Empresas em Portugal são em média mal geridas

Banco Central Europeu

Carlos Costa, governador do Banco de Portugal

Carlos Costa, governador do Banco de Portugal

O governador do banco de Portugal, Carlos Costa, considerou hoje que as empresas portuguesas são, em média, mal geridas, e que as Pequenas e Médias Empresas (PME) são muito sensíveis a pequenos acidentes financeiros.

“As empresas portuguesas são, em média, mal geridas”, disse o governador durante uma intervenção sobre as condicionantes do desenvolvimento sustentável numa união monetária, no XXIV Encontro de Lisboa entre os bancos centrais dos países de língua portuguesa.

“A maior debilidade da economia portuguesa é os gestores, não são os trabalhadores“, disse o governador, reconhecendo que, também por isso, as PME “são muito sensíveis a pequenos acidentes financeiros”, o que, por sua vez, “influencia o balanço dos bancos”.

Fazendo uma análise à economia nacional e às fragilidades das empresas, o banqueiro central considerou que “a primeira prioridade da política pública era converter crédito não bancário em capital e ver quais os incentivos ou obstáculos que dificultam esta conversão”, lembrando que de acordo com os dados disponíveis, “as empresas preferem contrair empréstimos junto dos acionistas ou sócios em vez de irem ao banco ou fazerem aumentos de capitais”.

Carlos Costa lamentou que os gestores das empresas, principalmente das mais pequenas e de tradição familiar, tenham relutância em mostrar as contas das suas empresas e em acolher novos sócios.

Para Carlos Costa, é necessário uma “transformação estrutural do tecido empresarial português” que otimize a utilização da capacidade produtiva instalada, que melhore o padrão de especificação intrassectorial e intersectorial e que crie condições para atrair investimento direto estrangeiro.

/Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Diz o roto ao nu… porque não te vestes tu ?
    Nós vimos bem e entendemos bem como foi gerido o caso BES por este senhor.

  2. é preciso não ter um pingo de vergonha por parte de Carlos Costa ao criticar os gestores das pme, estes grande parte são gestores e trabalhadores ao mesmo tempo, grande parte têm apenas os estudos básicos, mas são mais ponderados que esse senhor pois o dinheiro sai do bolso deles.
    Não foi este senhor que disse 15 dias antes do caso Bes, que era um banco sólido, afinal em que pais vivemos e ainda por cima pagamos a gente desta grandes ordenados e despesas de luxo.
    TENHAM VERGONHA PELO MENOS E NÃO DIGAM O QUE VÊM Á CABEÇA, RESPEITEM O POVO QUE NÃO É BURRO

  3. O que é necessário é alterar a legislação para obrigar as empresas a tornar públicos os seus relatórios de contas anualmente e fazer com que os bancos não cobrem tanto pelos empréstimos para que as empresas não recorram aos sócios para se financiarem.

  4. A citação do primeiro parágrafo só peca por estar incompleta. São só as GRANDES empresas que são mal geridas. E daí sai a explicação para o segundo parágrafo; os gestores são maus porque são os filhos, os amigos, os afilhados, os enteados, que gerem as grandes empresas, nunca são os trabalhadores a gerir.
    É preciso explicar a esta gente que quando se cria uma pequena empresa, a maior parte do “cimento” que a mantém firme foi regada com muitos litros de suor; não são empresas entregues de mão beijada a gestores de topo. Quanto aos novos sócios: “Para que vamos repartir o filho que criamos?” Novo sócio, mais dinheiro, dinheiro novo… mas isso já fazem os empresários, mantendo firmes as pequenas empresas vivas no mercado. Crescimento! É isso! Os novos sócios fazem crescer as empresas para depois vir o Sr. Carlos Costa dizer que elas são mal geridas.
    O último parágrafo não tem ponta por onde se lhe pegue; quem assim fala, não faz a mais pequena ideia do que é uma pequena empresa e são estas que realmente alimentam o país.
    Em suma e no geral até concordo com o Sr. Carlos Costa, em Portugal está tudo mal gerido; a começar pelos órgãos de soberania e passando de imediato para o Banco de Portugal… valham-nos à alma porque o corpo já apodreceu.

