/

DGS confirma 39 casos em Portugal. OMS diz que ameaça de pandemia é real

9

António Cotrim / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas

Há 39 casos confirmados de coronavírus em Portugal. A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que a ameaça de uma pandemia “voltou a ser muito real”.

O total de casos de infeção pelo coronavírus em Portugal aumentou para 39, mais nove do que no domingo, havendo uma doente com um quadro clínico mais gravoso e que se encontra em “vigilância apertada”.

As informações foram transmitidas pelo secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, em conferência de imprensa conjunta com a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas. Segundo o governante, existem dez hospitais de referência para a epidemia de Covid-19.

Graça Freitas avançou que destes sete novos casos, cinco estão internados na região Norte e os restantes na região de Lisboa e Vale do Tejo. A DGS avançou ainda que existem 339 casos suspeitos que aguardam resultados laboratoriais.

“Tirando o foco da região Norte, que é um foco mais ativo, a situação está relativamente controlada. Não temos tido um crescimento desproporcionado e exponencial da doença. As medidas de contenção parecem estar a funcionar”, afirmou ainda a diretora-geral da Saúde, citada pelo jornal online Observador.

“Até ao momento estamos tranquilos. Não quer dizer que amanhã ou dentro de dois ou três dias não possamos estar numa situação semelhante à de Itália. Não sabemos”.

Há algumas horas, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou, através de um comunicado no site da Presidência, que o teste de despiste que realizou hoje de manhã deu negativo, mas que vai continuar a “trabalhar em casa até perfazer as duas semanas referidas na nota ontem divulgada”.

Em declarações à RTP3, o chefe de Estado disse ter recebido o resultado “com satisfação”, e que correspondeu “ao que esperava”, uma vez que continua sem sintomas.

Franck Riester, ministro da Cultura francês, deu positivo no teste do Covid-19, anunciou este segunda-feira o seu gabinete. O país regista já 25 mortos e 1412 casos positivos.

Esta tarde, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que a ameaça de uma pandemia “voltou a ser muito real”, depois de o número de casos ter superado os 100 mil contágios em mais de 100 países.

“É preocupante que tantos países tenham sido afetados tão rapidamente, o número de casos mostra que a ameaça de pandemia se revelou muito real, mas esta pode ser a primeira pandemia na história que seremos capazes de controlar”, estimou Tedros Adhanom Ghebreyesus numa conferência de imprensa.

A OMS declarou a última pandemia global em 2009, com a gripe A.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Não nos preocupa a palavra, mas sim a reação que provoca e queremos que esta seja a de continuar a lutar, não a de abandonar”, afirmou a este respeito o diretor executivo da OMS para Emergências Sanitárias, Mike Ryan.

Mais de 70% das pessoas contaminadas pelo novo coronavírus na China estão curadas, anunciou hoje a OMS, indicando que o gigante asiático “está prestes a controlar a epidemia”.

“Em 80 mil casos reportados na China, mais de 70% estão curados”, afirmou o responsável da OMS.

  ZAP // Lusa

9 Comments

  1. Tanto vírus que por aí anda, alguns bem mais contagiosos e mortais que este. Pois o corona até agora ainda só matou pessoas de idade avançada e com antecedentes de debilidade. Pessoas saudáveis este vírus não mata.
    Ora por que razão tanto alarido?
    A maior parte dos infectados não morre e supera a doença como uma gripe. Têm morrido apenas algumas pessoas que já tinham problemas de saúde prévios e de idade bastante avançada.
    Em França há 60 e tal milhões de habitantes e até agora só morreram 16 pessoas todas elas bastante idosas e que já tinham problemas de saúde.
    Ora por que razão tanto alarido para este vírus?
    Uma qualquer outra gripe contagia-se com a mesma facilidade.
    Ora qual é a jogada por detrás de toda esta histeria?
    Como eu já há muita gente que se questiona!
    Desvio de atenções internacionais? Objectivos económicos? Anti-globalização? Negócios de farmácias e laboratórios?
    Aqui há gato…

    • Espalhar o histerismo e o pânico para assim se controlar melhor o gado, esse mesmo gado desconhece que morrem quase 4 milhões de pessoas no mundo todos os anos por problemas nas vias respiratórias e o que ninguém informa é que o teste do vírus corona acerta entre 30 a 40%

  2. Senhores Miguel José e D.Carla
    Vamos lá pensar, com calma e bom-senso . Independentemente da proveniência do Novo Corona Vírus,com ou sem teorias da conspiração, há umas quantas questões que são importantes :1) O vírus é novo, como tal desconhecido em muitos aspectos, nomeadamente no que respeita à sua evolução (é um vírus RNA , com possibilidades de mutações, não necessariamente favoráveis ao ser humano).2) Lá porque os “velhinhos” e os doentes com imunodeficiências e os doentes cardíacos, respiratórios, renais crónicos, são os que mais morrem, não é razão para deixar de se conter a propagação do vírus.3) Se as pessoas “saudáveis” adoecerem, não deixam de estar em risco e de consumirem cuidados hospitalares, ficarem sem trabalhar e de contagiarem mais pessoas quer os mais saudáveis e mais fortes, quer os mais doentes.E as grávidas meus caros senhores ?Quais as consequências da infeção com este novo virus ?Mesmo que fiquem curadas, com análises negativas, quem nos garante que a infeção não venha a ter consequências ?4)E as consequências na economia dos países, com tantas empresas a ficarem numa situação crítica ?
    Nem pânicos, nem negligência, OK ? Não me levem a mal, mas pensem bem antes de darem a vossa opinião.Saúde para todos, e não deixem de ter rotinas saudáveis, por todos nós já conhecidas e que EFECTIVAMENTE ajudam na contenção deste novo vírus que não é assim tão insignificante como se pode pensar.Em termos de taxas de mortalidade estamos assim :Novo Corona-3,4%,Influenza-Gripe-1%.Tanto quanto se sabe HOJE.Pode alterar para pior ! Saudações.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.