Boris lança ultimato e ameaça com eleições antes do Brexit

Will Oliver / EPA

Se esta terça-feira o Parlamento britânico apoiar os Trabalhistas e aprovar a proposta do partido de Jeremy Corbyn para adiar novamente o Brexit, Boris Johnson já tem plano B.

De acordo com fonte do Executivo, citada pelo jornal The Guardian, se esse for o cenário, Johnson vai convocar eleições antecipadas para 14 de outubro.

Depois de uma reunião de emergência, o primeiro-ministro anunciou à porta de Downing Street que não vai para já convocar eleições. Aos jornalistas, durante uma declaração em Downing Street, o primeiro-minsitro defendeu que se a moção dos Trabalhistas for aprovada será “um cortar de pernas” aos negociadores britânicos. “Tornará qualquer negociação absolutamente impossível”, sublinhou.

“Quero que todos saibam que em nenhuma circunstância vou pedir a Bruxelas mais um adiamento. Vamos sair a 31 de outubro – sem ‘se’ ou “mas’”, assegurou Johnson na comunicação à imprensa, que foi sonorizada por protestos contra o Brexit. “Não iremos aceitar qualquer tentativa para recuar nas nossas promessas”, acrescentou, defendendo que os deputados britânicos devem “votar a favor do Governo” e recusar o adiamento “sem sentido” proposto por Jeremy Corbyn para 31 de janeiro.

Esta terça-feira, dia em que o Parlamento reabre, a oposição tentará, com o apoio dos rebeldes conservadores, o agendamento protestativo de uma proposta legislativa para impedir um Brexit abrupto.

O texto, a debater e votar quarta-feira, deverá exigir que o Executivo peça novo adiamento da saída aos 27 caso o prazo de 31 de outubro se aproxime sem que haja um acordo aprovado ou uma autorização parlamentar para sair sem acordo.

Os críticos do Brexit duro dividem-se quanto a saber se o tempo adicional — indefinido, mas que poderia ser até 31 de janeiro de 2020, segundo a editora de política da BBC, Laura Kuenssberg — serviria para tentar renegociar os termos do Brexit ou para organizar um novo referendo.

Este confronto no parlamento coincide com uma audiência num tribunal de Edimburgo (Escócia) para avaliar o pedido de uma providência cautelar para bloquear a suspensão do parlamento britânico prevista para começar na próxima semana e durar cinco semanas, precisamente até 14 de outubro.

Este clima de instabilidade está a pesar nos mercados acionistas europeus, levando à queda dos índices, isto ao mesmo tempo que no mercado de dívida soberana se assistem novos mínimos históricos na dívida de vários países do euro. No cambial, a moeda britânica sente a pressão, recuando para o valor mais baixo desde janeiro de 2017, estando a negociar abaixo da fasquia dos 1,20 dólares, segundo a Bloomberg.

UE pode considerar Brexit um “desastre natural”

A União Europeia pondera qualificar o Brexit como um “desastre natural” de forma a libertar fundos europeus para ajudar Estados-membros.

A União Europeia está a estudar a possibilidade de considerar a saída do Reino Unido como um desastre natural, de forma a poder desbloquear cerca de 500 milhões de euros, fundos anualmente disponíveis para ajudar os países que enfrentam condições meteorológicas adversas.

A ideia é, de acordo com o The Guardian, usar este fundo de solidariedade, criado em 2002 para responder a emergências como terramotos, incêndios e inundações, para ajudar os Estados-membros que poderão ser mais prejudicados — Holanda, Alemanha, Dinamarca e Espanha, por exemplo — no caso de uma saída sem acordo do Reino Unido.

O assunto deverá ser discutido esta semana em Bruxelas, depois de o ministro dos Negócios Estrangeiros austríaco, Alexander Schallenberg, ter admitido a possibilidade de o país se manter membro da União Europeia para lá de dia 31 de outubro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Uma pessegada.

    (pensava que fossemos os únicos capazes de cenas destas, mas os bifes esmeram-se….)

    O problema é que vão mesmo sair sem acordo e – obviamente – fica tudo em águas de bacalhau, sem pagarem um tostão. Ficam devedores, certo, mas como será possível à UE “cobrar a dívida” a um país soberano?

  2. Um maluco dos castelos e dos fantasmas.
    Ele vai partir. Está de saída.É um derrotado.
    Promessas de um trump que quer ver os outros mal.
    Este lulu acreditou .

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …