Eslováquia. Testes em massa à covid-19 reduzem taxa de infeção em 60%

Guillaume Horcajuelo / EPA

Os testes em massa para a covid-19, juntamente com regras de confinamento e de quarentena rígidas, reduziram a taxa de infeção na Eslováquia em cerca de 60% numa semana, revelaram investigadores britânicos. 

De acordo com o Guardian, as empresas eslovacas passaram a exigir testes aos funcionários, só permitindo que trabalhassem os que tivessem resultado negativo. Em caso de resultado positivo, os trabalhadores tinham que entrar numa quarentena de dez dias com a família, sendo o ordenado pago na totalidade.

Um resultado negativo permitia às pessoas trabalharem, mas não era um critério para visitar familiares em casas de repouso ou para os alunos regressarem às aulas. Esse método de testagem em massa não foi implementado para suspender as restrições, mas para identificar casos de covid-19 e isolá-los.

Combinado com as restrições sociais, o método foi bem sucedido, disseram os investigadores da London School of Hygiene & Tropical Medicine, cujo trabalho foi publicado recentemente na medRxiv e ainda não foi revisto pelos pares.

“Na Eslováquia, há evidências relativamente fortes de que o confinamento, combinado com os testes em massa, levou a uma grande redução na taxa de infeções por covid-19”, disse o professor associado Stefan Flasche.

A Eslováquia usou o teste rápido SD Biosensor, aprovado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e não o Innova, usado no Reino Unido. Em Liverpool, por exemplo, surgiram recentemente evidências de que os testes rápidos utilizados não foram capazes de identificar 50% as infeções, 30% das quais com uma alta carga viral.

Daniel Pockett / EPA

A Eslováquia realizou testes entre 23 e 25 de outubro nos quatro condados mais afetados, seguido por uma ronda nacional a 31 de outubro e a 01 de novembro. Os condados de alta prevalência foram testados novamente a 07 e 08 de novembro. Os testes identificaram 50 mil pessoas infetadas, que foram obrigadas a isolar-se com famílias.

Para o professor Sebastian Funk, a estratégia implementada pela Eslováquia parece ter mais sucesso na redução do número de casos do que se fossem aplicadas apenas as restrições. “Parece ter realmente reduzido o tempo de confinamento”, afirmou,

“As medidas [para controlar] a covid-19, como o confinamento, têm um enorme impacto social e económico”, referiu Martin Pavelka, do Ministério da Saúde da Eslováquia, outro dos autores do estudo.

“Testes rápidos de baixo custo, que podem ser produzidos em grande escala, oferecem a oportunidade de conduzir campanhas de testes em massa que identificam a maioria dos indivíduos infetados”, acrescentou.

Já Alexander Edwards, professor de tecnologia biomédica da Reading University, indicou: “É ótimo ver a avaliação dos programas de teste em massa, mas não é fácil interpretar” estes dados “de forma a sugerir” que o método “funcionará em qualquer lugar, nem será fácil descobrir como programas semelhantes podem ser usados ​​no Reino Unido”.

“Como apontado pelos autores, há muita coisa a acontecer ao mesmo tempo, portanto atribuir uma queda dos casos apenas aos testes em massa é difícil. No entanto, há evidências de que um programa de testes em massa pode contribuir para uma redução nos casos”, sublinhou.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …