Défice público desceu 971 milhões de euros no primeiro semestre

Paulo Vaz Henriques / Portugal.gov.pt

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O défice orçamental do 1º semestre desceu 971 milhões de euros face ao primeiro semestre de 2015, quando até maio tinha-se reduzido 453 milhões. De acordo com o Governo, a redução “resulta de uma estabilização da despesa, acompanhada pelo aumento da receita”.

Em comunicado, o Ministério das Finanças revela que “o défice das Administrações Públicas diminuiu 971 milhões de euros face ao primeiro semestre de 2015, de acordo com a execução orçamental de junho. Esta redução, na óptica da contabilidade pública, foi transversal a todos os subsetores das Administrações Públicas”.

De acordo com a tutela, a redução “resulta de uma estabilização da despesa (+0,2%), acompanhada pelo aumento da receita (2,9%)”.

“A melhoria do défice do primeiro semestre excede largamente o valor previsto no Orçamento do Estado de 2016”, sublinha o Ministério das Finanças.

“A economia e o mercado de trabalho têm apresentado sinais que suportam a evolução favorável das receitas fiscal e contributiva. A receita fiscal cresceu 2,7%, não obstante o acréscimo de reembolsos fiscais em 410 ME. A receita contributiva cresceu 3,8%, em resultado, sobretudo, do crescimento de 4,7% das contribuições e quotizações para a Segurança Social”, lê-se no documento.

O ministério das Finanças refere que “a despesa manteve uma evolução aquém do previsto no Orçamento do Estado em duas prioridades fundamentais da atual política orçamental: a racionalização do consumo intermédio e a política salarial e de emprego público“.

“Na Administração Central e Segurança Social, as despesas com a aquisição de bens e serviços apresentaram uma redução em 2,7% e as despesas com remunerações certas e permanentes cresceram 2,2%. O saldo primário registou um excedente de 2.122 milhões de euros, traduzindo-se numa melhoria de 1.244 milhões face ao mesmo período de 2015. A despesa primária das Administrações Públicas registou uma redução de 194 milhões de euros”, descreve o comunicado.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Numa semana a despesa aumenta o dobro do ano passado, na outra semana “o assalto”, desculpem, a receita aumentou ainda mais e o défice recua, já não percebo nada, isto quer dizer o quê? que agora é que os impostos vão descer??
    A austeridade vai acabar este ano??
    Parece que tenho areia nos olhos, e já não enxergo nada…

  2. A Europa vai continuar a acolher terroristas disfarçados de refugiados? Os políticos vão continuar a tomar decisões contrárias à vontade e aos interesses dos cidadãos?

  3. Ninguém acredita nestes números não por não serem reais mas pelo que eles representam.
    Por um lado o estado está “parado”.Não promove os concursos para fazer as obras que são urgentes em escolas,centros de saúde,hospitais,estradas,pontes,etc.etc.E isto desde 2012!!!Assim não lança obras não gasta dinheiro,NÃO TEM DESPESA.Os portugueses que se aguentem com as coisas como estão.
    Depois não paga a quem deve!Aumentam as dívidas aos hospitais,ás farmácias,aos fornecedores do estado em geral.Claro o dinheiro fica em caixa.Aumenta a receita!?
    Finalmente o Governo tem de juntar dinheiro que deveria estar a ser aplicado nas duas situações anteriores para gerar movimento na economia real para mais uma vez “enterrar” no sistema bancário,agora a própria CGD.
    Enfim,estes expedientes sempre foram utilizados por todos os governos.

RESPONDER

Espiões podem estar a usar o LinkedIn para recrutar novos contactos

O LinkedIn é uma rede social de negócios, mas espiões podem estar a usá-la para encontrar novos contactos. Os espiões estarão a usar perfis falsos, gerados por inteligências artificial. Apesar de ser uma rede social bem …

Mercado de compras online pode não ser tão lucrativo quanto se pensa (e pode estar perto do fim)

Muitas pessoas provavelmente presumem que as lojas online estão a fazer uma fortuna, mas a realidade é bem diferente. Muitas atividades de comércio eletrónico são, na verdade, não lucrativas. Se as pessoas tivessem que pagar o …

Canábis já era fumada há pelo menos 2.500 anos

Uma descoberta nos túmulos do cemitério Jirzankal, no oeste da China, mostra que os povos que viviam nessa zona montanhosa já queimavam canábis com elevados níveis de THC. Uma equipa de arqueólogos encontrou pequenos artefactos de madeira …

Estado angolano exige 25 milhões de euros ao general Dino

O Estado angolano exige ao general Leopoldino Fragoso do Nascimento, mais conhecido por Dino e um dos homens de confiança do ex-presidente José Eduardo dos Santos, o pagamento de 29 milhões de dólares (25 milhões …

Procuradora dos "Cinco de Central Park" deixa de lecionar Direito após série da Netflix

Elizabeth Lederer, a procuradora principal do caso dos "Cinco de Central Park", que resultou na condenação injusta de jovens negros e latinos por violação, disse que vai deixar de lecionar Direito na Universidade de Columbia, …

A água da torneira de uma cidade americana ficou repentinamente cor-de-rosa

Os residentes de Coal Grove, no Ohio, foram surpreendidos por água cor-de-rosa a sair das torneiras das suas casas. O problema esteve relacionado com uma avaria na bomba da estação de tratamento da água. Nenhum habitante de …

Hospital Pulido Valente sem anestesistas na escala este fim de semana

Médicos do Hospital Pulido Valente, em Lisboa, foram este sábado surpreendidos com a falta de anestesistas na escala deste fim de semana e manifestam preocupação com o impacto da decisão nos doentes internados. O coordenador da …

Na Suécia, há quem tenha "vergonha" de andar de avião

Viajar de avião ou usar outro meio de transporte? Para muitos, essa pergunta vem de um dilema ético, de pessoas preocupadas com o impacto da aviação nas mudanças climáticas. Nenhum país, contudo, levou esse dilema tão …

EUA. Governo separa famílias de imigrantes ilegais e envia as crianças para antiga base militar

O internamento de nipo-americanos durante a Segunda Guerra Mundial sempre permaneceu uma mancha terrível nos livros de história dos Estados Unidos (EUA). Cerca 120 mil pessoas foram mantidas à força em várias dessas instalações entre …

Morreu o cineasta italiano Franco Zeffirelli

O cineasta italiano Franco Zeffirelli morreu, na sua casa, em Roma, aos 96 anos, noticiou este sábado a imprensa italiana. “O desaparecimento ocorreu no final de uma longa doença. O mestre vai descansar no cemitério de …