Empresa dos Paradise Papers trabalhou para banco ligado a terrorismo e crime organizado

(dr) Museu do Dinheiro

A firma no coração dos Paradise Papers providenciou serviços offshore a um banco acusado de facilitar financiamento para o terrorismo, crime organizado transnacional e o programa de armas químicas do Governo sírio.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, a Appleby, a sociedade de advogados cujos negócios foram denunciados na fuga de informação Paradise Papers, terá trabalhado com um banco que foi acusado de facilitar financiamento para o terrorismo, crime organizado transnacional e o programa de armas químicas do Governo sírio.

O banco em causa, o FBME, foi cliente da Appleby durante pelo menos um ano depois de o Departamento do Tesouro norte-americano ter divulgado um relatório com uma série de alegações contra o banco. No entanto, o The Guardian avança que, antes disso, o FBME já era representado pela sociedade há cerca de uma década.

O FBME que foi, inclusive, banido do sistema financeiro americano, já negou todas as acusações, mas assumiu que a Appleby tinha sido sua intermediária desde 2004.

A sociedade de advogados esteve no centro de uma fuga de informação batizada Paradise Papers, com milhares de ficheiros internos da empresa a serem obtidos pelo jornal alemão “Süddeutsche Zeitung” e analisados à lupa pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ).

No mesmo caso, foram também envolvidas figuras públicas como a cantora Madonna, o vocalista dos U2, Bono Vox, a Rainha Elizabeth II, membros da administração Trump e até multinacionais como a Apple, a Nike, a Uber, entre muitos outros.

Foi ainda posto a descoberto a rede montada pela Appleby em diversos paraísos fiscais para ajudar empresas e indivíduos ricos a fugir aos impostos.

A Appleby respondeu às acusações com um processo judicial contra a BBC e o The Guardian, acusando os dois órgãos de terem publicado artigos que não são do interesse público.

Num comunicado divulgado no início de novembro, a sociedade de advogados rejeitou todas as alegações da investigação, sublinhou que, “não sendo infalível”, agiu sempre de forma célere para “acertar as coisas”.

No âmbito do processo judicial, a Appleby pediu a um tribunal britânico que proíba de forma permanente a BBC e o Guardian de usarem os seus ficheiros internos para investigar a conduta dos seus funcionários e dos seus clientes.

Contactada pelo jornal britânico, a sociedade de advogados recusou comentar a relação de longa data que manteve com o FBME, uma relação que acabou em dezembro de 2015. Sobre o assunto, repetiu apenas que a secção da firma que lida com serviços offshore foi vendida – existe agora sob o nome Estera – e que, portanto, se recusa a responder a quaisquer questões sobre o negócio com o banco.

A Estera, por sua vez, disse que não tece comentários sobre “quaisquer negócios que a Appleby possa ter mantido com qualquer cliente em particular”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …