Salgado e Bava assinaram contrato em 2010 com BI de 2014. Foi um “lapso de escrita”

Tiago Petinga / Lusa

O antigo presidente da PT, Zeinal Bava

O juiz da Operação Marquês quis esclarecer uma discrepância de datas do documento de identificação de Zeinal Bava utilizado na assinatura do contrato com a Enterprises, em 2010, tendo a defesa respondido que se tratou de um lapso.

De acordo com o despacho a que a Lusa teve acesso, o juiz Ivo Rosa teve dúvidas sobre a data da celebração do contrato de alocação fiduciária entre o arguido Zeinal Bava e a Enterprises Management Services pelo facto de constar no mesmo a data de emissão do bilhete de identidade do ex-administrador da PT de 16 de dezembro de 2014, quando a assinatura ocorreu em 2010.

O advogado de Zeinal Bava, José António Barreiros, respondeu ao tribunal que se tratou de “um lapso de escrita”, pois onde se refere emissão deveria constar que o documento era válido até dezembro de 2014, refere o documento a que a Lusa teve acesso. Na resposta enviada ao juiz foi apensada uma fotocópia do bilhete de identidade de Bava.

Num despacho assinado esta terça-feira pela sua mão, o juiz dá conta desse pormenor que terá escapado ao próprio Ministério Público. Ainda assim, dá oportunidade a Bava para apresentar ao processo um documento comprovativo.

A defesa explica ainda que, tal como tinha sido dito em interrogatório pelo CEO da PT e por Ricardo Salgado, ex-presidente do Banco Espírito Santo, também arguido, recebeu “uma minuta não assinada do contrato com a Enterprises, que depois de analisar assinou e devolveu” para que fosse entregue à empresa.

Segundo Ivo Rosa, o contrato que ambos dizem ter celebrado tem o dia 20-12-2010 como sendo a data de assinatura dos dois arguidos e que o Ministério Público diz ser ter sido falsificado. Em sede de instrução ambos confirmaram que esse contrato, escrito em inglês e com o nome de agreement, destinado à aquisição de ações da PT, tinha sido celebrado nesse mês de dezembro de 2010 — contrariando a tese da acusação que diz que foi celebrado depois de novembro de 2014, quando o ex-primeiro-ministro José Sócrates foi detido, porque Salgado teria ficado “receoso” de ser descoberto.

Zeinal Bava é um dos 28 arguidos da Operação Marquês e está acusado de corrupção passiva, branqueamento de capitais, falsificação de documentos e fraude fiscal qualificada.

A Operação Marquês tem como principal arguido o ex-primeiro-ministro José Sócrates, que está acusado de 31 crimes económicos-financeiros, encontrando-se neste momento a decorrer a fase de instrução.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Não, não, est3e foi mesmo um engano… quem escreveu, esqueceu-se do ‘verdadeiro objectivo’ e pôs la os dados reais….. fugiu a caneta para a verdade….

  1. Neste caso até acredito que possa ser verdadeira a explicação do advogado. Que eu saiba ninguém consegue ver no seu cartão de cidadão a respetiva data de emissão. Apenas a data de validade. Em organismos públicos (que geralmente têm fichas antiquadas) já por mais de uma vez me pediram para preencher a data de validade no espaço em que refere a data de emissão do documento.
    Mas atenção, isto não desculpabiliza esta gente. Para mim esta malta é toda criminosa. Do Bava ao DDT, passando pelo 44 e por aí fora. Por tudo o que li e tive conhecimento pelos media só posso mesmo concluir que andaram todos a roubar e não foi pouco.
    No entanto, neste caso, até poderia admitir como verdadeira a explicação dada pelo advogado.

  2. É ver se o Dr. Zeinal Bava teve um BI caducado naquele dia de 2014 que é indicado. A menos que tenham existido dois erros (na indicação do tipo de data e na indicação da data em si).

    E caso para dizer que, neste caso, a culpa não foi da senhora da limpeza, mas da secretária. A culpa é sempre dos pequeninos, esses malvados…

RESPONDER

Marcelo considera que legislativas de 2023 devem servir para julgar uso dos fundos europeus

O Presidente da República defendeu esta terça-feira que Portugal tem de dar "o salto" com os fundos europeus e considerou que as eleições legislativas de 2023 devem servir para os portugueses julgarem a sua utilização. "Cabe …

Portugal regista mais 1.020 casos e seis mortes. Internamentos continuam a aumentar

Portugal registou esta terça-feira 1.020 novos casos de infeção por covid-19 e mais seis mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

"Toma a vacina ou ponho-te na prisão". Presidente das Filipinas ameaça prender quem recusar ser imunizado

O Presidente das Filipinas ameaçou prender quem se recusar a tomar a vacina contra a covid-19, numa altura em que o país combate o pior surto da doença desde o início da pandemia. "Se não se …

Preços das casas continuam a subir. Centeno alerta para riscos de bolha imobiliária

Os preços das casas voltaram a registar um aumento em relação ao mês passado e não subiam tanto há mais de dois anos. Uma situação que leva o Banco de Portugal a alertar para os …

Itália segue os passos de França e Espanha e abandona o uso de máscara na rua

A Itália vai suspender a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre a partir do próximo dia 28 de junho, revelou o governo na segunda-feira. Depois de ter sido considerado o epicentro da pandemia, Itália …

União Europeia endurece sanções contra a Bielorrússia

A União Europeia, os Estados Unidos, o Reino Unido e o Canadá decidiram, esta segunda-feira, punir dezenas de personalidades e empresas ligadas ao regime bielorrusso. No final de uma reunião, no Luxemburgo, os 27 Estados-membros da …

Casimiro quer 30 milhões pela Groundforce. 10 milhões são para a banca

Alfredo Casimiro está a tentar vender a sua parte na Groundforce por 25 a 30 milhões de euros. Contudo, o acionista não deverá ficar com o montante pago já que tem pagamentos em atraso a …

Meio milhão de mortes depois, Brasil pede (em força) demissão de Bolsonaro

No sábado, o número de óbitos por covid-19 ultrapassou o meio milhão no Brasil. Centenas de milhares de manifestantes encheram as ruas de mais de 400 cidades brasileiras e do mundo, acusando o Presidente Jair …

23 juízes nomeados "em velocidade de cruzeiro" nos Governos de Costa. "Porta giratória coloca em risco a democracia"

Durante os dois Governos de António Costa foram nomeados 23 magistrados para cargos políticos. Nomeações "em velocidade de cruzeiro", segundo a Associação Transparência e Integridade que fala de uma "porta giratória" que "coloca em risco …

Covid-19. Vacinação só de adultos pode tornar os jovens "reservatórios" da variante Delta

A vacinação da população adulta pode levar os mais jovens a tornarem-se um "reservatório" da variante Delta, mais contagiosa, e criar um ambiente propício ao surgimento de novas variantes. De acordo com Julian Tang, virologista na …