Diário de Anne Frank alvo de extensão fraudulenta de copyright

Heather Cowper / Wikimedia

Páginas do manuscrito original de "O Diário de Anne Frank" expostas em Berlim

Páginas do manuscrito original de “O Diário de Anne Frank” expostas em Berlim

Numa manobra de última hora que não disfarça as suas intenções, os detentores dos direitos de autor sobre o “Diário de Anne Frank” – que expirariam no final deste ano – tentam descaradamente prolongar o seu controlo sobre a obra por mais algumas décadas.

O Diário de Anne Frank é uma obra bastante conhecida, que conta o dia-a-dia da jovem Anne Frank, que vivia escondida com a sua família durante a ocupação Nazi.

A jovem morreu nos campos de concentração em 1945, com apenas 15 anos; tornando-se num ícone de tempos que esperamos nunca ver repetidos.

Legalmente, os direitos de autor da obra prolongar-se-iam por 70 anos após a morte da autora, pelo que o seu Diário passaria a ser do domínio público a 1 de Janeiro de 2016 – havendo já alguns projectos que preparavam a sua disponibilização gratuita na internet, como acontece com muitas obras cujos direitos de autor já expiraram.

No entanto, a fundação que detém o copyright sobre o obra não está com muita disposição de abdicar deste rendimento garantido, e recorreu a uma manobra bastante duvidosa, pretendendo classificar o pai de Anne Frank como co-autor – de modo a prolongar os direitos de autor até 2050!

Foi o pai de Anne Frank, Otto Frank, que compilou as notas escritas pela sua filha de modo a criar o livro; sendo considerado o editor da obra.

Mas dizer agora que o mesmo é co-autor do livro não passa de uma manobra que tem como único propósito o prolongamento dos direitos de autor por mais umas décadas.

Se estivesse mesmo em causa a sua reclassificação, não teria isso sido alvo de atenção há muitas décadas atrás?

Para além disso, esta medida vem complicar a vida aos autores, porque se se passar a considerar os editores como co-autores, então o papel do autor fica fragilizado, sujeitando-se a ficar sob controlo de um editor – que passa a ter palavra a dizer sobre o que o autor poderá fazer ou não com a sua obra.

É uma completa subversão dos direitos de autor, e que demonstra que há mesmo muito por fazer para se modernizar as leis dos direitos de autor – incluindo a protecção dos mesmos contra este tipo de abusos por quem os detém e não os quer largar.

Aberto até de Madrugada

PARTILHAR

RESPONDER

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …

Ana Gomes considera "elucidativo" que Sócrates a ataque e elogie Marcelo

Ana Gomes, candidata às eleições presidenciais, considerou “elucidativo” que o antigo primeiro-ministro José Sócrates a tenha atacado e elogiado Marcelo Rebelo de Sousa. Questionada pelos jornalistas sobre o artigo de José Sócrates divulgado na sexta-feira, em …

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …

Maduro ofereceu oxigénio ao Amazonas (quando há venezuelanos a morrerem por falta dele)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ofereceu oxigénio hospitalar ao Estado do Amazonas, no Brasil, para ajudar a combater a falta deste gás devido ao elevado número de casos de covid-19. Uma generosidade que está …

Pior dia da pandemia. Portugal regista 10.947 infetados e 166 mortos em 24 horas

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que, este sábado, Portugal atingiu dois recordes num só dia. Portugal voltou a registar um novo máximo este sábado, no dia dois do novo confinamento. Nas últimas …