Em Cuba, a Internet é entregue porta a porta semanalmente

Cuba tem um tipo de Internet muito especial. Poucas pessoas têm acesso à Internet, por ser demasiado cara. Por isso, semanalmente, é entregue em mão uma coleção de sites e programas de entretenimento através de pen drives e discos rígidos portáteis.

Até recentemente, apenas 5% da população cubana tinha acesso à World Wide Web. Nos últimos dois anos, o acesso tem aumentado, mas não da forma mais usual e que todos nós estaríamos à espera. Apesar do acesso caro, há uma proliferação cada vez maior do conteúdo multimédia, adquirido de várias (e originais) maneiras em todo o país.

Uma internet informal e omnipresente. Assim podemos caracterizar o El Paquete Semanal, uma coleção de conteúdo digital de um terabyte, compilada por indivíduos que lançam semanalmente este conteúdo e o distribuem manualmente pelo país, através de pen drives ou discos rígidos.

O El Paquete Semanal inclui uma enorme variedade de conteúdo, desde programas de televisão locais e internacionais a filmes, vídeos do YouTube ou revistas e notícias. Segundo o site Medium, um terabyte com toda esta quantidade de material é vendido por 5 euros.

Num ambiente tecnologicamente restrito, este sistema é fortemente dependente de uma estrutura humana que garante que a Internet offline é entregue às pessoas que estão interessadas em aceder aos conteúdos.

Assim, há três grupos de pessoas que mantêm este sistema operacional, facilitando o acesso offline de forma regular e acessível sem a sanção do Governo. Los Maestros, ou mestres, compilam o terabyte de conteúdo todas as semanas; Los Paqueteros distribuem, editam e produzem conteúdo adicional e La Gente, ou o povo, consome, partilha e cria também o seu próprio conteúdo.

Esta divisão de tarefas mostra que a infraestrutura humana desempenha um papel fundamental na sustentação e no crescimento do El Paquete, oferecendo uma versão única da Internet onde, de outra forma, ela não existiria.

O El Paquete é, além disso, personalizado a cada tipo de cidadão, com as suas preferências e gostos a ocuparem o terabyte de informação e entretenimento. É, por isso, um serviço completamente personalizado – um fator de diferenciação que a tecnologia nem sempre consegue substituir.

Além de entretenimento, a informação e o conteúdo educacional também ocupam um importante lugar no El Paquete. E, para nossa surpresa, este sistema revelou-se também como uma Internet participativa, dado que é uma rede de informações disseminada e localmente relevante em termos de conteúdo e entrega.

Acresce ainda o facto de muito do conteúdo do El Paquete ser único, já que os consumidores podem também disseminar o seu próprio conteúdo no El Paquete Semanal – como é o caso de Maria, que publica a sua própria revista nesta Internet revolucionária do país, conta o Medium.

Mas nem tudo é um mar de rosas, e no que toca à Internet esse cenário é cada vez mais afastado. O El Paquete Semanal enfrenta também as suas próprias limitações, como o facto de necessitar de uma mão de obra significativa para poder sustentar a rede.

Além disso, e à semelhança do que acontece com a maioria dos sistemas sociotécnicos, há estruturas de poder em jogo dentro do EP, e estruturas de poder em jogo que atuam sobre o EP. O conteúdo é moldado, por exemplo, por regulamentações governamentais, como o facto de não poder ser disseminada pornografia ou discursos contra o Governo.

Isto significa que, apesar de “livre” aos nossos olhos, o El Paquete Semanal não deixa de ser sujeito à política de informação. Este tipo de Internet também não fornece aos cubanos tudo o que querem, como a capacidade de poder comunicar em tempo real com pessoas de todo o mundo.

Não é perfeito, mas existe e funciona. No fundo, o El Paquete oferece-nos a capacidade de olhar para a Internet com outros olhos, como um sistema que também precisa de pessoas para resultar. De pessoas, para pessoas (mesmo que a tecnologia surja pelo meio).

Liliana Malainho LM, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Os cubanos aprenderam com as dificuldades a ser muito originais e criativos. Duvido que haja um povo que possa dar aulas de sobrevivência ao mundo como o cubano. E o mais interessante é que não são deprimidos nem magoados, levam a vida com alegria. Talvez porque têm das melhores assistências médicas e escolas do mundo e sentem-se seguros.

    • Deve ser por isso que há Cubanos em barda há 40 anos a fugir para os EUA! Não me consta de Americanos a fugir para Cuba!

      Ao que isto chegou, onde há quem acredite que Cuba é algum paraíso…

      Cuba é, como muitos outros casos, a prova provada que o Comunismo não funciona.

  2. Melhores assistências médicas do mundo? É óbvio que não conhece a realidade cubana.
    Nem uma simples aspirina arranja. Nas farmácias os remédios existentes, são mezinhas caseiras em frascos vulgares, sobre as escolas é semelhante, matrial didático é uma desgraça…

  3. Na prática uma Internet faz de conta para entreter cubano limitado como está quer na liberdade de expressão quer no poder económico, mas como diz o povo mais vale pouco do que nada!.

RESPONDER

Pelo menos 17 mortos e 400 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 400 ficaram feridas após várias explosões registadas, este domingo, num quartel militar na cidade de Bata, na Guiné Equatorial, informaram as autoridades. De acordo com dados do Ministério da …

Marques Mendes antecipa desconfinamento a 15 de março. Creches e 1º ciclo são os primeiros a abrir

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes revelou, este domingo, que as creches, pré-escolar e 1º ciclo deverão abrir já a 15 de março. Segundo o comentador, o plano que vai ser …

Olivier Dassault, deputado bilionário francês, morre em acidente de helicóptero

O deputado francês Olivier Dassault, neto do fundador da Dassault Aviation, morreu este domingo, aos 69 anos, num acidente de helicóptero, no nordeste de França, avança a Agência France-Press (AFP). O acidente aconteceu este domingo perto …

Teoria ensinada na escola pode estar errada. Há um "núcleo mais interno" no centro da Terra

Uma equipa de investigadores da Universidade Nacional da Austrália confirmou, rastreando milhares de modelos numéricos, a existência do "núcleo mais interno" nas profundezas da Terra.  Na escola, os estudantes costumam aprender que o planeta Terra é …

Sonda passa ao lado de Vénus, tira-lhe uma fotografia e surpreende cientistas da NASA

A imagem obtida pelo Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe foi capturada a 12.380 quilómetros de Vénus. A Parker Solar Probe, da NASA, capturou vistas deslumbrantes de Vénus em julho de 2020. O alvo da …

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …