David Goodall morreu “feliz” e a ouvir Beethoven

(cv) Youtube

O cientista afirmava que a sua qualidade de vida tinha piorado muito com a idade. David Goodall ouviu a 9ª sinfonia de Beethoven após injeção letal e adormeceu minutos depois, informou a clínica.

O cientista australiano David Goodall, de 104 anos, morreu na manhã desta quinta-feira na Suíça depois de sair do seu país para uma clínica de suicídio assistido, conta o portal brasileiro G1.

No início do mês, o cientista já tinha sido notícia porque queria acabar com a sua própria vida. Goodall não sofria de nenhuma doença terminal, mas afirmava que a sua qualidade de vida tinha piorado muito com o passar do tempo.

A morte foi confirmada pela clínica Exit International, instituição que ajuda pacientes a morrer na Suíça, onde o suicídio assistido é legal. Uma nota da empresa informa que o cientista escolheu uma injeção letal para morrer e adormeceu segundos depois. Goodall estava acompanhado dos netos, familiares e médicos que acompanharam o processo.

Goodall escolheu a 9ª sinfonia de Beethoven para acompanhar a sua morte, informa a clínica. Segundo o médico Philip Nitschke, que acompanhou a morte, o cientista morreu assim que a música acabou.

O cientista doou o seu corpo à medicina e pediu para que não tivesse houvesse, nem qualquer tipo de cerimónia. Segundo a Exit International, Goodall não acredita em nenhum tipo de continuação de vida após a morte.

O investigador fez desse momento da vida uma bandeira para lutar a favor de práticas de suicídio assistido, divulgando amplamente a sua vontade para a imprensa.

O suicídio assistido, ou eutanásia, é ilegal na maioria dos países do mundo. Era totalmente proibido na Austrália, mas no ano passado foi legalizado no estado de Victoria, informa a agência France Presse.

A legislação, no entanto, contempla apenas pacientes com doenças em fase terminal – o que não era o caso de Goodall.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Paz à alma deste grande homem. Um exemplo de vida!.. Não sei se tomaria a opção dele, mas há que respeitar.

    A questão é: o que nos motiva a viver? No caso dele era a sua autonomia, a sua vida profissional e o seu amor pelo teatro. Não podendo continuar nenhuma dessas coisas, a vida terá perdido o sentido e naquela idade, as perspectivas de melhorias da saúde são próximas de nulas. A vida para ele, era as coisas que ele fazia.

    Se para ele o sentido da vida fosse ter a família à volta dele e os netos a brincar em redor de um sofá onde ele pudesse estar sentado, se calhar ainda tería querido ficar cá até morrer naturalmente. Mas não era isso que o motivava a viver, tanto como as suas actividades.

  2. Ninguêm é dono e senhor de sua propria vida, por isso, ninguém” a não ser DEUS” tem o direito de pôr termo á mesma.

    • Isso é lá entre ele e Deus, ou você agora é cão de guarda de Deus? Que mania que as pessoas têm de emitir julgamentos sobre os pecados DOS OUTROS. Não parenderam nada com Cristo.

      Se é isso que o Manuel acha, só tem é de conduzir a SUA vida de acordo com isso. A vida dos outros não é da sua conta e Deus nunca o promoveu a fiscal dele na Terra.

      • infelismente quaem acredita em religiões se julgam donos da verdade suprema, além de um libro que narra uma história de alguém, que além dessa prova nada se consegue provar, mas claro a opinião de alguém contra isso faz criticar e algumas vezes quase bater nas pessoas, a vontade e o direito de continuar, já que não foi uma obrigação, é de cada um de nós, cada um que quer acreditar em religiões força e quem não quer é um direito..

    • Mantenha as suas opiniões e crenças dentro do limite que separa a sua liberdade da dos outros. Ora a nossa vida é na verdade a única coisa que nos pertence, para fazemos dela o que bem entendermos. Você decidiu viver a sua de acordo com as suas crenças com as quais eu não concordo. Morra infeliz e em sofrimento se assim entender, é a sua liberdade de escolha, mas não se ache no direito de mandar na vida e morte dos outros.

