Dinamarca vai enviar os migrantes indesejados para uma ilha remota

Venstre / Flickr

A ministra dinamarquesa da Imigração e Integração, Inger Støjberg, mostrou-se “agradada” com a medida

A Dinamarca pretende banir para uma ilha remota requerentes de asilo cujos pedidos tenham sido rejeitados ou que tenham cadastro, revelou esta terça-feira um deputado de um partido apoiante do Governo dinamarquês.

Segundo Martin Henriksen, deputado do Partido Popular Dinamarquês (PPD), uma formação anti-imigração que apoia o Governo de centro-direita, a iniciativa do executivo “é um sinal para todo o mundo de que a Dinamarca não é atrativa” para migrantes.

Embora considerando que esse projeto do Governo pode representar uma violação do direito internacional, Henriksen acrescentou que o seu partido não “se importa de desafiar as convenções [internacionais]”.

De acordo com o relato do Copenhagen Post, esta decisão foi uma contrapartida na qual o governo dinamarquês cedeu para garantir a aprovação do Orçamento do Estado por parte do Partido Popular Dinamarquês – força política anti-imigração e com tendências de extrema-direita.

Em comunicado, a ministra dinamarquesa da Imigração e Integração, Inger Støjberg, mostrou-se “agradada” com o compromisso de “estabelecer um centro de saída na ilha de Lindholm para os criminosos que vivem neste momento no Centro de Kærshovedgård”.

Os visados “não são desejados no país e, com o novo centro de saída na ilha de Lindholm, vamos enviar um sinal de que não têm futuro na Dinamarca”, acrescentou.

Por sua vez, o PPD congratulou-se com a medida, publicando um vídeo no Twitter, no qual é possível ver um homem de tez escura e vestes árabes a ser deixado numa ilha remota de barco. “Expulsos, os estrangeiros criminosos não têm nada a fazer na Dinamarca”, “até que possamos ver-nos livres deles, vamos movê-los para a ilha de Lindholm (…) onde vão ser obrigados a ficar no novo centro à noite”, pode ler-se no vídeo.

A isolada ilha de Lindholm foi, até ao verão passado, um local de experiências laboratoriais do Instituto de Veterinária do Estado, que estava a investigar doenças animais contagiosas. Localizada na Baía de Stege, a olha tem sete hectares e fica a cerca de dois quilómetros da sul da Zelândia, detalha o The New York Times.

O plano, adotado na sexta-feira pelo Governo e pelo PPD – a garantirem ambos os 90 votos para obterem uma maioria -, consiste em descontaminar a ilha desabitada e criar instalações para migrantes para alojar cerca de 100 pessoas em 2021.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Uma dúvida Migrante não é uma migração dentro do mesmo país/zona? Não estão a traduzir mal a palavra Imigrante? Pergunto porque não me parece pelo resto da notícia que vão migrar os locais mas sim os Imigrantes Legais/ilegais/portadores de asilo que tenham um cadastro.

  2. País de gente inteligente, que não se deixam subjugar por uma invasão islâmica.
    Nessa ilha talvez já possam usar o véu integral, já que o mesmo é proibido na Dinamarca.
    Europa… aprendam !

  3. Migrante: é todo aquele que se desloca de uma região para a outra, dentro do próprio país.Ora, aquelas pessoas que vêm , não sei de onde,a pedir auxílio aos Europeus, são Emigrantes.

    • mi·gran·te
      (latim migrans, -antis, particípio presente de migro, -are, passar de um lugar para outro)
      adjectivo de dois géneros e substantivo de dois géneros
      Que ou o que muda de país ou de região.
      Migrante“, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

  4. Mais uns patetinhas que se julgam capazes de fazer o que lhes apetecer. Por isso é que eu cada vez gosto mais da globalização. Quando os tribunais internacionais lhes caírem em cima juntamente com umas sanções económicas, talvez percebam que há uma coisa chamada solidariedade internacional que só se aplica a quem também a pratica.

