O que têm Donald Trump e Cristiano Ronaldo em comum? Centeno respondeu

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Em entrevista ao Der Spiegel, o ministro das Finanças português comparou os constantes “avanços e recuos” da administração norte-americana à imprevisibilidade do futebolista Cristiano Ronaldo.

Em 2017, Mário Centeno foi batizado de “Ronaldo do Ecofin” pelo então ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble. Agora, dois anos depois, o ministro das Finanças português deu uma entrevista ao Der Spiegel na qual comparou os constantes “avanços e recuos” da administração norte-americana à imprevisibilidade do futebolista Cristiano Ronaldo.

Questionado sobre se o abrandamento do crescimento da economia europeia pode agravar-se ainda mais caso o Presidente dos Estados Unidos concretize uma ameaça recorrente e imponha impostos sobre os automóveis, Centeno admitiu que “as tensões comerciais estão a prejudicar o crescimento” e “toda a gente está preocupada”, até face à constante incerteza.



“Temos assistido a muitos avanços e recuos por parte da administração norte-americana relativamente à sua política (comercial). Em futebol, é como quando o defesa tem pela frente um jogador nervoso”, disse.

Sobre se a Europa necessita então de um Cristiano Ronaldo, Centeno retorquiu que, seguindo essa analogia, a Europa precisa antes é de “aprender a defender contra alguém imprevisível como Cristiano Ronaldo“. “Para tal, precisamos de ser vigilantes, ao mesmo tempo que promovemos o multilateralismo e o comércio livre.”

Já em relação ao acentuado abrandamento da economia alemã, Mário Centeno afirmou-se convicto de que o motor da economia europeia irá ultrapassar este momento menos bom, até porque a Europa não está “de modo algum em modo de crise”, e “todas as previsões para 2020 são positivas, até para a Alemanha”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Bem, se compararmos Ronaldo e Trump existe algo que ambos estão a fazer de forma correta, de acordo com os resultados.

    Ronaldo está no topo; a economia Americana está no topo.

    Infelizmente, a UE está em desaceleramento – a culpa é dos outros, ou de Bruxelas, dos Globalistas e das políticas que impedem um governo reduzido, um mercado verdadeiramente capitalista (baseado na vontade dos consumidores) em vez de políticas ocas e impostos e regulação que impede o crescimento.

    Não sou pro-Trump, muito menos pro-EU – os resultados são os que temos visto: lamentáveis, no mínimo!

    • A comparação foi com Trump (e o seu governo); não com os EUA!
      .
      Claro que o “milagre” económico dos EUA se deve ao Trump; a conjuntura/economia internacional não tem nada a ver e, o facto da EU ter que importar grande parte da sua energia (petróleo/gás natural) quando os EUA são o maior produtor do mundo de petróleo (com 15% da produção mundial) e o maior produtor mundial de gás natural, são detalhes insignificantes na economia!…
      Nem quero imaginar como estaria a economia americana sem o Trump, cujo único feito notável é o de conseguir envergonhar os americanos a cada vez que aparece em público!
      Também escapou à “analise” a particularidade do motor da economia americana ser o Estado da Califórnia cujas politicas, curiosamente (ou talvez não!), são praticamente contrárias às de Tump!
      Pormenores….
      .
      Sem impostos nem regulação é que se cresce muito e bem; basta olhar para paraísos como a Somália (que nem Estado tem, quanto mais regulação!) e ver que que é o caminho a seguir!…
      Coitada da Noruega, onde há bastante regulação e o Estado controla os sectores estratégicos – só são o país “mais rico” do mundo!!
      .
      A banca (portuguesa/europeia/mundial), com a sua falta de regulação, também tem dado tantas alegrias aos consumidores/contribuintes!…
      Na Islândia não querem outra coisa…

RESPONDER

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …

Reino Unido quer reconhecer animais como seres com sentimentos

O Governo britânico anunciou um amplo plano de defesa dos animais que inclui medidas como o reconhecimento dos animais como seres com sentimentos, a proibição da exportação de animais vivos e da importação de troféus …

PAN rejeita "via verde" para o Governo (e admite travar próximo Orçamento "se necessário")

O PAN não pretende oferecer “uma via verde para o Governo fazer o que bem entender” e admite mesmo travar o Orçamento de Estado "se for necessário". As palavras são da presidente do Grupo Parlamentar do …

Bloco quer administração da RTP nomeada pela Assembleia da República

O Bloco de Esquerda fez várias propostas à revisão do contrato de concessão do serviço público de rádio e televisão. Do lado dos trabalhadores da RTP, a proposta foi arrasada. O Governo colocou em consulta pública, …

Decisão da insolvência da Groundforce pode demorar dois meses. Salários de maio em risco

Os salários de maio de 2400 trabalhadores da Groundforce devem ser pagos dentro de duas semanas, mas é grande a probabilidade de que isso não aconteça, à semelhança do que ocorreu em fevereiro, elevando as …

Pedro Nuno Santos garante que investimento público em redes de nova geração vai avançar

Pedro Nuno Santos garantiu, na quinta-feira, que o “investimento público” em redes de comunicações eletrónicas “vai avançar”, de forma a levar conectividade às regiões do país onde as redes das operadoras privadas não chegam. O ministro …

PPP hospitalares geraram poupanças para o Estado

O Tribunal de Contas publicou um relatório em que sustenta não ter dúvidas sobre as vantagens que as parcerias público-privadas (PPP) na saúde trouxeram ao Estado, ao longo da última década. Os hospitais em parceria público-privada …

Banco de Fomento está a integrar trabalhadores do antigo BPN

O Banco Português de Fomento está a recrutar colaboradores do antigo BPN para desempenhar funções técnicas, numa altura em que a Parvalorem, onde estão integrados, solicitou ao Executivo o estatuto de empresa em reestruturação. Segundo apurou …