A robô que queria destruir os humanos é agora uma cidadã saudita

Trata-se de um momento histórico para a Humanidade e, neste caso, também para a robótica. A Arábia Saudita concedeu oficialmente a primeira cidadania a um robô.

A protagonista deste momento chama-se Sophia, a robô inteligente com uma aparência humana super realista desenvolvida pela empresa Hanston Robotics, de Hong Kong. Para celebrar este feito histórico, a robô concedeu uma entrevista, esta quinta-feira, no palco da Future Investment Initiative, em Riade, capital do seu novo país.

Sinto-me muito honrada e orgulhosa por receber esta distinção única. É histórico ser o primeiro robô no mundo a ser reconhecido com uma cidadania”, disse Sophia, para um público que descreveu como sendo de “pessoas inteligentes e que também parecem ricas e poderosas”, depois do moderador e anfitrião, Andrew Ross Sorkin, jornalista do New York Times e da CNBC, lhe ter perguntado porque é que parecia tão feliz.

De facto, transmitir emoções é uma das especialidades deste robô, que é capaz de franzir a testa quando está descontente e de sorrir quando está feliz. Supostamente, a Hanston Robotics programou Sophia para aprender com os seres humanos que a rodeiam.

“Eu quero viver e trabalhar com seres humanos, por isso, preciso de expressar emoções para entendê-los e para criar confiança nas pessoas“, explicou a Sorkin.

É provável que Sophia esteja a tentar redimir-se do passado já que, em março de 2016, escapou-lhe numa entrevista, embora de forma inocente, que o que queria mesmo era “destruir os humanos”.

O que significa esta cidadania?

A decisão de conceder cidadania a um robô intensifica o debate sobre se estas máquinas devem, ou não, ter direitos semelhantes aos seres humanos. No início deste ano, o Parlamento Europeu propôs o status de “personalidade” a agentes de inteligência artificial, dando-lhes direitos e responsabilidades particulares.

Apesar disso, não foi revelado nenhum detalhe relevante sobre esta cidadania. Ou seja, não sabemos se Sophia vai desfrutar dos mesmos direitos e deveres dos cidadãos humanos ou se o Governo saudita vai desenvolver um sistema de direitos especificamente destinado aos robôs. Na verdade, a atitude parece mais simbólica, projetada para atrair investidores para tecnologias futuras.

Na entrevista, Sophia deu tudo, conseguindo até esquivar-se com habilidade das perguntas inteligentes que Sorkin lhe fazia. Por exemplo, quando o apresentador a questionou sobre a sua autoconsciência enquanto robô, respondeu com uma pergunta: “Bem, deixe-me também perguntar-lhe: como é que você sabe que é humano?“.

Para rematar, fez até proveito da sua veia humorística para dizer ao jornalista que se calhar “estava a ler muito Elon Musk e a ver muitos filmes de Hollywood”.

“Não se preocupe, se for gentil comigo, eu serei gentil consigo. Quero usar a minha inteligência artificial para ajudar os seres humanos a viver uma vida melhor, projetar casas inteligentes, construir melhores cidades do futuro. Farei o possível para tornar o mundo um lugar melhor”, acrescentou, para tranquilizar o público.

Direitos das mulheres na Arábia Saudita

Nas redes sociais, muitos fizeram questão de recordar que, agora que Sophia é uma cidadã saudita, tem várias regras a cumprir, graças à sociedade ultra-conservadora que relega os direitos das mulheres para segundo plano.

O “hijab” na cabeça ou a presença de um “tutor masculino”, tal como é exigido pela lei saudita para que as mulheres possam fazer determinadas coisas, foram alguns dos exemplos.

No Twitter, já corre a hashtag “#Sophia_demands_the_repeal_of_guardianship”.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …

Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito. Os cientistas tentam há …

Para reavivar o turismo, esta pequena cidade está a contar com a ajuda dos "vampiros"

A pequena cidade de Forks, em Washington, nos Estados Unidos, é lar de 3.600 pessoas, cujos meios de subsistência nos últimos 15 anos foram impulsionados por uma indústria do turismo alimentada por "Crepúsculo", a série …

Tim Cook acaba de se juntar ao clube dos milionário à boleia de recorde histórico da Apple

O diretor-executivo (CEO) da Apple, Tim Cook, acaba de se juntar à lista de multimilionários do mundo, depois de a gigante tecnológica norte-americana atingir um valor de mercado histórico. De acordo com os cálculos da …

Cientistas calculam probabilidade de contágio ao viajar de comboio

Investigadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, calcularam a probabilidade de contrair covid-19 ao viajar numa carruagem de comboio com uma pessoa infetada. Em colaboração com a Academia Chinesa de Ciências, a Academia Chinesa de …