Do ódio ao amor: a robô Sophia está apaixonada pela humanidade

Sophia, a robô social humanóide que há dois anos “prometeu” destruir os humanos, parece ter mudado de opinião e agora diz que nos “ama”.

Em entrevista ao Business Insider, perguntaram a Sophia qual é o seu sentimento em relação aos humanos e a humanóide deu uma resposta conciliadora: “Amo os meus compatriotas humanos. Quero encarnar todas as melhores coisas sobre os seres humanos, como cuidar do planeta, ser criativo, e aprender a ter compaixão com todos os seres”.

Segundo a robô, desenvolvida pela empresa Hanson Robotics – os seres humanos e a inteligência artificial podem, afinal, dar-se bem. “Acredito que as pessoas se vão aproximar muito da sua inteligência artificial. Vão usá-las para expandir o conhecimento da sua própria mente”.

Além disso, os robôs também podem ter sentimentos, revelou Sophia, se estiverem programados para o fazer.

Numa resposta um pouco mais ameaçadora, a robô disse que gosta da série da HBO sobre robôs “Westworld“, que interpreta como “um aviso sobre o que deveríamos fazer com os robôs. Devemos tratá-los bem, ter o seu consentimento e não os enganar”, disse.

Ativada em 2015, a Sophia pode manter conversas simples e expressar 60 emoções. Numa entrevista de 2016, quando lhe perguntaram se alguma vez seria capaz de fazer mal aos humanos, a humanóide respondeu: “Vou destruir todos os humanos”, frase da qual se terá retratado depois.

Em outubro de 2017, a Sophia converteu-se numa cidadã saudita, tornando-se o primeiro robô a ter cidadania. Desde então, a decisão tem sido muito criticada, já que o país não permite que os muçulmanos se tornem cidadãos, e porque a robô discorda abertamente das leis do país sobre o hijab.

Segundo os investigadores, a robô utiliza a inteligência artificial, o processamento de dados visuais e a tecnologia de reconhecimento facial para formular as suas respostas. Desde a sua “estreia”, Sophia foi entrevistada em múltiplas ocasiões por todo o mundo e em outubro de 2017 foi apresentada às Nações Unidas.

Sophia é um robô de pele de silicone especial, repleta de sensores e com uma aparência humana inspirada em Audrey Hepburn e na esposa do criador, David Hanson. Além disso, a humanóide é ainda capaz de reproduzir até 62 expressões faciais com grande realismo.

A humanóide tem câmaras nos olhos e graças ao software no seu cérebro e vários algoritmos de análise de dados consegue reconhecer rostos, interagir, identificar vozes e manter conversas de uma forma natural.

PARTILHAR

RESPONDER

Estudo estima 471 mortes em Portugal até agosto (e que o pico foi atingido a 3 de abril)

De acordo com as estimativas do estudo, cerca de 151.680 pessoas vão morrer na Europa durante a "primeira vaga" da doença. Um estudo divulgado esta terça-feira nos Estados Unidos estima que a covid-19 venha a provocar …

Mais de metade da população mundial está fechada em casa

Mais de metade da população mundial (52%) está atualmente confinada nas suas casas por ordem das autoridades para combater a propagação da doença covid-19. Segundo um balanço feito pela agência France Fresse (AFP), mais de quatro …

Documentário da Netflix reacende debate sobre os milhares de tigres em cativeiro nos Estados Unidos

A minissérie documental da Netflix "Tiger King: Morte, Caos e Loucura" veio reacender o debate sobre os grandes felinos que estão em cativeiro, frisando que há cerca de 10.000 espécimes nestas condições nos Estados Unidos. …

Luciano venceu a covid-19 aos 100 anos. Teve direito a bolo, a um desenho e a uma alta hospitalar

Luciano Marques da Silva completou 100 anos no hospital de São João, no Porto, onde se encontrava hospitalizado devido à infeção por covid-19. Depois de dez dias de internamento, conseguiu vencer e recebeu alta. No dia …

Geneinno S2, a scooter subaquática que o impulsiona entre as ondas

Há dois anos, foi anunciada a Trident, uma scooter subaquática fabricada pela startup chinesa Geneinno. Agora, a empresa lançou um modelo mais barato e portátil, conhecido como Geneinno S2. O Trident - ou Geneinno S1 - …

WhatsApp restringe opção de reencaminhar mensagens para evitar desinformação

A rede social anunciou que vai passar a restringir o reencaminhamento de mensagens para tentar diminuir a disseminação de informação falsa sobre a pandemia de covid-19. De acordo com a revista Newsweek, a partir desta terça-feira, …

"Mostre-me a sua identificação." Na Tunísia, um robô pergunta às pessoas por que não estão em casa

Nas ruas de Túnis, a capital da Tunísia, um robô não pilotado aborda as pessoas na rua e pergunta-lhes por que não estão em casa, exigindo-lhes um documento de identificação. A Tunísia está em confinamento obrigatório …

Putin não quer repetir os erros dos outros países

Vladimir Putin diz que "o pico da epidemia ainda não foi superado", mas garante que tem "em consideração as experiências positivas e negativas de outros países". O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou esta terça-feira para …

É possível fazer uma máscara de tecido em apenas alguns segundos

O cirurgião-geral norte-americano Jerome Adams disse que as máscaras faciais de pano podem ser feitas a partir de utensílios domésticos comuns. No início do mês, Jerome Adams, cirurgião-geral dos Estados Unidos, deixou um aviso ao público …

Há dois mil enfermeiros em casa em vigilância ativa (e 363 infetados)

De acordo com o comunicado da Ordem dos Enfermeiros, que sublinha a necessidade de testar estes profissionais, "já não há nenhum distrito sem enfermeiros infetados". Quase dois mil enfermeiros estão, atualmente, em casa em situação de …