CDS quer descontos nos impostos para empresas a quem o Estado deve dinheiro

Estela Silva / Lusa

A quinta medida do CDS no âmbito do programa eleitoral para as legislativas é impedir que empresas a quem o Estado deve dinheiro tenham de pagar a totalidade dos impostos e contribuições.

O CDS quer criar um mecanismo de acerto de contas que permita descontar as dívidas do Estado diretamente nos impostos. A ideia passa por, nos casos das empresas que são credoras do Estado e, ao mesmo tempo, devedoras de algum imposto ou taxa, permitir que essa fatura seja descontada nos seus impostos.

“Assim, as faturas vencidas e não pagas pelo Estado são convertidas, depois de devidamente certificadas pelo Ministério das Finanças em títulos da dívida”, adianta a argumentação que acompanha a proposta centrista. Os títulos podem então ser usados para fazer os pagamentos devidos ao Estado (mas para mais nenhum fim).

“O Estado é muitas vezes devedor, pagando tarde, fora de prazo ou, simplesmente, estando eternamente sem pagar”, adianta o partido, citado pelo Expresso. Por isso, o Estado pede “sistematicamente” aos credores “que tenham um pouco mais de paciência”, mas não mostra a mesma tolerância quando está na posição de credor: “Nessa altura, o Estado não perdoa um atraso!“.

Para o CDS, “isto é uma injustiça, e não é próprio de um Estado justo. Como pode pedir-se dinheiro a tempo e horas a quem o Estado está a dever dinheiro há dias e meses e anos?”. A ideia é aplicar a medida de forma faseada, começando por um projeto piloto dirigido às micro e pequenas empresas.

Das cinco propostas já anunciadas pelo partido, esta não é a primeira a focar-se na relação entre o Estado e os contribuintes e empresas. O partido já tinha apresentado uma proposta para pôr um travão aos “abusos” da Autoridade Tributária no que toca às penhoras. Agora, mostra que a intenção é manter essa linha.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Itália exige "respeito": vai abrir fronteiras, mas excluir países que impõem restrições a italianos

Apesar de acredita "no espírito europeu", o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano sublinhou que o país está pronto "para fechar as fronteiras" àqueles que não o respeitem. A Itália vai abrir as suas fronteiras internacionais a …

As Forças Armadas sul-africanas não estavam preparadas para um inimigo invisível

A Força de Defesa Nacional da África do Sul não está preparada para combater uma pandemia silenciosa como a da covid-19. Este "inimigo invisível" veio trazer à tona as fragilidades do país. As Forças Armadas da …

Putin convoca referendo sobre alterações constitucionais para 1 de julho

A aprovação da reforma constitucional permitirá ao atual Presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprir mais dois mandatos suplementares a partir de 2024. Vladimir Putin anunciou a data de 1 de julho para o referendo nacional de …

Depois das máscaras e do gel, procura por acrílico dispara

À semelhança do que aconteceu com as máscaras de proteção e com o álcool-gel, a procura mundial por acrílico está a aumentar. Primeiro foram as máscaras e o desinfetante em gel, mas agora há um novo …

Real Madrid não volta ao Santiago Bernabéu até final da temporada

O Real Madrid vai disputar os restantes jogos da Liga espanhola de futebol na condição de visitado no estádio Alfredo di Stéfano, no centro de treinos merengue. Segundo a agência EFE, Florentino Pérez enviou uma carta …

Metade das empresas que aderiram ao teletrabalho tenciona mantê-lo

A pandemia veio mudar a forma como trabalhamos. Quase metade das empresas que aderiram ao teletrabalho tenciona manter a atividade, ou parte dela, em regime de trabalho remoto.  De acordo com um inquérito da CIP - …

"Muitos de vocês são fracos". Trump critica ação dos governadores durante protestos

O Presidente dos Estados Unidos ridicularizou alguns governadores estaduais por serem "fracos" e exigiu-lhes que tomem medidas duras contra os manifestantes, após mais uma noite de violência em diversas cidades. Donald Trump conversou com os governadores, …

O vírus "não desapareceu". DGS apela para responsabilidade dos adeptos de futebol

Graça Freitas apelou aos adeptos de futebol para que respeitem as regras da Direção-Geral da Saúde, sublinhando que não podem existir ajuntamentos junto aos estádios e concentrações de pessoas em cafés ou em outros locais. Durante …

PSD junta-se ao Bloco e PCP e pede apreciação parlamentar do decreto das PPP na Saúde

O PSD pediu a apreciação parlamentar do decreto-lei que regulamenta a criação de parcerias público-privadas (PPP) na Saúde. O maior partido da oposição junta-se assim ao Bloco de Esquerda e PCP, embora com motivos diferentes. Os sociais-democratas …

Reembolsos de IRS estão a ser "indevidamente retidos", denuncia Provedora de Justiça

Maria Lúcia Amaral escreveu ao secretário de Estado dos Assuntos Fiscais para pedir a correção de erros, lembrando que o reembolso é uma ajuda preciosa para muitas famílias, nomeadamente nesta altura. A Provedora de Justiça, Maria …