Edgar Silva viabilizaria retificativo por “sentido de responsabilidade”

SIC Notícias

Edgar Silva e Maria de Belém Roseira em debate

O candidato presidencial Edgar Silva justificou este sábado a possibilidade de viabilizar o Orçamento Retificativo apresentado pelo PS com o “sentido de responsabilidade” de um chefe de Estado, posição que Maria de Belém Roseira considerou ser uma contradição.

“Enquanto Presidente da República não poderia pôr de parte, há um sentido de responsabilidade”, admitiu Edgar Silva durante o debate na SIC Notícias com Maria de Belém Roseira.

Perante a insistência do jornalista Anselmo Crespo, que moderava o debate, para explicar a sua posição, já que o PCP (partido que o apoia) votou contra o Orçamento Retificativo, Edgar Silva repetiu apenas que, apesar do “conjunto de discordâncias em tudo quanto se reporta ao processo Banif”, enquanto chefe de Estado “não poderia de maneira nenhuma” descurar a possibilidade de viabilizar um documento com a importância do Orçamento Retificativo.

No debate, Maria de Belém afirmou que gostaria de ter o apoio da esquerda bem como de todas as pessoas que se revissem na candidatura – e acabou por não dizer se apoiaria Edgar Silva numa eventual segunda volta em que o candidato comunista fosse o representante da esquerda. “Em democracia está tudo em aberto”, afirmou a antiga presidente do PS.

O candidato apoiado pelo PCP jurou fazer cumprir a constituição caso fosse eleito e não defender o tratado orçamental, contrapondo as afirmações da candidata socialista, em entrevistas a jornais, de que não hesitaria em demitir o Parlamento se um governo falhasse o cumprimento dos tratados internacionais.

“O Presidente da República jura cumprir a Constituição, não vamos jurar o Tratado Orçamental. O que está em causa é a defesa intransigente da Constituição”, sinalizou o comunista, acusando a socialista de ter uma “orientação de subserviência inaceitável”.

Maria de Belém insistiu que “Portugal tem o dever de representar na Europa os interesses dos portugueses, mas não tem o poder unilateral de alterar as regras”.

“Se fosse eleito Presidente dizia ‘não cumprimos’? Rasgaria os tratados? Está a acusar-me de uma posição que nunca foi a minha! Eu sempre disse que os interesses portugueses não foram suficientemente defendidos na Europa. O senhor quer encostar-me a uma coisa que não é verdade”.

Edgar Silva e Maria de Belém Roseira são candidatos às eleições presidenciais de 24 de janeiro, nas quais os portugueses escolherão o sucessor de Cavaco Silva.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Associados podem ser chamados a resolver "buraco" do Montepio

Os cerca de 630 mil associados e pensionistas da Associação Mutualista Montepio Geral correm o risco de virem a ser chamados para resolver as perdas da instituição financeira, escreve o jornal Público. De acordo com o …

Bolívia divulga vídeo que sugere que Morales incitou bloqueios à entrada de alimentos

Arturo Murillo, ministro do Governo da Bolívia, divulgou na manhã de quarta-feira um vídeo que sugere que o antigo presidente do país, Evo Morales, incitou os bloqueios à entrada de alimentos que fragiliza o país. Os …

Christine Lagarde foi conselheira de duas empresas sediadas em paraísos fiscais

Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE) desde outubro, foi conselheira de duas filiais da empresa de advocacia Baker & McKenzie (BM) entre 2003 e 2005, ambas sediadas em países considerados à data paraísos …

Provas contra Trump "são claras". "Ele usou o cargo para fins pessoais", diz Nancy Pelosi

A presidente da Câmara dos Representantes e líder da maioria democrata na câmara norte-americana, Nancy Pelosi, declarou na quinta-feira que considera já haver provas suficientes para afirmar que o Presidente deve ser destituído. Contudo, segundo avançou …

Benfica tem seis jogadores de malas feitas. Um deles chegou em julho

Há seis jogadores que poderão estar de saída do emblema da Luz, sendo que um deles, Caio Lucas, chegou em julho ao clube. O agente de Samaris já veio negar a saída do seu cliente. Bruno …

"Poderia juntar-se a Mourinho". Bale criticado por comportamento "infantil"

A atitude do internacional galês Gareth Bale continua a render críticas. Desta vez foi o antigo presidente do Real Madrdi Rámon Calderón, que considerou o comportamento do futebolista infantil. Em causa esta a atitude do …

Norte quer fundos de Bruxelas para ligação ao TGV espanhol

Pela primeira vez, a região norte do país antecipou a lista de prioridades para os fundos europeus, escreve o Jornal de Notícias, que dá conta uma das propostas passa por usar os fundos de Bruxelas …

Falta de médicos leva IPO de Lisboa a adiar consulta de paciente com 90 anos para 2021

O Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa adiou a consulta de um paciente nonagenário que estava marcada para janeiro de 2020 para o ano seguinte, isto é, para janeiro de 2021 devido à falta …

Eis a Cybertruck, a "pickup" elétrica da Tesla que já tem bilhete para Marte

A Tesla lançou o seu modelo de carrinha "pickup" elétrica, Cybertruck, com uma autonomia máxima de 800 quilómetros. Musk diz que vai haver uma versão especial que será a carrinha oficial de Marte. Após uma longa …

Rio não responde a críticas de adversário. "Estou na Croácia, não estou no Montenegro"

O presidente do PSD seguiu a regra de não falar de política interna fora do país e só abriu uma exceção para falar da manifestação dos polícias. Depois do discurso que tinha feito no Congresso do …