Dívidas de hospital de Lisboa travam compra de dois medicamentos para cancro

Mário Cruz / Lusa

Hospital de Santa Maria, Lisboa

As dívidas do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, levaram o Tribunal de Contas (TdC) a chumbar a compra de dois medicamentos para um cancro na medula óssea.

O Tribunal de Contas chumbou a compra de dois medicamentos para o cancro por causa das dívidas acumuladas do Centro Hospitalar Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente. De acordo com a TSF, os medicamentos, que custariam 2,7 milhões de euros, estão indicados para o tratamento do cancro na medula óssea.

O matutino teve acesso ao acórdão, de dezembro, que avança que o contrato com a única farmacêutica a vender estes medicamentos (Lenalidomida e Talidomida) foi assinado em setembro para vigorar até ao final de 2019.

No entanto, a decisão do TdC só foi fechada em dezembro e acabaria por recusar dar o visto à compra dos fármacos, uma vez que o Centro Hospitalar tem fundos negativos de 54,6 milhões de euros, estando assim impossibilitado de cumprir a Lei dos Compromissos e Pagamentos em Atraso, que impede os serviços públicos de avançarem com contratos se não tiverem verba disponível para os pagar em três meses.

Os juízes do TdC dizem que o Centro Hospitalar Lisboa Norte pediu em julho um aumento temporário dos fundos disponíveis, mas não teve resposta do Ministério da Saúde.

À TSF, fonte oficial adiantou por escrito que “os doentes seguidos têm e sempre tiveram acesso aos fármacos em causa” e, “sem entrar em pormenores processuais, o Centro Hospitalar sublinha que nunca existiu qualquer limitação na disponibilização destes medicamentos, garantindo aos seus utentes toda a segurança e os tratamentos mais adequados”.

Pela mesma razão, também o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro – que reúne os hospitais de Chaves, Lamego, Peso da Régua e Vila Real – teve um contrato recusado. Desta vez, estão em causa dívidas no valor de 49,5 milhões que levaram os juízes a recusar a asinatura de um protocolo de 282 mil euros para recolher e tratar roupa hospitalar.

Além de recusar o visto, o Tribunal de Contas decidiu também avançar com um processo para apurar as responsabilidades financeiras de quem assinou o contrato que tinha efeitos retroativos.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente é uma verdade dura. Eu mesma tive de comprar um medicamento para um familiar porque o hospital público não tinha e não podiam pedir.

RESPONDER

Nicotina contribui para cancro do pulmão formar metástases no cérebro

A nicotina, uma substância não carcinogénica presente no tabaco, contribui para que o cancro no pulmão se dissemine no cérebro, formando metástases, concluiu um estudo publicado na revista Journal of Experimental Medicine. Uma equipa de investigadores …

Nas montanhas suíças, há quartos de hotel sem paredes nem teto

Dois artistas concetuais suíços criaram sete "quartos de hotel" ao ar livre, sem paredes nem teto, mas com vistas para as montanhas da Suíça e de Liechtenstein. A dupla suíça, os irmãos gémeos Frank e Patrik …

Risco de segunda vaga de covid-19 é alto em França

Um estudo publicado esta sexta-feira revela que a chamada "imunidade de grupo" está longe de ser alcançada em França. O risco de uma segunda vaga de covid-19 em França é "extremamente elevado", de acordo com um …

Desvendado mistério das cartas censuradas entre a rainha Maria Antonieta e o seu suposto amante

A natureza da relação entre a rainha Maria Antonieta e o conde sueco Axel de Fersen continua a intrigar os historiadores há mais de um século. Eram realmente amantes? Agora, graças a uma nova análise …

Ministra do Madagáscar afastada por querer gastar 1,8 milhões em rebuçados para disfarçar sabor de "Covid-Organics"

A ministra da Educação do Madagáscar foi destituída esta quinta-feira, depois de ter proposto gastar 1,8 milhões de euros em rebuçados, para distribuir em escolas e atenuar o sabor de uma infusão para a covid-19. A …

Santa Clara 3-2 SC Braga | Açorianos estreiam-se na nova casa com vitória sobre os minhotos

O Santa Clara venceu hoje o Sporting de Braga por 3-2, em jogo da 25.ª jornada da I Liga de futebol em que se assinalou também a estreia da Cidade do Futebol como palco de …

O maior e mais antigo monumento Maia já conhecido foi descoberto no México

O maior e mais antigo monumento já conhecido construído pela civilização Maia, batizado como Aguada Fénix, foi encontrado no sudeste do México. De acordo com o site New Scientist, o Aguada Fénix é uma enorme …

Twitter bloqueia vídeo de campanha de Donald Trump com tributo a George Floyd

O Twitter bloqueou um vídeo de tributo a George Floyd feito pela campanha de reeleição do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A rede social colocou um rótulo no vídeo da página da conta @TeamTrump, dizendo …

Depois da covid-19, poder haver uma outra doença respiratória à nossa espera

Com o desconfinamento, vamos gradualmente regressando ao normal, mas agora possivelmente com um novo inimigo. A doença dos legionários pode estar escondida nos edifícios que deixamos para trás. Surtos globais de coronavírus forçaram o encerramento de …

Apple está a seguir iPhones roubados das lojas durante os protestos nos EUA

Os iPhones que têm sido roubados das lojas da Apple durante os protestos contra a violência policial, nos Estados Unidos, foram desativados e estão a ser seguidos pela empresa. De acordo com a revista Newsweek, as …