Défice público desceu 971 milhões de euros no primeiro semestre

Paulo Vaz Henriques / Portugal.gov.pt

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O défice orçamental do 1º semestre desceu 971 milhões de euros face ao primeiro semestre de 2015, quando até maio tinha-se reduzido 453 milhões. De acordo com o Governo, a redução “resulta de uma estabilização da despesa, acompanhada pelo aumento da receita”.

Em comunicado, o Ministério das Finanças revela que “o défice das Administrações Públicas diminuiu 971 milhões de euros face ao primeiro semestre de 2015, de acordo com a execução orçamental de junho. Esta redução, na óptica da contabilidade pública, foi transversal a todos os subsetores das Administrações Públicas”.

De acordo com a tutela, a redução “resulta de uma estabilização da despesa (+0,2%), acompanhada pelo aumento da receita (2,9%)”.

“A melhoria do défice do primeiro semestre excede largamente o valor previsto no Orçamento do Estado de 2016”, sublinha o Ministério das Finanças.

“A economia e o mercado de trabalho têm apresentado sinais que suportam a evolução favorável das receitas fiscal e contributiva. A receita fiscal cresceu 2,7%, não obstante o acréscimo de reembolsos fiscais em 410 ME. A receita contributiva cresceu 3,8%, em resultado, sobretudo, do crescimento de 4,7% das contribuições e quotizações para a Segurança Social”, lê-se no documento.

O ministério das Finanças refere que “a despesa manteve uma evolução aquém do previsto no Orçamento do Estado em duas prioridades fundamentais da atual política orçamental: a racionalização do consumo intermédio e a política salarial e de emprego público“.

“Na Administração Central e Segurança Social, as despesas com a aquisição de bens e serviços apresentaram uma redução em 2,7% e as despesas com remunerações certas e permanentes cresceram 2,2%. O saldo primário registou um excedente de 2.122 milhões de euros, traduzindo-se numa melhoria de 1.244 milhões face ao mesmo período de 2015. A despesa primária das Administrações Públicas registou uma redução de 194 milhões de euros”, descreve o comunicado.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Numa semana a despesa aumenta o dobro do ano passado, na outra semana “o assalto”, desculpem, a receita aumentou ainda mais e o défice recua, já não percebo nada, isto quer dizer o quê? que agora é que os impostos vão descer??
    A austeridade vai acabar este ano??
    Parece que tenho areia nos olhos, e já não enxergo nada…

  2. A Europa vai continuar a acolher terroristas disfarçados de refugiados? Os políticos vão continuar a tomar decisões contrárias à vontade e aos interesses dos cidadãos?

  3. Ninguém acredita nestes números não por não serem reais mas pelo que eles representam.
    Por um lado o estado está “parado”.Não promove os concursos para fazer as obras que são urgentes em escolas,centros de saúde,hospitais,estradas,pontes,etc.etc.E isto desde 2012!!!Assim não lança obras não gasta dinheiro,NÃO TEM DESPESA.Os portugueses que se aguentem com as coisas como estão.
    Depois não paga a quem deve!Aumentam as dívidas aos hospitais,ás farmácias,aos fornecedores do estado em geral.Claro o dinheiro fica em caixa.Aumenta a receita!?
    Finalmente o Governo tem de juntar dinheiro que deveria estar a ser aplicado nas duas situações anteriores para gerar movimento na economia real para mais uma vez “enterrar” no sistema bancário,agora a própria CGD.
    Enfim,estes expedientes sempre foram utilizados por todos os governos.

Carlos Amaral Dias terá ficado retido na ambulância avariada durante uma hora

Os resultados de um inquérito aberto pelo INEM apontam para que Carlos Amaral Dias tenha ficado dentro de uma ambulância avariada durante uma hora. De acordo com o Jornal de Notícias, a equipa da ambulância dos …

Luanda Leaks. Mário Leite Silva renuncia à presidência do Banco de Fomento Angola

O presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento Angola (BFA), Mário Leite Silva, gestor de Isabel dos Santos, renunciou ao cargo, com efeitos a partir de 22 de janeiro. A informação foi transmitida …

Tempestade “Glória” faz pelo menos nove mortos em Espanha

Pelo menos nove pessoas morreram e outras quatro estão dadas como desaparecidas em Espanha na sequência da passagem da tempestade “Glória”, intempérie que atinge o país desde o passado fim de semana. As autoridades confirmaram cinco …

Há um "milagre da multiplicação" dos votos que os deputados querem travar

Todos os partidos concordam: é preciso travar o "milagre da multiplicação" dos votos na Assembleia da República. Estabelecer regras objetivas para o fazer é o mais complicado. Os deputados começaram esta quarta-feira a discutir como “regrar” …

Pensões entre 877 e 2600 euros têm aumento mínimo de 6,14 euros

Os pensionistas que ganham entre 877,6 e os 2558 euros brutos por mês vão ter aumentos acima dos 0,24% que inicialmente se calculou com base na taxa de inflação (sem habitação) apurada até novembro do …

PCP quer travar "ameaça de despejos" no final deste ano

O PCP entregou uma proposta de alteração ao Orçamento do estado para 2020 para manter congeladas as rendas antigas, quando os locatários tenham um rendimento inferior a cinco salários mínimos nacionais. O PCP quer manter congeladas …

CDS/Congresso: Carlos Meira disponível para acordo que vença João Almeida

Carlos Meira, candidato à liderança do CDS-PP, admite estar disponível para se unir a Filipe Lobo d'Ávila e Francisco Rodrigues dos Santos para vencer João Almeida e lutar "contra o sistema". Carlos Meira, militante de Viana …

Manuais gratuitos também no privado e no cooperativo. Iniciativa Liberal quer igualdade na Educação

O Iniciativa Liberal (IL) propôs uma alteração ao Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) na área da educação, que passa por fornecer manuais escolares gratuitos a todos os alunos da escolaridade obrigatória, quer frequentem o ensino …

Bezos lembra que Governo saudita assassinou um jornalista. ONU pede investigação a pirataria

Dois peritos das Nações Unidas dizem que Mohammed Bin Salman acedeu a informações pessoais de Jeff Bezos para tentar influenciar cobertura do The Washington Post sobre a Arábia Saudita. Depois de uma investigação do The Guardian …

MAI abre inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por agente da PSP

O Ministério da Administração Interna (MAI) já abriu um inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por um agente da PSP, na Amadora, de maneira a apurar responsabilidades. "O Ministro da Administração Interna …