Crise em Portugal pode durar uma década, avisa o Nobel da Economia

World Economic Forum / Flickr

Joseph Stiglitz, Nobel da Economia de 2001, no World Economic Forum em Davos, 2009.

“A austeridade foi um fracasso para Portugal”. É Joseph Stiglitz, Prémio Nobel da Economia, quem o diz, comentando a situação económica do país e prevendo que estes dias podem ser a “calmaria antes da tempestade”.

Em declarações à Agência Lusa, depois da participação num Fórum Fiscal na sede do FMI, em Washington, nos EUA, Joseph Stiglitz considera que “a austeridade foi um fracasso para Portugal” e “para todos os outros países em que se tentou esta mesma política”.

A continuar-se por esta mesma linha, com a Zona Euro a manter o mesmo tipo de políticas económicas, “a recuperação económica de Portugal levará bastante tempo, poderia ser até uma década”, vaticina o economista que é professor da Universidade de Columbia, em Nova Iorque.

Joseph Stiglitz acredita que a situação económica está, actualmente, estabilizada porque o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mário Draghi, “puxou para baixo a taxa de juros“. “Mas se olharmos para os indicadores macroeconómicos como a dívida pública, eles estão pior agora do que antes”, sublinha o Nobel.

Para o economista é evidente que “os problemas da zona do Euro” não estão resolvidos e que “este é provavelmente um período de calmaria antes da chegada da tempestade”.

As declarações de Joseph Stiglitz surgem enquanto a Comissão Europeia pressiona Portugal para avançar com um Plano B com mais austeridade e quando o FMI arrasa a política de António Costa, que determinou um pequeno alívio aos contribuintes portugueses.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Há interesses mafiosos da alta finança intencional (FMI, etc), que até estão a fazer tudo para que dure para sempre!…
    As crises são sempre boas para alguém!!

  2. Mas quando é que vais para a tua querida Venezuela ou para a Coreia do Norte? Lá é que se vive bem e de acordo com os teus lindos ideais.
    Se ainda houvesse muro a separar o ocidente do leste tu eras homem para ser o primeiro a saltar para o outro lado do muro. Ia ser notícia.

  3. antes do premio nobel fazer estas declaraçoes, ja todos os portugueses sabiam que a austeridade era prejudicial. e os portugueses nao sao premios nobel. quem ele vem ensinar uma coisa que nos ja sabiamos desde que começou a crise?

  4. Primeiro até considero que este senhor é demasiado optimista quando afirma que a crise poderá levar uma década a recuperar, depois o grande problema é que vejo grandes peritos em resolver problemas e temo-los agora no governo e na sua claque de apoio sempre dispostos a atacar FMI, BCE entre outros mas a verdade é que não são capazes de encontrar alternativas quando enfrentam os problemas e acabam por ir bater sempre à mesma porta e penso mesmo com convicção de que têm o direito de gastar como muito bem entendem sem o dever de prestar contas a quem quer que seja e penso que aqui é que está o pior dos males.

    • Pois, realmente é mesmo estranho alguém atacar os parasitas do FMI, o BCE, etc…
      As suas politicas tem tido um sucesso inimaginável e todos os povos vivem bem… além de que, gente como a Lagarde, o Gaspar, etc, inspiram muita confiança no futuro!..
      .
      Já agora, um “pormenor” para gente que como tu, anda um pouco a leste da realidade::
      Dívida portuguesa é mina de ouro para
      A dívida pública portuguesa já rendeu cinco mil milhões de euros ao Banco Central Europeu, ganhos que são distribuídos, na sua grande parte, pelos maiores países do euro: Alemanha, França e Itália.
      BCEhttp://www.rtp.pt/noticias/economia/divida-portuguesa-e-mina-de-ouro-para-bce_a912147

  5. Estes Nobel de Economia estão sempre a atacar os países da Europa para distraírem as atenções dos seus próprios problemas, deviam-se preocupar mais com os problemas dos americanos, que não têm qualquer proteção social e morrem à porta dos hospitais se não tiverem seguro privado de saúde. E há mais de 50 milhões de pessoas a comer a sopa dos pobres. Isso sim, são problemas sérios.

RESPONDER

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …