Trump pisou solo da Coreia do Norte “para dizer olá” a Kim Jong-un. É o primeiro presidente americano a fazê-lo

Yonhap South Korea Out / EPA

Donald Trump tornou-se este domingo no primeiro presidente dos EUA a entrar em território norte-coreano, ao lado de Kim Jong-un. Os dois líderes tinham celebrado uma breve reunião, destinada a reativar o diálogo entre as duas Coreias.

Após o encontro, o chefe da Casa Branca chegou mesmo a passou a pé a linha de separação que marca a fronteira entre as duas Coreias na aldeia de Panmunjom, onde em 1953 foi assinado o armistício da guerra.

O presidente Kim Jong Un declarou que a breve visita de Trump ao território da Coreia do Norte melhora os laços entre os dois países.

“Quero apenas dizer que tenho uma grande honra em fazê-lo”, afirmou Trump, que convidou Kim para visitar os EUA “​quando for o tempo certo”​. “Passar esta linha é uma grande honra, grandes progressos foram alcançados, grandes amizades foram feitas e esta tem sido, em particular, uma grande amizade.”

Trump anunciou que os dois países vão organizar novas equipas de negociadores. Questionado pelos jornalistas se acreditava que os anteriores negociadores da Coreia do Norte estavam vivos, respondeu: “Penso que sim… Sei que um está vivo.”

Este foi o terceiro encontro entre os presidentes dos dois países. “É um grande dia para o mundo”, disse Donald Trump depois de ter cumprimentado King Jong-un, cerca das 15h50 locais (07h50 em Lisboa).

Trump tinha dito no sábado que gostaria de atravessar a zona desmilitarizada e entrar na Coreia do Norte. “Claro, fazia-o, sentir-me-ia muito confortável fazendo isso, não tenho qualquer problema”, afirmou Trump ao ser questionado sobre o assunto durante uma conferência de imprensa no final da sua participação na cimeira do G20 em Osaka.

Algumas horas antes de iniciar uma visita de cerca de 24 horas à Coreia do Sul, Trump admitiu, através de uma mensagem no Twitter, a possibilidade de se encontrar durante “dois minutos” com o líder norte-coreano na fronteira que divide as duas Coreias. Logo que começou a conferência de imprensa final da cimeira do G20, Trump declarou: ”Acho que poderia reunir-me com o líder Kim (domingo)”.

Trump assegurou que o líder norte-coreano o “segue no Twitter” e que o sua equipa reagiu de forma “muito positiva” à sua proposta, mas não garantiu que o encontro se vá concretizar. “Contactaram-nos muito rapidamente e querem saber se podemos fazer alguma coisa, e não estamos a falar de uma reunião longa, apenas um cumprimento rápido”, disse Trump.

“Não lhe chamaremos uma cimeira, chamar-lhe-emos um aperto de mãos, se acontecer. Acredito que ele gostaria e a mim não me custa, porque amanhã vou estar na DMZ”, concluiu.

De inimigos a amigos

Em 2017 houve uma escalada de tensão entre EUA e Coreia do Norte, com esta última a testar uma série de mísseis balísticos, garantindo que os mais potentes têm capacidade para atingir território americano, inclusive cidades como Boston ou Nova Iorque.

Perante o sexto ensaio nuclear dos norte-coreanos, Trump subiu o tom, não hesitando mesmo em falar no botão nuclear. Enquanto Trump e Kim iam trocando insultos, o presidente da Coreia do Sul. Moon Jae-in ia tentando mediar a situação, impedindo que os receios de uma guerra se concretizassem.

Os primeiros resultados surgiram no discurso de ano novo de Kim, em janeiro de 2018, quando o líder norte-coreano estendeu a mão a Trump. A participação da Coreia do Norte nos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul foi um dos momentos de uma aproximação que culminaria com a cimeira entre Trump e Kim em junho de 2018.

Na cimeira de junho de 2018, Trump e Kim acordaram trabalhar para a desnuclearização da península coreana e para pôr um fim formal à guerra entre as duas Coreias. O conflito entre Norte e Sul, que durou de 1950 a 1953, terminou com a assinatura de um armistício mas sem um acordo de paz. Os dois voltaram a reunir-se em fevereiro, em Hanói, no Vietname. Mas a cimeira terminou sem qualquer acordo sobre o nuclear.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ummu tem 25 anos e é rosto das negociações com o Boko Haram

Com a Nigéria a enfrentar uma crise de raptos, Ummu Kalthum é uma das mais jovens — e mais bem-sucedidas — mediadoras a negociar acordos para libertar reféns do Boko Haram no país. Na última década, …

Liveblog Autárquicas. Urnas encerradas e abstenção entre 45 e 50%

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Alemanha: Sociais-democratas reclamam vitória (com "desastre" para os conservadores)

Os sociais-democratas SPD reivindicaram hoje vitória nas eleições parlamentares alemãs, numa altura em que os conservadores da CDU, força política de Angela Merkel, se aproximam de uma votação mínima histórica, de acordo com as primeiras …

Em 2018, cientistas de Wuhan terão planeado infetar morcegos com coronavírus

Em 2018, um grupo de cientistas da cidade chinesa de Wuhan, onde foi registado o primeiro caso de covid-19, estaria a planear infetar, com coronavírus modificados, morcegos que vivem em cavernas. Os cientistas terão pedido 14 …

Este batom foi lançado em 1971, mas está esgotado - e é mais uma prova do impacto económico do TikTok

O Black Honey da Clinique é o mais recente produto de maquilhagem a bombar no TikTok. Muitas marcas estão a notar o poder económico que em ser viral na aplicação e estão a tentar promover …

Portugal regista mais duas mortes e 599 casos de covid-19

Nas últimas 24 horas registaram-se mais duas mortes e 599 novos casos de covid-19 em Portugal, de acordo com o boletim epidemiológico da DGS. Portugal regista hoje duas mortes atribuídas à covid-19, assim como 599 novos …

Em 2021, Sochi voltou a ser Sochi e em Sochi ganha a Mercedes – com recorde histórico para Hamilton

Lando Norris, o jovem piloto da Mclaren, vai sair da Rússia com um misto de sensações. No fim-de-semana em que conquista a primeira pole position da carreira, perde também, de forma dramática, a hipótese de …

As pessoas que comem mais gordura láctea têm menor risco de doença cardíaca

As pessoas que fazem uma dieta com maior teor de gordura láctea têm um menor risco de desenvolver doenças cardiovasculares, revela um novo estudo. Uma equipa internacional de cientistas estudou o consumo de gordura láctea de …

Alaphilippe revalida título de campeão mundial de fundo

O francês Julian Alaphilippe revalidou neste domingo o título de campeão mundial de fundo, ao cortar isolado a meta no final da “prova rainha” dos Mundiais de ciclismo de estrada, que decorreram na região belga …

Do céu ao inferno. Adeptos do Palmeiras chamam "arrogante" a Abel Ferreira

O Palmeiras perdeu e está cada vez mais longe da liderança do Brasileirão. Os adeptos estão insatisfeitos com as exibições e chamaram "arrogante" a Abel Ferreira. O Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, perdeu na deslocação …