DGS justifica ajuste directo em contrato de preservativos: técnico colocou um pisco por engano

A Direcção-Geral de Saúde adquiriu, por ajuste directo, 150 mil preservativos femininos e um milhão de embalagens de gel lubrificante, violando a lei dos contratos públicos. E a culpa foi de um técnico.

A compra de 150 mil unidades de preservativos femininos e de um milhão de unidades de gel lubrificante à empresa Hemicare, feita pela Direcção-Geral de Saúde (DGS) no âmbito das campanhas de prevenção do VIH/SIDA, está reportada na base de dados do governo, com as informações dos contratos públicos adjudicados e foi denunciada pelo blogue Má Despesa Pública.

No registo do contrato especifica-se que este foi celebrado a 20 de Janeiro de 2014 por um valor de 169.500 euros e por ajuste directo. Aquele montante obrigava a entidade a lançar um concurso público, para auscultar eventuais propostas mais vantajosas para a DGS – os contratos por ajuste directo só podem ser realizados até ao valor de 74.999 euros.

Segundo o CM, o Ministério da Saúde explica esta violação da lei com um “lapso” de um técnico, que ao efectuar o registo na base de contratos públicos online “não clicou na hipótese de compra ao abrigo do acordo-quadro”, colocando por engano “o pisco na hipótese de ajuste directo”.

A este diário, o Ministério garantiu ainda que será feita a correcção do “lapso”.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Que desculpa mais parva! Agora, as compras por ajuste directo estão à mercê de “erros” de piscos de funcionários, que ninguém superior verifica nem aprova. Querem que nós acreditemos?!… LOL
    Mas se for mesmo assim, então a culpa é do superior que deixou passar o erro e aprovou o pagamento.
    Viva a gestão da coisa pública! Paga, Zé Otário!

    • Não só a desculpa è parva, é mesmo a gozar com o pessoal.

      Se o problema è o “pisco”, porque é que o software não se encarrega disso?
      O montante está “abaixo” do pisco, passa, se não está não passa.
      O ‘gamano’ que estiver ao terminal haverá de dar-se conta de se ter enganado no “pisco”…..

  2. A ser verdade esta noticia só confirma maaaaaiis uma vez país que temos (corruptos e ou incompetentes a governar-nos) se a adjudicação for avante, pois se (por exemplo) não nos perdoam uma multa de excesso de velocidade porque temos de saber e cumprir a lei, então a empresa que concorreu a este fornecimento também deveria saber que o concurso não era legal por não cumprir os requisitos da lei podendo vir a ser considerado nulo.

  3. Não percebi… Afinal a compra foi por ajuste directo, ou foi por concurso? Pelo que li… A compra foi por concurso.. Houve sim foi um erro no registo da mesma na base de dados online dos concursos públicos…

    … é se assim foi… Também não é assim nada de escandaloso.. é apenas um erro de um funcionário a fazer um registo em base se dados… acontece a qualquer um! Como profissional no ramo consigo entender perfeitamente o cenário onde isso possa acontecer.. não entendo o drama!

    Para mais… Tendo sido concurso público.. Tem tb de haver registo anterior do mesmo.

  4. Nós precisamos de mtos preservativos … já que o PS só nos quer f***r (e há mtos portugueses que gostam disso).

  5. São mais Técnicos que trabalhadores na Direcção-Geral de Saúde!
    Quem seria o técnico? não estávão todos de folga?.

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …