/

Crianças e jovens envolvidos com youtuber Hugo Strada vão ser ouvidos pela PJ

@hugostrada / Instagram

Os youtubers do canal “Team Strada” no Curto Circuito da SIC Radical com Hugo Strada a segurar a camisola vermelha.

As crianças e jovens envolvidos com Hugo Strada, fundador da “Team Strada”, vão ser ouvidos pela Polícia Judiciária para averiguar se estão em causa crimes de abuso sexual.

O Ministério Público já está a investigar as denúncias feitas contra o youtuber Hugo Strada, o criador do canal do YouTube “Team Strada” que reúne vários adolescentes. Agora, a Polícia Judiciária vai ouvir as crianças e os jovens que aparecem nas fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais e nos quais estão explícitos comportamentos menos apropriados.

O objetivo é aferir se estão em causa crimes de abuso ou importunação sexual, refere o Correio da Manhã. Os inspetores da PJ vão ainda ouvir todos os membros da “Team Strada”, com quem Hugo Strada trabalhava diariamente para os vídeos dos jovens.

Alguns deles também são protagonistas em situações impróprias, tendo a sua participação no programa “Curto Circuito” da SIC Radical sido o momento que despoletou toda a controvérsia. No episódio transmitido a 19 de julho, Hugo Strada é visto a beijar na boca o youtuber Dumbo, de apenas 17 anos.

A investigação da Polícia Judiciária tem também como objetivo perceber se os jovens têm conhecimento de outros menores que tenham sido alvos de comportamentos que constituam um crime sexual ou de qualquer outra natureza. Hugo Strada é acusado de extorsão, de burla e de aproveitamento de menores.

O fundador da “Team Strada” nega todas as acusações, defendendo que está a ser “alvo de comentários difamatórios e de acusações” que põe em causa o seu bom nome. Além disso, alega que as imagens foram manipuladas — algo que a PJ irá também tentar averiguar na sua investigação.

Entretanto, Hugo Strada, de 36 anos, já desativou a conta do YouTube. A “Team Strada” tinha mais de 100 mil seguidores e reunia os vídeos de Hugo Strada e da sua equipa de candidatos a influencers digitais, quase todos adolescentes. Um novo canal tinha sido criado e, apesar de ter alcançado cerca de 40 mil seguidores em poucas horas, foi novamente eliminado da plataforma.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.