David Cameron: “Sei que algumas pessoas nunca me vão perdoar”

The Prime Minister's Office / Flickr

Ex-primeiro-ministro britânico, David Cameron

David Cameron não está arrependido da decisão de realizar o referendo que abriu portas ao Brexit em 2016, mas está profundamente preocupado com o futuro do Reino Unido.

David Cameron, antigo primeiro-ministro britânico, quebrou o silêncio numa recente entrevista concedida ao Times. O antigo governante revelou que o resultado do referendo que abriu portas ao Brexit, em 2016, o deixou deprimido, apontando o dedo a Michael Gove e Boris Johnson pela forma como fizeram campanha pela saída da União Europeia.

Cameron é contra um Brexit sem acordo, e põe em cima da mesa a hipótese de um segundo referendo que, segundo o ex-primeiro-ministro, pode ser necessário para que o Reino Unido quebre o impasse a que chegou.

Sei que algumas pessoas nunca me vão perdoar por ter organizado um referendo. Outras por tê-lo organizado e perdido. Há ainda, claro, pessoas que queriam um referendo e que queriam sair que estão contentes que a promessa feita tenha sido mantida”, disse Cameron durante a entrevista, reconhecendo que não se arrepende da decisão, mas pensa na derrota sofrida “todos os dias”, preocupado pelas suas consequências.

Segundo o Expresso, Cameron está a menos de uma semana de lançar o seu livro For the Record (“Para que fique Registado”). Na obra, é particularmente duro com o ex-amigo Michael Gove, a quem chama “mentiroso”, incluindo nas críticas Boris Johnson. Os dois comportaram-se de “forma terrível”.

O atual Reino Unido preocupa-o, nomeadamente a crise entre conservadores e pela possibilidade de uma saída da União Europeia sem acordo. “Acho que podemos chegar a uma situação em que saímos, mas seremos amigos, vizinhos e parceiros. Podemos chegar lá, mas adoraria poder avançar para esse momento rapidamente, porque estamos perante uma lembrança dolorosa para o país, algo que é doloroso assistir.”

“Organizar um referendo não foi uma decisão que tomei de ânimo leve”, confessou, ao recordar que sofreu uma grande pressão política.

O referendo realizado no Reino Unido terminou com uma votação de 52% a favor da saída da União Europeia, contra os 48% que se manifestaram pela posição contrária. O resultado levou o ex-primeiro-ministro a demitir-se.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os ingleses estão fraturados .
    Com tantas divisões os desentendimentos vão-se acumulando . Perante o exterior a má imagem revela-se e as negociações não se concluem.
    Se a saída for sem acordo vão pagar bem caro a sua teimosia.

  2. Este “artista” fez o referendo porque queria manter/credibilizar o seu “tacho” e nunca pensou que o Brexit iria ganhar!…
    Como ganhou, ele fez como os outros cobardes pro-Brexit – passou a barata quente e deu de frosques! .

RESPONDER

"Charlie" é o robô peixe-gato da CIA que permitiu pesquisas subaquáticas (e já realizou missões secretas)

De várias formas e tamanhos, os robôs têm sido sido muitas vezes usados por muitas entidades para trabalhos de pesquisa e investigação. A CIA não é exceção e por isso desenvolveu um peixe robótico chamado …

Possível obra de Banksy surge na parede de uma famosa prisão. Pode representar Oscar Wilde

Um graffiti possivelmente pintado pelo famoso artista de rua Banksy apareceu durante a noite no lado de fora de uma parede da prisão de Reading, no Reino Unido. Na madrugada desta segunda-feira, a obra foi avistada …

Na tentativa de tirar a selfie perfeita com um elefante, indiano acaba morto pelo animal

No passado domingo, dia 28 de fevereiro, um homem de 21 anos morreu enquanto tentava tirar uma selfie com um elefante. O animal andou a pairar por zona residencial e anteriormente já tinha matado uma …

Milhares de professores vacinados antes de médicos. Presidente do México acusado de fazer política com a vacinação

Milhares de professores do ensino público que lecionam nas zonas mais rurais do México foram vacinados contra o novo coronavírus antes dos profissionais de saúde que combatem a pandemia na mesma região. De acordo com …

Passageiros com documentos e teste de covid-19 falsificados detetados pelo SEF

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, no domingo, no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, três cidadãos portadores de documentação falsa, dois dos quais na partida de um voo com destino à República da …

Coronadiktatur, Gesichtskondom, Fussgruss. Os alemães inventaram milhares de palavras novas sobre a pandemia

O confinamento de quase quatro meses na Alemanha não colocou restrições ao seu idioma de palavras multissilábicas. Os alemães inventaram mais de 1.200 novas palavras para descrever as regras e realidades da vida em tempo …

Ordem coordena vacinação de 4000 médicos "deixados para trás"

A Ordem dos Médicos vai vacinar cerca de quatro mil médicos que trabalham em hospitais e clínicas privadas e que, por algum motivo, não foram vacinados na altura devida. De acordo com um comunicado da ordem, …

A mais recente turbina eólica chama-se Wind Catcher e é portátil

Uma empresa dinamarquesa decidiu inovar e desenvolver uma turbina eólica portátil. O Wind Catcher é mais leve, mais poderoso e mais fácil de usar do que qualquer outro sistema de energia eólica no mercado. O Wind …

Spike Lee vai produzir série documental para o 20.º aniversário dos atentados de 11 de setembro

O realizador Spike Lee está a preparar uma série documental para estrear no 20.º aniversário dos atentados do 11 de Setembro, um "retrato sem precedentes" dos nova-iorquinos e da capacidade de recuperação depois da destruição …

Guru de investimentos, Warren Buffett, assume ter cometido um "erro"

O bilionário norte-americano Warren Buffett, considerado o "guru" dos mercados de investimento, assumiu ter cometido um erro quando adquiriu, em 2016, a Precision Castparts por 32,1 mil milhões de euros. Na carta que escreve anualmente para …