  5. É facil falar de barriga cheia. O assalto ao BES liderado por quem se sabe só é possível
    construindo a própria lei e vendendo gato por levre, no proprio dia da Nacionalização foram negociadas milhões de accões, mesmo depois da decisão tomada no dia anterior.
    O governador do banco de Portugal, Carlos Costa, considerou hoje que as empresas portuguesas são, em média, mal geridas, e que as Pequenas e Médias Empresas (PME) são muito sensíveis a pequenos acidentes financeiros. Podera não podem produzir as proprias leis!!! 6 Outubro, 2014 por ZAP cc

RESPONDER

Lágrimas de cristal. Jovem chora "diamantes" em vez de lágrimas

Em vez de lágrimas, Satenik Kazarián chora pequenos cristais. Os médicos ainda não conseguiram obter um diagnóstico preciso da doença, que tem tornado a vida desta jovem num autêntico "inferno". Satenik Kazarián, uma arménia de apenas …

UGT defende aumento do salário mínimo para 660 euros em 2020

A União Geral de Trabalhadores (UGT) reivindicou, esta segunda-feira, a subida do salário mínimo para 660 euros em 2020, para que se atinja um patamar de, pelo menos, 800 euros no final da próxima legislatura …

Troca de garrafas de gás de qualquer marca obrigatória a partir de terça-feira

Os pontos de venda de gás engarrafado vão ser obrigados, a partir desta terça-feira, a aceitar botijas vazias de qualquer marca, segundo um regulamento publicado esta segunda. A medida já tinha sido aprovada pelo Governo no …

Pais ameaçam fechar 11 escolas em Gaia. Diretor admite haver razões para isso

As associações de pais de Canelas, em Vila Nova de Gaia, ameaçam fechar os 11 estabelecimentos de ensino que compõem o agrupamento escolar. Os pais dizem que a falta de funcionários compromete a segurança de crianças …

Rutura de coletor na origem de dejetos junto ao Festival Iminente

Denúncias nas redes sociais mostravam esgotos a céu aberto junto ao panorâmico de Monsanto, com dejetos como restos de papel higiénico, luvas de plástico e bocados de comida.  Segundo o Expresso, as fotografias e os vídeos …

Marroquinas declaram-se "fora da lei" para defender a sua liberdade

Centenas de marroquinas declararam-se "fora-da-lei", proclamando terem já violado as "obsoletas" leis sobre os costumes e o aborto, num manifesto publicado, esta segunda-feira, por vários media marroquinos em nome das liberdades individuais. A tomada de …

Emmy. Atrizes usam palco para apelos pró-transexuais, igualdade salarial e imigração

As atrizes Patricia Arquette, Michelle Williams e Alex Borstein usaram o seu discurso de vitória nos prémios Emmy da Academia de Televisão, que decorreu esta madrugada em Los Angeles, nos Estados Unidos (EUA) para fazerem …

Assunção Cristas ataca falhanços do Governo na saúde

A presidente do CDS-PP atacou, esta segunda-feira, os falhanços do Governo e visitou uma Unidade de Saúde Familiar (USF) em Lisboa para pedir contas à promessa de acabar com os centros de saúde em prédios …

Companhia aérea fez mais de 80 voos sem nenhum passageiro a bordo (e não se sabe porquê)

Um relatório revelou que a companhia aérea Pakistan International Airlines (PIA) fez mais de 80 voos sem ter nenhum passageiro a bordo. Estas operações aconteceram durante dois anos, desde 2016 até 2017, e as perda financeiras …

Rússia adere definitivamente ao acordo de Paris

A Rússia assinou, esta segunda-feira, uma resolução governamental que consagra a adesão definitiva ao Acordo de Paris sobre redução de emissões de gases com efeito de estufa, assinado por 195 países. "O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, …