//

Detido hacker que pirateou emails do Benfica

1

(dr)

O hacker Rui Pinto, alegado autor do blogue Football Leaks e do roubo dos emails do Benfica

Rui Pinto, o ‘hacker’ português que terá acedido ilegalmente aos e-mails do Benfica, foi detido na Hungria, disse hoje à agência Lusa fonte policial.

O alegado pirata informático que terá roubado e divulgado correspondência electrónica do Benfica, Rui Pinto, foi detido na Hungria. Em causa estão crimes de extorsão qualificada na forma tentada, acesso ilegítimo, ofensa a pessoa coletiva e violação de segredo.

A detenção foi revelada pela Procuradoria-Geral da República e pela Policia Judiciária. Em comunicado enviado à imprensa, a PGR e a PJ adiantam que “no âmbito de inquérito dirigido pelo Ministério Público, com investigação realizada pela Polícia Judiciária e na sequência de diligências cumpridas em sede de cooperação internacional em país comunitário, foi concretizada a detenção de um cidadão nacional de 30 anos de idade, sobre quem impendia Mandado de Detenção Europeu“.

A identidade do hacker, que terá acedido ilegalmente a correspondência electrónica do Benfica, foi adiantada em setembro pela Sábado. Segundo a revista, Rui Pinto tem 30 anos, operava a partir de Budapeste, e é um génio da informática que ainda muito jovem foi apanhado pela primeira vez, depois de desviar 270 mil euros de um banco.

O jovem hacker português é suspeito não apenas do furto dos emails do Benfica, mas também de um conjunto de processos que agrupa as queixas da Doyan, em 2015, as queixas do Sporting e, mais tarde, as queixas do Benfica.

Segundo revelou em 2016 o blogue Football Leaks Revealed, Rui Pinto será também o autor do Football Leaks, blogue que divulgou documentos confidenciais sobre as transferências de vários jogadores do Benfica, FC Porto e Sporting. Em declarações ao CM, o hacker português negou a acusação, dizendo-se vítima de difamação.

Rui Pinto terá histórico como hacker, terá sido igualmente em 2013 autor de um ataque informático ao Banco Caledónia, das Ilhas Caimão, no qual terá transferido 300 mil dólares para o Deutsche Bank.

O alegado hacker terá na altura sido detido, mas o seu advogado, diz a Marca, conseguiu que pagasse apenas uma multa de 100 mil dólares como “castigo”.

“Um passo para a verdade”

A SAD do Benfica disse hoje esperar que a detenção do alegado responsável pelo acesso ilegítimo ao correio eletrónico do clube seja um passo para chegar à verdade e às motivações do ataque.

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD estará, como sempre esteve, à disposição das autoridades e espera que este seja um passo importante para que se chegue à verdade e às motivações que possam ter estado por trás de um crime que tantos danos causou e continua a causar ao Sport Lisboa e Benfica“, lê-se num comunicado.

O Sport Lisboa e Benfica respeita e seguirá atentamente o desenvolvimento do processo. Reitera que dará todo o seu contributo – na medida em que este lhe for solicitado – para que se descubra a verdade“, referem as ‘águias’.

  ZAP //

1 Comment

  1. @extorsão qualificada na forma TENTADA, ACESSO ilegítimo, OFENSA a pessoa coletiva e violação de [email protected]

    O SUSPEITO vai logo preso…

    Que crime tao grande se comparado a tantos outros que diariamente nos chegam ao conhecimento…
    Hoje mesmo, um traficante de influencias condenado apos esgotados recursos, que se foi entregar na casa dos 44s, teve o desplante de publicamente se julgar inocente.
    Um CONDENADO pode afirmar publicamente que eh INOCENTE.
    Um SUSPEITO vai direitinho pro calabouco, fosse ele pulhitico ja se podia albergar na VIP casa dos 44s.
    Que rica justica e democracia…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE