Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Alejandro Garcia / EPA

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél.

Segundo o jornal Público, pelo menos 14 pessoas foram detidas, em Barcelona, durante as manifestações a favor da libertação do rapper catalão. Uma das pessoas foi detida por agressão a um agente da autoridade, indicaram os Mossos d`Esquadra (Polícia da Catalunha).

As restantes foram detidas por delitos de desordem pública, lançamento de artefactos incendiários contra polícias e ateamento de fogo a uma carrinha da Guardia Urbana (polícia municipal de Barcelona). No interior estava o condutor, que acabou por sair ileso.

A manifestação, que contou com cerca de quatro mil pessoas, decorreu em grande parte de forma pacífica, mas, no final, pequenos grupos violentos dispersaram-se por diferentes zonas do centro da cidade, causando novamente incidentes.

A esquadra da Guardia Urbana foi atingida por objetos, várias dependências bancárias foram apedrejadas, um hotel e um concessionário de automóveis regados com líquidos inflamáveis e diversas lojas saqueadas. Contentores do lixo foram usados para formar barricadas, com alguns deles a serem queimados.

Os distúrbios estenderam-se a outras cidades catalãs, como Sabadell, onde foram erguidas barricadas, Tarragona, onde uma agência bancária foi apedrejada e o campus universitário vandalizado, e Lérida, onde uma patrulha da polícia municipal foi também apedrejada e diversas lojas foram vandalizadas.

O presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, classificou, nas redes sociais, “os atos de vandalismo e violência” como “inaceitáveis”. No mesmo sentido, o presidente do Governo da Catalunha em exercício, Pere Aragonès, afirmou que tais atos “não são liberdade de expressão nem de manifestação”.

Pablo Hasél está preso por injúrias à monarquia espanhola e por glorificação do terrorismo. O músico, que foi detido a 16 de fevereiro na reitoria da Universidade de Lérida, onde se trancara, foi condenado a nove meses de prisão.

Cerca de três mil manifestam-se pela independência

Este domingo, cerca de três mil pessoas manifestaram-se no centro da cidade catalã para exigirem a constituição de um Governo independentista, num protesto convocado pela Assembleia Nacional Catalã (ANC).

Com o lema “Somos agora 52%”, numa alusão aos resultados das eleições legislativas da Catalunha realizadas a 14 de fevereiro, a ANC apelou a uma concentração na Plaza de Catalunya para exigir um “Governo independentista agora”, que seja capaz de gerir “a urgência social e nacional”.

O protesto começou cerca das 12h00 com os manifestantes a gritarem várias palavras de ordem, como “Puigdemont, o nosso presidente” e “Independência”, e empunharam bandeiras que apelavam ao fim da “repressão” e da liberdade dos líderes independentistas detidos.

Num palco localizado no centro da praça, vários membros das entidades soberanas da Catalunha pediram “sentido de estado” e destacaram a necessidade da formação de “um Executivo forte e independente” porque só um “Governo de concentração nacional “poderá superar a crise e avançar para a independência da Catalunha”.

Esta semana, a Comissão dos Assuntos Jurídicos do Parlamento Europeu votou o levantamento da imunidade de Carles Puigdemont, Toni Comín e Clara Ponsati. As moções foram aprovadas com 15 votos a favor, oito votos contra e duas abstenções e, de acordo com fontes parlamentares, a decisão será submetida à sessão plenária de março.

Em caso de levantamento da imunidade parlamentar, cabe às autoridades do país do deputado decidir se retiram ou não o seu mandato. Puigdemont, Comín e Ponsati foram eleitos durante as eleições europeias em maio de 2019.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …