Dores de costas indiciam risco de morte

-

Um novo estudo científico revela que as pessoas que têm dores de costas podem correr maiores riscos de morte, especialmente em idades mais avançadas.

A investigação, que foi publicada no Jornal Europeu da Dor e que se centrou em dados sobre pessoas com 70 anos de idade ou mais, apurou que aquelas que reportaram ter dores de costas ou de pescoço são “13% mais propensas a morrer”, em comparação com as que não revelam este tipo de dores.

Importa sublinhar que não se trata de uma ligação causal, isto é, as dores de costas, por si só, não provocam a morte, mas podem indiciar outros factores ou problemas directamente relacionados com um risco acrescido de morte, “tais como uma saúde empobrecida e fracas capacidades físicas”, evidenciam os cientistas.

A equipa de investigação da Universidade de Sidney, na Austrália, analisou dados do Registo de Gémeos da Dinamarca que inclui mais de 4.300 gémeos com 70 ou mais anos. A estes gémeos perguntaram se sofriam de dores de costas ou de pescoço e voltaram a avaliá-los nove anos depois.

“As pessoas com dores de costas ou de pescoço revelaram um risco de morte 13% maior, devido a qualquer causa, a cada ano, comparativamente com os que não revelaram dores de costas ou de pescoço”, explicaram os investigadores, citados pelo Live Science.

Quando tiveram em conta as capacidades físicas das pessoas e a eventualidade de existirem sintomas de depressão, “a associação entre dores de costas e de pescoço já não era estatisticamente significativa”, apuraram também.

Assim, o autor principal da pesquisa, Matthew Fernandez, constata, em declarações divulgadas pelo The Telegraph, que “as dores de coluna podem ser parte de um padrão de saúde precária e fracas capacidades funcionais, o que aumenta o risco de mortalidade na população mais velha”.

Matthew Fernandez sublinha ainda que se trata de “uma descoberta significativa, já que muitas pessoas pensam que as dores de costas não são uma ameaça à vida”.

Mas o investigador repara que é importante prosseguir com “mais investigação” em torno desta matéria porque, “embora haja uma clara ligação entre as dores de costas e a mortalidade, ainda não sabemos porque é que isso acontece“.

De qualquer modo, Matthew Fernandez atesta que “as dores de costas devem ser reconhecidas como uma importante co-morbidade que provavelmente, influencia a longevidade das pessoas e a sua qualidade de vida”.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Pessoas, que estão vivas, com 70 anos de idade ou mais, são “100% propensas a morrer”.
    Este estudo é meu e vale o que vale.
    Não aterrorizem mais o povo com estas coisas sem terem dados completos sobre a questão.
    Que vamos todos morrer já sabemos, com ou sem dor de costas.

Responder a Vasco Cancelar resposta

Assunção Cristas contra o "ditador" verde e André Silva contra a "despesista" demagoga

O debate deste sábado, transmitido pela RTP3, sentou frente-a-frente os líderes do CDS e do PAN. Assunção Cristas contou quantas vezes o programa do adversário usa a palavra "proibir" e André Silva acusou os centristas …

Poluição no rio Lis arrasta-se há mais de 20 anos

A poluição na bacia hidrográfica do rio Lis arrasta-se há mais de duas décadas, com o contributo das descargas ilegais das suiniculturas, mas a construção da estação de tratamento de efluentes suinícolas tem sido adiada …

No Quénia, há meninas a faltar às aulas por não terem acesso a tampões

No Quénia, há adolescentes que não têm dinheiro para comprar pensos higiénicos ou tampões. Por isso, faltam às aulas. O Expresso conta a história de uma menina queniana, de 14 anos, que não aguentou ser humilhada …

As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem. Uma equipa de cientistas decidiu …

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …

Criatura com "cabeça de canivete suíço" deu origem aos escorpiões e às aranhas

Encontrada no Canadá, esta nova espécie de fóssil provou ser o quelicerado mais antigo, situando a origem dos escorpiões e das aranhas há 500 milhões de anos. Com o tamanho de um dedo polegar, olhos em …

Benfica 2-0 Gil Vicente | "Águia" q.b. bate minhotos aguerridos

O Benfica cumpriu frente ao Gil Vicente, no Estádio da Luz, e venceu por 2-0, com um golo a fechar a primeira parte e outro a abrir a segunda. A formação “encarnada” sentiu muitas dificuldades para …

Há cidades que, em 2050, vão ser quentes demais para se visitar

Em 2050, há cidades que vão ser vítimas do flagelo das alterações climáticas. As altas temperaturas vão impedir que os turistas explorem cada recanto destas metrópoles. Os efeitos das alterações climáticas são cada vez mais visíveis.. …

As legislativas não se ganham nas sondagens, alerta Costa

Após ter sido divulgada mais uma sondagem este sábado, António Costa afirmou que as eleições não se ganham nas sondagens e apelou para a mobilização de modo a garantir a vitória. O secretário-geral do PS, António …

Prémios IgNobel: uma máquina para mudar fraldas e uma pizza anticancro

Os vencedores da 29.ª edição dos prémios IgNobel foram anunciados na quinta-feira, na Universidade de Harvard, no Estado norte-americano do Massachusetts. Os prémios IgNobel - uma paródia dos prémios atribuídos pelas academias suecas e norueguesa - …