Descobertas novas bactérias que “comem” gases com efeito de estufa

Brett Baker / University of Texas at Austin

Uma equipa de cientistas nos Estados Unidos descobriu cerca de duas dezenas de novas bactérias que usam hidrocarbonetos como o metano, gás com forte efeito de estufa, e o butano como fontes de energia para sobreviver e crescer.

Segundo os investigadores do Instituto de Ciências Marinhas da Universidade do Texas, estas novas bactérias podem ajudar a limitar as concentrações de gases de efeito de estufa na atmosfera e até serem úteis para a limpeza de derrames de petróleo.

Num artigo publicado esta quarta-feira no revista científica Nature Communications, os investigadores documentaram uma extensa diversidade nas comunidades microbianas que vivem nos sedimentos extremamente quentes localizados na bacia de Guaymas, no Golfo da Califórnia.

A equipa de investigação descobriu novas espécies microbianas que são tão geneticamente diferentes daquelas que foram previamente estudadas que representam novos ramos na árvore da vida. Muitas dessas espécies possuem capacidade de degradação de substâncias de poluentes, semelhantes às de outros micróbios previamente identificados no oceano e no solo.

“Isto mostra que os oceanos profundos contêm uma vasta biodiversidade inexplorada e que os organismos microscópicos são capazes de degradar petróleo e outras substâncias químicas prejudiciais”, disse o professor assistente de ciência marinha Brett Baker, que liderou a investigação.

Segundo o cientista, “sob o fundo do mar existem enormes reservatórios de gases hidrocarbonetos – incluindo metano, propano, butano e outros – e esses micróbios impedem que esses gases com efeito estufa sejam libertados na atmosfera”.

Para o novo estudo – representando a maior amostragem genómica de sedimentos da Bacia de Guaymas – os investigadores recolheram sedimentos a 2.000 metros de profundidade, onde a atividade vulcânica eleva a temperatura para cerca de 200 graus Celsius, contendo amostras de 551 genomas diferentes, 22 dos quais representaram novas entradas na árvore da vida.

“A árvore da vida é algo que as pessoas têm tentado entender desde que Darwin surgiu com o conceito, há mais de 150 anos, e ainda é um alvo em movimento”, refere Baker no artigo publicado na Nature Communications. O investigador explicou que “tentar mapear a árvore da vida é realmente crucial para entender todos os aspetos da biologia”.

Apenas cerca de 0,1% dos micróbios do mundo podem ser cultivados, o que significa que existem milhares, talvez milhões, de micróbios ainda a serem descobertos, adiantou.

A equipa de Baker investiga as interações entre as comunidades microbianas e os nutrientes disponíveis no ambiente, retirando amostras de sedimentos e micróbios da natureza e, em seguida, extraindo ADN das amostras, que sequenciam para juntar os genomas individuais.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Microempresas do turismo do Norte com maior adesão a apoios

As microempresas de turismo do Norte foram as que mais dinheiro receberam da linha de apoio à tesouraria criada em resposta ao impacto da pandemia nesse setor, ficando com 29,3% (15,3 milhões de euros) do …

Migrantes marroquinos "desesperados e assustados" em greve de fome. Entre eles está uma mulher grávida

Seis dos migrantes marroquinos que chegaram ilegalmente em setembro estiveram em greve de fome, entre os quais uma grávida. Dizem não serem autorizados a falar com as famílias há mais de 40 dias. O protesto é …

TAP precisa de mais de 100 milhões por mês até final de 2020

O Plano de Tesouraria da TAP para 2020 revela que a empresa precisa, em média, mais de 100 milhões de euros por mês até ao final do ano para suprir as necessidades de liquidez. De acordo …

Fafe declara estado de emergência municipal devido à "rapidez" da propagação da covid-19

O concelho de Fafe está em estado de emergência municipal devido à “evolução grande” do número de infetados com o novo coronavírus e à “rapidez” da propagação, anunciou o presidente da Câmara. Em vídeo publicado nas …

Ameaça iminente. FBI alerta que hackers vão atacar sistema de saúde dos Estados Unidos

O Departamento Federal de Investigação (FBI) e duas agências federais anunciaram que cibercriminosos estão a desencadear um grande ataque de resgate contra o sistema de saúde dos Estados Unidos. Num alerta conjunto, o FBI e duas …

Multidão para ver ondas gigantes na Nazaré. Câmara corta acesso ao Farol

A Câmara e a Capitania da Nazaré decidiram cortar o acesso pedonal à estrada do Farol, para conter a excessiva concentração de público que assiste às ondas gigantes e garantir condições de segurança, informou o …

"Os números falam por si". Fauci critica reação dos Estados Unidos à pandemia e politização das máscaras

O principal epidemiologista norte-americano, Anthony Fauci, criticou a política errática do Governo do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em relação à covid-19, e lamentou o escasso uso de máscaras devido a motivações políticas. Durante uma …

Turistas podem circular entre concelhos apesar das restrições

Apenas os turistas estão autorizados a circular entre concelhos, apesar das restrições que vigoram entre 30 de outubro e 3 de novembro, indicou a AHRESP, citando um esclarecimento do Executivo. Segundo o esclarecimento enviado pelo gabinete …

É preciso esforço grande agora para salvar o Natal, alerta Santos Silva

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse esta quarta-feira ser necessário “um esforço muito grande” para travar a propagação do coronavírus ” para salvar o Natal” das famílias dos cerca de 5 milhões …

"É uma treta". Ronaldo publica (e depois apaga) crítica a teste à covid-19

O futebolista Cristiano Ronaldo, capitão da seleção portuguesa, modificou a publicação efetuada esta quinta-feira no Instagram, tendo retirado a frase “PCR é uma treta”, em referência ao teste de despiste à presença do novo coronavírus. Um …