Desactivados dois reatores nucleares na Coreia do Sul após morte de três trabalhadores

Scott Rotzoll / Flickr

A iluminação da rotunda de Gonguptop, em Ulsan, tem estado desligada para poupar energia desde o encerramento de algumas centrais sul-coreanas

A iluminação da rotunda de Gonguptop, em Ulsan, tem estado desligada para poupar energia desde o encerramento de algumas centrais sul-coreanas

O Governo da Coreia do Sul ordenou hoje a desativação de dois reatores nucleares que se encontravam em construção e em fase de teste, após a morte de três trabalhadores que inalaram gases tóxicos libertados das obras.

Os trabalhadores morreram alegadamente devido a uma fuga de azoto numa conduta subterrânea, enquanto participavam na construção dos novos reatores da central nuclear de Gori, perto de Ulsan, a cerca de 400 quilómetros a sudeste de Seul.

O Ministério do Trabalho sul-coreano está a levar a cabo uma investigação com as autoridades nacionais de regulação nuclear, os responsáveis da fábrica, a empresa de construção e a polícia, com o objetivo de determinar as causas do acidente.

O acidente ocorreu depois de nas últimas semanas terem ocorrido fugas de informação sobre centrais nucleares, incluindo a de Gori, realizadas por um pirata informático.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Ato que nenhum fim pode justificar". Vaticano critica a aceitação mundial da eutanásia

Através de um novo documento, o Vaticano condenou a disseminação da aceitação internacional da eutanásia e do suicídio assistido, inclusive em alguns países tradicionalmente católicos da Europa. O Vaticano referiu no documento publicado hoje - e …

Facebook teme sair da Europa caso não possa transferir dados para os EUA

A Comissão de Proteção de Dados irlandesa propôs que os dados dos cidadãos europeus não possam sair do continente. O Facebook diz que não sabe como poderá continuar a prestar os seus serviços na Europa …

O guarda-redes do Chelsea é o melhor em quê? "Em cometer erros"

Kepa alvo de críticas fortes. Frank Lampard confirmou a chegada de mais um guarda-redes, proveniente de França. O Chelsea volta a ser notícia por causa do mercado e volta a ser notícia por causa de um …

Promotores assumem pela primeira vez que Trump pode ser investigado por fraude fiscal

O gabinete do procurador do distrito de Manhattan, que tem travado uma batalha legal com o Presidente dos Estados Unidos (EUA) para obter as suas declarações de impostos, sugeriu na segunda-feira, pela primeira vez, que podia …

Revelada causa da morte de 300 elefantes no Botsuana

O Governo do Botsuana anunciou, esta segunda-feira, que uma cianobactéria foi a causa da misteriosa morte de cerca de 300 elefantes no Botsuana em meados deste ano. A causa da morte dos paquidermes foi determinada após …

Cavani: brasileiros com milhões... mas pessimistas

O Grémio estabelece quatro parcerias para contratar o uruguaio. No entanto, a direção do clube não acredita que Cavani se vai mudar para Porto Alegre. "Na vida, se não conversas, nada sabes. Até pode surgir uma …

Ministério da Saúde indiano sem dados sobre médicos que morreram de covid-19. Associação fala em 382 óbitos

Depois de o Ministério da Saúde indiano ter afirmado esta semana que o não dispõe dos dados sobre os profissionais de saúde que morreram devido à covid-19, a Associação Médica do país publicou uma lista …

Chega apresenta proposta que prevê castração química para pedófilos

O projeto de revisão constitucional do Chega, entregue hoje no parlamento, prevê a remoção dos órgãos genitais a criminosos condenados por violação de menores, algo que em si mesmo encerra dúvidas de conformidade com a …

Fluminense: as derrotas pós-Evanilson e as quatro ausências de Fred

O reforço do FC Porto deixou a equipa brasileira que, desde essa transferência, contabiliza mais derrotas do que vitórias. A instabilidade de Fred não ajuda. Portugal continua mais atento ao Flamengo do que ao Fluminense, mesmo …

MP suíço pede 28 meses de prisão para presidente do PSG e 3 anos para Valcke

O Ministério Público suíço pediu, esta terça-feira, uma pena de 28 meses de prisão para Nasser Al-Khelaïfi, presidente do Paris Saint-Germain, e de três anos para Jérôme Valcke, antigo número dois da FIFA. Trata-se dos primeiros …