/

Dose única da vacina. Portugueses recuperados travados por países que exigem vacinação completa

Vasco Célio / Lusa

Enfermeira com uma vacina na mão

Os portugueses recuperados da covid-19 só receberam uma dose da vacina. Agora, estão a ter dificuldades em viajar para alguns países, como o Reino Unido ou o Canadá.

Segundo o Jornal de Notícias, há portugueses recuperados a ter dificuldades em viajar para alguns países estrangeiros, como o Reino Unido e o Canadá, por terem recebido apenas uma dose da vacina.

Para entrar em certos territórios sem qualquer restrição, é-lhes exigida a toma das duas doses, independentemente de terem estado infetados com a doença. Se não tiverem dupla vacinação, a entrada não lhes é negada, mas têm de seguir as regras para os não vacinados.

No caso do Reino Unido e do Canadá, é obrigatório um isolamento profilático de 10 e de 14 dias, respetivamente. O matutino contactou o Ministério dos Negócios Estrangeiros, mas não obteve resposta até à publicação do artigo.

O diário dá conta de que há exceções. A Direção-Geral de Saúde recomenda uma dose única para recuperados da covid-19, mas, nas viagens, desde que esteja comprovada a sua “urgência” e que o país de destino não aceita o recomendado em Portugal, o esquema vacinal pode ser adaptado.

As exceções aplicam-se em caso de “necessidade de cuidados de saúde transfronteiriços”, “representação diplomática ou de estado”, “missões humanitárias” e “obrigações laborais ou académicas devidamente fundamentadas”.

Segundo o relatório do Centro Europeu para Prevenção e Controlo de Doenças referente à estratégia de vacinação na União Europeia (UE), mais 14 países realizam a vacinação com uma dose em recuperados.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE