Todos os deputados da Comissão terão acesso à informação sobre devedores

Os deputados da comissão de Orçamento e Finanças vão ter acesso a “toda a informação” que o Banco de Portugal fez chegar ao parlamento sobre os grandes devedores da banca.

Contudo, o acesso será definido sob critérios que vão ser determinados numa reunião de coordenadores na próxima sexta-feira. A garantia foi deixada esta quarta-feira pela presidente da comissão, Teresa Leal Coelho (PSD).

“Houve consenso na reunião de mesa e coordenadores da Comissão de Orçamento e Finanças relativamente aos termos em que vamos desenvolver este processo. Vamos sobretudo dar garantias de transparência, da máxima transparência nos termos da lei e, por isso, porque os deputados da comissão de Orçamento e Finanças ainda não conhecem o relatório, o relatório seria distribuído quinta-feira aos coordenadores dos grupos parlamentares com assento na COFMA”, disse a presidente da comissão após uma reunião da mesa e coordenadores.

Só na sexta-feira, pelas 14h, haverá “uma nova reunião para estabelecer os critérios que presidirão à divulgação pública da informação. Naturalmente, com enorme respeito pelo principio da transparência, esse é o nosso objetivo, mas dentro naturalmente dos limites da lei”.

Será a partir dessa data que os restantes deputados da Comissão terão acesso à informação que o Banco de Portugal compilou nos últimos cem dias sobre os grandes devedores à banca.

Teresa Leal Coelho garantiu que todos os deputados terão acesso, ainda que sob medidas de segurança. “Naturalmente que todos os deputados da COFMA terão que ter acesso a esta informação. A toda a informação. Sem prejuízo de estarem ao abrigo de sigilo nalgumas matérias e até de responsabilidade criminal noutras matérias”, advertiu.

“Vamos ter precauções. Vamos criar um sistema que monitorize quem teve acesso. Os relatórios distribuídos, naturalmente, estarão marcados com marca d’água”, disse a presidente da COFMA, sublinhando, porém, que “nenhum deputado está sob suspeita”.

A deputada do PSD ressalvou, porém, que — apesar de a transparência ser o maior critério da comissão neste processo — os grupos parlamentares terão “naturalmente de salvaguardar a recuperação de créditos pelo sistema financeiro”. “É este equilibro, sendo que a nossa preocupação primeira será para com a máxima transparência dentro dos limites da lei”, disse.

Confrontada com a interpretação do BdP sobre a lei, Teresa Leal Coelho considera que o que vale é a interpretação do parlamento, a “interpretação autêntica”. “Essa questão está já ultrapassada. Já seguiu hoje mesmo uma carta para o Banco de Portugal fixando a interpretação que o Parlamento faz da lei e da importância da apresentação do relatório nos termos exatos que a lei estabelece, com informação agregada”, disse.

O que o Banco de Portugal diz na informação que prestou aos deputados “é que fez uma interpretação distinta da lei”, num ponto em concreto, o número 3 do artigo 4º. “Houve uma interpretação distinta feita pelo BdP, mas na sequência da interpretação autêntica feita pelo Parlamento à lei, seguiu uma carta para o BdP e essa informação será prestada ao Parlamento. O argumento do BdP, além dessa interpretação divergente da nossa, é que há uma agregação de informação que não produz um resultado lógico. Veremos quando chegar essa informação”, sublinhou Teresa Leal Coelho.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

ADSE recua e volta a comparticipar atos prescritos pelo SNS

A Associação Nacional de Beneficiários (Associação 30 de Julho) revelou que a ADSE recuou, perante uma reclamação da entidade, e vai voltar a comparticipar atos prescritos pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS). “Na sequência da reclamação …

O maior sistema de cavernas do mundo é (ainda) mais extenso do que se pensava

O maior sistema de cavernas do mundo estabeleceu um novo recorde depois de uma equipa de topógrafos conseguir mapear mais 13 quilómetros das passagens no Parque Nacional de Mammoth Cave, em Kentucky, nos Estados Unidos. As …

"Por trás lá vem a facada". Costa critica "duplicidade" da postura do Governo da Madeira

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu que as autonomias precisam de “solidariedade e confiança mútua”, assente na verdade, criticando a “duplicidade” da postura do Governo da Madeira no relacionamento com a República. “As autonomias exigem …

Estrela foi banquete de um buraco negro e criou um fenómeno raríssimo

O resultado do encontro entre um buraco negro e uma estrela azarada deu origem a um fenómeno raríssimo detetado por astrónomos. Ao medirem a radiação X enquanto a estrela era devorada, perceberam que estavam perante um …

Um carro movido a energia solar? Bom. Um carro-casa movido a energia solar para fazer 3 mil km? Melhor ainda

Projeto foi desenvolvido por estudantes universitários holandeses, cujo trabalho em veículos movidos a energia solar é já conhecido. O Stella Vita será testado numa viagem de longo curso pelo sul de Espanha já este mês, …

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …