Deputado conservador troca de bancada e tira maioria parlamentar a Boris

O Governo do Reino Unido, liderado pelo primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, perdeu esta terça-feira a maioria parlamentar, depois de um deputado conservador deixar oficialmente o partido trocando-o pelos Liberais Democratas.

“Este Governo conservador está a procurar agressivamente um Brexit prejudicial e de uma forma sem princípios. Está a colocar vidas e meios de subsistência em risco desnecessariamente e está a colocar em risco a integridade do Reino Unido”, acusou o deputado Philip Lee.

“De forma mais generalizada, está a prejudicar a economia, a democracia e o papel do nosso país no mundo, usando manipulação política, intimidação e mentiras”, acrescentou.

Os Liberais Democratas estão a “construir a força política unificadora e inspiradora necessária para curar as nossas divisões, estimular os nossos talentos, preparar-nos para aproveitar as oportunidades e superar as dificuldades, desafios que enfrentamos como sociedade – e deixar o nosso país e mundo em melhor condições para as próximas gerações”, sustentou o político.

Com a saída do conservador, Boris Johnson passa a ter um Governo minoritário, com apenas 319 assentos, se forem somados os 309 deputados do partido Conservador e os 10 dos aliados do Partido Democrata Unionista (DUP).

“Na oposição estão os 245 deputados do partido Trabalhista, 35 do partido Nacionalista Escocês (SNP), 13 Liberais Democratas, cinco do Grupo Independente para a Mudança, quatro do partido nacionalista galês Plaid Cymru e um do partido Verde.

Para estas contas não contam o presidente da Câmara dos Comuns, John Bercow, que é por inerência neutro, e a vice-presidente Eleanor Laing, que são conservadores e não votam, tal como as duas vice-presidentes trabalhistas da Câmara dos Comuns, Lindsay Hoyle e Rosie Winterton”.

A “deserção” de Philip Lee coincide com a entrada em funções de Jane Dodds, que foi eleita em agosto em Brecon and Radnorshire pelos Liberais Democratas, “roubando” o lugar ao conservador Chris Davies. Acontece também no mesmo dia em que um grupo de deputados de diferentes partidos, incluindo conservadores, vai pedir um debate de emergência na Câmara dos Comuns para introduzir um projeto de lei que pretende descartar um ‘Brexit’ sem acordo a 31 de outubro.

O Governo terá ameaçado deputados “rebeldes” com a expulsão do partido e o impedimento de se recandidatarem nas próximas eleições legislativas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pelo menos 24 países criaram novas leis para controlar o conteúdo na Internet, revela relatório

Autoridades de pelo menos 24 países, incluindo os Estados Unidos (EUA), estabeleceram novas regras que determinam o tratamento dos conteúdos por parte das plataformas 'online', concluiu um relatório da Freedom House. No seu relatório anual, intitulado …

Exames nacionais e provas de aferição deverão “retomar a normalidade” este ano

Depois de dois anos letivos condicionados pela pandemia da covid-19, o Governo está apostado em retomar, entre outras formas de avaliação, a obrigatoriedade de exames nacionais nas disciplinas de conclusão do ensino secundário. Os exames nacionais …

Advogados dizem que há questões "pontuais" por resolver no SEF do aeroporto de Lisboa

Responsável pela Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados reveleu que mantém uma "estreita relação e cooperação com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e que o centro de instalação temporária no aeroporto …

EUA "golearam" Europa mas a Europa "humilhou" o Mundo

Vitória clara dos americanos no golfe, mas vitória ainda mais "gorda" dos europeus no ténis. Quem é europeu e gosta de várias modalidades desportivas, teve muito para ver neste fim-de-semana. E terminou com emoções completamente distintas: …

Governo reforça apoios ao setor do turismo com nova linha de crédito

Nova linha de crédito terá 150 milhões de euros destinados às pequenas e médias empresas, tendo como objetivo incrementar a retoma económica. O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital anunciou hoje, em Coimbra, …

Nova Iorque quer usar guarda nacional para substituir trabalhadores de saúde não vacinados

A governadora de Nova Iorque, Kathy Hochul, está a considerar usar a guarda nacional e funcionários médicos de fora do estado para suprir a falta de pessoal de saúde, já que dezenas de milhares provavelmente …

O PSD saiu vitorioso ou derrotado das autárquicas? Depende a quem se perguntar no partido

Resultado conquistado por Carlos Moedas em Lisboa está a ser visto como um autêntico balde de água fria para os possíveis adversários de Rui Rio na corrida à liderança do PSD. Uma semana antes das eleições …

Bruno Fernandes falhou grande penalidade - e Cristiano deve substituí-lo

Médio do Manchester United desperdiçou a oportunidade de dar um ponto à sua equipa, contra o Aston Villa. De repente, o ambiente em Old Trafford mudou. O Manchester United venceu três jogos e empatou um, nos …

A Islândia estava prestes a ter um parlamento de maioria feminina - até à recontagem dos votos

A recontagem dos votos das legislativas de sábado fez com que o número de mulheres passasse de 33 para 30. Mesmo assim, a Islândia mantém-se como um dos países do mundo com maior representação parlamentar …

É mesmo possível reconhecer um ditador pelas suas características faciais

Os líderes democraticamente eleitos tendem a ter rostos mais atraentes e simpáticos do que os líderes autoritários, conclui um polémico estudo. É comum as pessoas formarem juízos de valor baseados na aparência de um rosto. No …