Governo quer estender descontos nos passes sociais a todo o país

Mário Cruz / Lusa

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes

A medida que prevê a descida dos preços dos passes sociais, avançada por Fernando Medina para a área Metropolitana de Lisboa, será aplicada a todo o país, caso avance, garantiu o ministro do Ambiente.

João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente, garantiu, em declarações ao Jornal de Negócios e ao Público nesta terça-feira, que a medida será alargada a todo o país, caso venha a ser efetivada.

De acordo com o ministro, esta medida custaria ao Estado e às autarquias um montante máximo de 95 milhões de euros, ou seja, mais 30 milhões do que o valor inicialmente falado só para Lisboa. No último fim de semana, Fernando Medina disse, em declarações ao Expresso, que seriam necessários 65 milhões de euros.

Para que a medida entrasse em vigor, a área Metropolitana do Porto precisaria de ser subsidiada com 15 a 20 milhões de euros. Por sua vez, o resto do país receberia cinco a dez milhões de euros.

O ministro do Ambiente deixou ainda uma ressalva à iniciativa, explicando que “não faz sentido ser o Estado central, por via do Orçamento do Estado, a financiar a despesa com as indemnizações a pagar às empresas de transporte nas deslocações intramunicipais”.

Segundo Matos Fernandes, os valores estimados já incluem as indemnizações a pagar às empresas de transporte, públicas e privadas, por perda de receitas, mas não contabilizam o ganho de receita que venha a ser obtido pelo aumento da procura.

A medida que pretende revolucionar os passes sociais partiu de Medina que pediu verbas do próximo Orçamento de Estado para conseguir uma redução dos preços dos passes sociais na capital, propondo um teto máximo de 30 euros por mês para os passes dentro da cidade e de 40 euros para viajar nos 18 municípios – ao que parece, a medida terá sido bem recebida por António Costa.

Portugal é dos países que menos gasta em transportes

De acordo com o Jornal de Negócios, os gastos do Estado português em transportes estão abaixo da média europeia. Segundo os dados do Eurostat, Portugal investiu 1,7% do PIB em transportes em 2016, o último ano para que há dados comparáveis na Europa.

Esta percentagem traduz-se em 2,97 mil milhões de euros de despesa em transportes nesse ano, assumindo um produto interno bruto (PIB) de 174,5 mil milhões de euros. A falta de verbas e investimento tem sido sentida por empresas de transportes como a CP.

Na União Europeia, a despesa relacionada com transportes em 2016 foi de 1,9% do PIB, abaixo dos 2% registados em 2015. As percentagens mais elevadas registaram-se no Luxemburgo, Estado-membro que gasta 3,7% do PIB em transportes, e ainda Hungria e República Checa, ambas com 3,5%.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Fernando Medina, armado em esperto, pregou uma rasteira ao governo.
    Pensava ele que poderia colocar todos os portugueses a pagar a redução dos passes só em Lisboa.
    Agora António Costa tem de estender a medida a todo o país e isso vai custar mais de 400 milhões de euros/ano.
    E o problema é que os transportes não terão qualquer melhoramento nos horários, na cobertura de itinerários, e na comodidade, o que vai levar os cidadãos a não deixar os carros próprios em casa.
    É assim… quando um asno zurra, não há vantagens e alguém paga !

  2. Estamos governados por incompetentes e é ver asneira sobre asneira! A maior parte do país não tem transportes públicos para os locais que as pessoas mais frequentam nem com a frequência necessária, passar passes sociais para a pessoa ter que andar de viatura própria para que serve isso? Se o querem fazer em Lisboa, Porto ou mais alguma cidade que o justifique que o façam pagar aos utentes dessas áreas de residência e não andem a dar presentes envenenados a todos os outros.

  3. Pois existe rede de transportes públicos por todo o país! Onde vivo não há, solução tenho de andar de carro que fica bem mais caro do que os actuais passes sociais para estes cidadãos..Então porque não me fazem descontos na hora de pagar o combustível, o imposto de circulação e principalmente quando vou à oficina para ser feita alguma reparação?..

  4. No geral é uma boa ideia, se estendida a todo o Pais. Portugal, que assinou os acordos de Paris sobre o clima, está obrigado a diminuir as suas emissões de Co2 e esta medida pode ajudar bastante nisso; é preferível implementar um plano destes, que tem um custo aproximado de 100 milhões de euros, do que pagar mais em multas e continuar a poluir. Aliás, em muitos países da Europa Comunitária já corre pelos corredores a ideia de transporte públicos totalmente gratuitos. Quanto á conversa de “eu não quero pois não tenho transportes públicos no meu vilarejo” nem vale a pena discuti-la, pois a se isso fosse levado em conta o Mundo ainda estaria no Paleolítico; não havia pontes (pagas por todos nós) pois há quem não viva ao pé da água, nem boas estradas (pagas por todos nós) pois nem todos têm carro, nem serviço nacional de saude / educação (pagos por todos nós) pois há que fique pouco doente e outros que não querem aprender a ler e a escrever, etc, etc.

RESPONDER

Cidade italiana vai pagar às pessoas que andem de bicicleta

O responsável da cidade italiana de Bari, Antonio de Caro, quer "duplicar o número de bicicletas na cidade" e vai pagar às pessoas que usem esse meio de transporte. A nova iniciativa prevê que os cidadãos …

Astrónomos registam "explosão mortífera" em estrela recém-nascida

Um grupo de investigadores registou uma explosão fortíssima na superfície de uma jovem estrela localizada na constelação de Órion, cuja força supera em dez milhões de vezes fenómenos parecidos no Sol. "Nós examinamos as estrelas vizinhas, …

Forças armadas alemãs ponderaram recrutar estrangeiros (mas ninguém se quis juntar)

As forças armadas da Alemanha estão a lutar para atrair recrutas muito necessárias, com o número de novos soldados no Bundeswehr a cair para um recorde no ano passado. A escassez é um desafio urgente para …

FC Porto vs Vitória Setúbal | Superioridade total do dragão

O FC Porto não vacilou e regressou às vitórias na Liga NOS. Na recepção ao Vitória de Setúbal, os “dragões” venceram por 2-0, num jogo que esteve longe de ser espectacular e que valeu pela …

Os portugueses dormem pouco e mal

Os portugueses estão a descansar poucas horas, dormindo em média menos de seis horas diárias, com reflexos negativos na vida ativa e social, disse esta sexta-feira o presidente da Associação Portuguesa do Sono (APS), Joaquim …

Vaticano destitui ex-cardeal dos Estados Unidos por acusações de abusos sexuais

A Congregação para a Doutrina da Fé expulsou do sacerdócio o ex-cardeal e arcebispo emérito de Washington Theodore McCarrick depois de este ser acusado de abusos sexuais de menores e seminaristas, anunciou o Vaticano. Num comunicado, …

Maré de água suja atingiu a já debilitada Grande Barreira de Coral

Um enorme manto de água poluída oriunda das recentes inundações que se registaram no nordeste da Austrália penetrou em partes da já debilitada Grande Barreira de Coral, o maior recife de coral do mundo. Estas camadas …

É oficial: Pedro Marques é o cabeça-de-lista socialista às europeias

O atual ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, é o cabeça de lista dos socialistas às eleições europeias. Era uma notícia já avançada por vários órgãos de comunicação social e hoje António Costa confirmou-a. …

Governo espanhol aprova ordem de exumação de Franco

O Governo espanhol aprovou a ordem para exumar o ditador Francisco Franco do seu atual lugar de enterro, o monumento do Vale dos Caídos, medida à qual a família ainda se opõe. Os familiares de Franco …

Sonda da NASA aperta órbita em preparação para a missão Marte 2020

A missão MAVEN (Mars Atmosphere and Volatile Evolution) da agência espacial norte-americana, já com 4 anos, está a embarcar numa nova campanha para apertar a sua órbita em torno de Marte. A operação vai reduzir …