    • Entao diz lá a esse deus que vá “pôr termo à vida” dos bandidos, dos violadores, dos assassinos, etc e que deixe os inocentes em paz –
      principalmente as crianças que morrem de fome, de cancro, etc!…

  3. Achou que o seu momento tinha chegado e teve a coragem de decidi-lo pois tinha a consciência que o seu estado se estava a deteriorar e ali acabou tudo para ele, quer acreditem ou não.

    • Teve a coragem de terminar a vida ou não teve a coragem de prosseguir com a sua vida?
      Talvez ele tenha escolhido a via mais fácil…

  4. Teve a coragem de terminar a vida ou não teve a coragem de prosseguir com a sua vida?
    Talvez ele tenha escolhido a vida mais fácil…

RESPONDER

Hernâni marca no final do prolongamento e apura FC Porto para as 'meias' da Taça

O FC Porto, da I Liga, apurou-se hoje para as meias-finais da Taça de Portugal em futebol, após derrotar no prolongamento o Leixões, da II Liga, por 2-1, com Hernâni a fazer o golo do …

Eleito o destino turístico mais barato para 2019 (e Portugal fica à espreita)

O complexo Sunny Beach, na Bulgária, foi eleito o destino mais barato para turistas em 2019, de acordo com um estudo levado a cabo pela British Post Office, que analisou preços dos 42 pontos turísticos mais …

Netflix está a ser processada por causa de "Bandersnatch"

O episódio interativo de Black Mirror, que estreou no final do ano passado, não agradou à Chooseco, a editora responsável pela série de livros Escolhe a tua Aventura. A 28 de dezembro estreou o mais recente …

Piloto belga "admitiu" ter assassinado o secretário-geral da ONU em 1961

Dag Hammarskjöld, secretário-geral da ONU, morreu na queda de um avião quando tentava negociar a paz no Congo, e o desastre continua a ser investigado até hoje É um mistério com mais de cinco décadas cujo …

Acordo para o Brexit chumbado. Plano de May esmagado no Parlamento

O Parlamento britânico chumbou, por uma esmagadora maioria, o acordo de saída da União Europeia negociado pela primeira-ministra Theresa May. O líder da oposição, o trabalhista Jeremy Corbyn, aproveitou a derrota histórica de May para …

Senador italiano chamou “orangotango” a antiga ministra e foi condenado a pena suspensa

A justiça italiana condenou esta segunda-feira o senador da extrema direita Roberto Calderoli a 18 meses de prisão, com pena suspensa, por comparar, em 2013, a ministra da Integração, Cécile Kyenge, com um "orangotango". O tribunal …

Num restaurante do Dubai, deixar comida no prato dá multa (e é mais cara que a refeição)

Com o Dubai a tornar-se mais consciente do desperdício de alimentos, um restaurante lembrou-se de uma maneira de fazer com que os clientes não deixem comida no prato. O restaurante Gulou Hotpot, em Al Barsha, uma …

Roma e a Igreja em guerra milionária por causa das moedas da Fontana di Trevi

As moedas que os turistas lançam à Fontana di Trevi, um dos rituais mais populares entre quem visita Roma, está a causar problemas na relação entre a Igreja e a capital italiana. A câmara de Roma …

Frente Comum marca greve nacional da função pública

Os sindicatos da Frente Comum da Administração Pública decidiram marcar uma greve nacional para o dia 15 de fevereiro, anunciou Ana Avoila no final de um plenário realizado esta terça-feira em Lisboa. “Foi decidido marcar um …

A Coreia do Norte já não é "inimiga" da Coreia do Sul

A Coreia do Sul deixou de apelidar os militares norte-coreanos de "inimigos" no documento bienal da Defesa divulgado esta terça-feira, num aparente esforço para prosseguir a reconciliação com Pyongyang. O documento oficial do Ministério da Defesa …