    Espalham-se bem ao comprido se julgam que fazem o que lhes dá na testa em relação aos migrantes e continuam a beneficiar das vantagens de um mundo globalizado. Orgulhosamente sós como Portugal do Estado Novo, com a população toda a comer trampa.

  5. E ainda se vão dar ao trabalho de construir instalações para esses bandalhos? Os dinamarqueses são demasiado bonzinhos. Se são ilegais, se são criminosos, é fazê-los cumprir o devido castigo e depois recambiá-los para as suas origens. Ou então para a casa do MMQ.

  6. iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiivai la vai ate as BARRACAS CUBATAS ABANAM, iiiiiiiiiiiiiiii falta agora e PORTUGAL deixar de pagar os transportes e serem livres e nao se pagarem como agora fizeram no LUXEMBURGO iiiiiiiiii vivam os portugueses que la tabalha e vivem iiiiiiiiii para libertar o transito etcetc vivam os portugueses so falta agora e em PORTUGAL EUREKAAAAe viva os MIGRANTES OU OS EMIGANTES OU IMIGRANTES etcetce iiiiiiiiiiiiiiiiiii
    agp

RESPONDER

Pelo menos 24 países criaram novas leis para controlar o conteúdo na Internet, revela relatório

Autoridades de pelo menos 24 países, incluindo os Estados Unidos (EUA), estabeleceram novas regras que determinam o tratamento dos conteúdos por parte das plataformas 'online', concluiu um relatório da Freedom House. No seu relatório anual, intitulado …

Exames nacionais e provas de aferição deverão “retomar a normalidade” este ano

Depois de dois anos letivos condicionados pela pandemia da covid-19, o Governo está apostado em retomar, entre outras formas de avaliação, a obrigatoriedade de exames nacionais nas disciplinas de conclusão do ensino secundário. Os exames nacionais …

Advogados dizem que há questões "pontuais" por resolver no SEF do aeroporto de Lisboa

Responsável pela Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados reveleu que mantém uma "estreita relação e cooperação com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e que o centro de instalação temporária no aeroporto …

EUA "golearam" Europa mas a Europa "humilhou" o Mundo

Vitória clara dos americanos no golfe, mas vitória ainda mais "gorda" dos europeus no ténis. Quem é europeu e gosta de várias modalidades desportivas, teve muito para ver neste fim-de-semana. E terminou com emoções completamente distintas: …

Governo reforça apoios ao setor do turismo com nova linha de crédito

Nova linha de crédito terá 150 milhões de euros destinados às pequenas e médias empresas, tendo como objetivo incrementar a retoma económica. O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital anunciou hoje, em Coimbra, …

Nova Iorque quer usar guarda nacional para substituir trabalhadores de saúde não vacinados

A governadora de Nova Iorque, Kathy Hochul, está a considerar usar a guarda nacional e funcionários médicos de fora do estado para suprir a falta de pessoal de saúde, já que dezenas de milhares provavelmente …

O PSD saiu vitorioso ou derrotado das autárquicas? Depende a quem se perguntar no partido

Resultado conquistado por Carlos Moedas em Lisboa está a ser visto como um autêntico balde de água fria para os possíveis adversários de Rui Rio na corrida à liderança do PSD. Uma semana antes das eleições …

Bruno Fernandes falhou grande penalidade - e Cristiano deve substituí-lo

Médio do Manchester United desperdiçou a oportunidade de dar um ponto à sua equipa, contra o Aston Villa. De repente, o ambiente em Old Trafford mudou. O Manchester United venceu três jogos e empatou um, nos …

A Islândia estava prestes a ter um parlamento de maioria feminina - até à recontagem dos votos

A recontagem dos votos das legislativas de sábado fez com que o número de mulheres passasse de 33 para 30. Mesmo assim, a Islândia mantém-se como um dos países do mundo com maior representação parlamentar …

É mesmo possível reconhecer um ditador pelas suas características faciais

Os líderes democraticamente eleitos tendem a ter rostos mais atraentes e simpáticos do que os líderes autoritários, conclui um polémico estudo. É comum as pessoas formarem juízos de valor baseados na aparência de um rosto. No …