Company, de Elon Musk, foi a escolhida para construir um túnel …

Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano. Documentos que datam da Idade Média …

Sporting vs FC Porto | Um ano depois, a Taça para os leões

O Sporting venceu o FC Porto, mais uma vez nas grandes penalidades, e arrecadou a 17ª Taça de Portugal. Num jogo muito disputado no Estádio do Jamor, que terminou empatado 1-1 no tempo regulamentar, o Porto …

Marcelo pede aos portugueses para votarem. "Ficar em casa é um erro enorme"

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses que façam o "pequeno sacrifício" de votar nas eleições para o Parlamento Europeu e não deixem "nas mãos de 20% ou de 25% a decisão que é …

Uma cidade inteira dos EUA está refém de cibercriminosos

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, está sob ataque. Mas a ameaça não vem de pessoas armadas com pistolas e bombas. Há duas semanas, cibercriminosos usaram ransomware - um tipo de software nocivo que restringe …

Abandonado em bebé no aeroporto de Gatwick, Steve encontrou a família 33 anos depois

Um bebé foi abandonado no chão de uma casa de banho do aeroporto de Gatwick a 10 de abril de 1986. Foi quando Beryl Wright encontrou o recém-nascido que começou o mistério que só se …

Monges encontram receita perdida e voltam a fabricar cerveja medieval belga após 224 anos

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la. Monges da Abadia …

Nova app permite transmitir consentimento ao par num encontro

Vem aí uma nova app para encontros que nos permite sinalizar quando é que o nosso par tem o nosso consentimento para avançar para o próximo passo. A aplicação permite também ganhar pontos conforme se …

Agências de espionagem dos EUA cedem informações a investigação sobre interferência russa

Trump ordenou às agências de espionagem norte-americanas que deem os dados que têm sobre interferência da Rússia nas presidenciais de 2016 ao Departamento da Justiça. O diretor dos serviços secretos nacionais norte-americanos, Dan Coats, afirmou este …