Alunos do secundário vão ter descontos em certificados de línguas

Os alunos do ensino secundário, que no 11.º ano fizerem exame de línguas, vão ter desconto na realização de provas de certificação por parte dos institutos estrangeiros.

Os alunos do ensino secundário que façam a partir deste ano o exame nacional às línguas estrangeiras, no 11.º ano, vão ter desconto na realização de provas com vista à obtenção de um certificado de proficiência por parte dos institutos estrangeiros responsáveis por esta certificação.

A notícia foi confirmada ao Público esta terça-feira pelo Ministério da Educação. No final do mês de março, João Costa, secretário de Estado da Educação, já tinha informado os deputados que o ministério estava “a trabalhar para que os alunos possam ter acesso a certificados internacionais”.

Embora não tenha adiantado muitos pormenores, João Costa esclareceu que esta medida se destina a alunos do 11.º ano que realizem os exames nacionais de Inglês, Francês, Alemão e Espanhol.

O Ministério da Educação garantiu que os protocolos estão a ser celebrados entre o Instituto de Avaliação Educativa (Iave) e vários institutos de línguas “não têm as características” daquele que foi assinado no mandato de Nuno Crato com a Universidade de Cambridge,que foi suspenso em 2016.

Trata-se de um processo voluntário e não de uma certificação imposta. “Não integra o sistema de avaliação das aprendizagens e os professores das escolas não estão obrigatoriamente envolvidos no processo de certificação”, especifica o Ministério.

Em comunicado, a Federação Nacional de Professores (Fenprof) manifestou-se surpresa pelo facto do Iave estar a celebrar protocolos não só com Cambridge, mas também com o Goethe Institut, o Instituto Cervantes e o Instituto Francês de Portugal.

“É completamente estranho e contraditório que os responsáveis do Ministério da Educação tenham suspendido e bem, o exame de Inglês e não se demarquem agora dos referidos protocolos assinados pelo Iave”, afirma a Fenprof.

Além disso, considera que estes acarretam “o desprestígio da qualidade da certificação das competências linguísticas adquiridas nas escolas públicas”.

Por outro lado, o Ministério da Educação defende que estes protocolos vêm “garantir o reconhecimento da qualidade da formação linguística conferida pelo sistema educativo português e não submeter essa qualidade a uma avaliação por uma entidade externa”.

Segundo o Jornal de Notícias, o objetivo “é que os alunos possam assim enriquecer o seu currículo”. Os descontos podem ser superiores a “50%”, avança o jornal.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Restos mortais de morcego-vampiro podem desvendar mistérios sobre a espécie extinta

A descoberta da mandíbula de um morcego que viveu há 100 mil anos pode ajudar a responder a algumas incógnitas sobre a espécie extinta. Os restos mortais foram encontrados numa caverna na Argentina. De acordo com …

Vacinação de crianças saudáveis está aberta à "livre escolha dos pais"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salientou este sábado que as autoridades de saúde não proibiram a vacinação contra a covid-19 para crianças saudáveis, considerando que “esse espaço continua aberto à livre escolha …

Tal como nos humanos, a cafeína ajuda as abelhas a aumentar o foco e a eficácia

Um novo estudo indica que, tal como em muitos humanos, uma injeção de cafeína ajuda as abelhas a manterem-se mais concentradas e a realizarem o trabalho com mais eficiência. Uma equipa da Universidade de Greenwich percebeu …

Astrónomos detetam, claramente e pela primeira vez, um disco a formar satélites em torno de exoplaneta

Com o auxílio do ALMA, do qual o ESO é um parceiro, os astrónomos detetaram pela primeira vez de forma clara a presença de um disco em torno de um planeta fora do nosso Sistema …

E se a Terra parasse subitamente de girar?

O nosso planeta demora 23 horas e 56 minutos a completar uma volta em torno do seu eixo, movendo-se a cerca de 1.770 quilómetros por hora. Aprendemos estes pormenores sobre o planeta azul na escola, …

Sporting 2 - 1 Braga | Leão entra em 2021/22 a rugir

O Sporting parece querer manter a senda de sucesso da época passada e entrou em 2021/22 com o pé direito. Os “leões” bateram o Sporting de Braga por 2-1, num jogo que valeu, sobretudo, pela primeira …

Ensinar crianças a dizer palavrões? Uma cientista acha que é boa ideia

A auto-intitulada "cientista dos palavrões" acredita que ensinar as crianças a usá-los de forma eficiente ajuda os mais novos a perceber como este palavreado afecta outras pessoas. Já se sabia que dizer palavrões é um sinal …

Fósseis misteriosos podem ser uma das provas mais antigas de vida animal na Terra

Elizabeth Turner, cientista numa universidade do Canadá, poderá ter encontrado a prova mais antiga de vida animal na Terra. Uma cientista encontrou possíveis sinais de vida animal multicelular em restos de recifes microbianos de há 890 …

E se o mundo entrasse em colapso? Cientistas descobrem qual o país onde há maior probabilidade de sobreviver

Caso a civilização entre em colapso - uma possível consequência das alterações climáticas - os cientistas já descobriram qual o lugar do mundo onde há maior probabilidade de sobreviver: é na Nova Zelândia. Numa pesquisa, dois …

"Dança quem está na roda", responde Marcelo sobre ausência de Bolsonaro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que "dança quem está na roda" quando questionado pelos jornalistas sobre a ausência do homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, da cerimónia de reinauguração do Museu …