Costa e Silva, o “paraministro” escolhido por Costa, delineou plano de 10 anos em 2 dias

José Sena Goulão / Lusa

O economista António Costa e Silva

António Costa Silva, o presidente executivo da Partex escolhido por António Costa para o assessorar no Plano de Recuperação Económica, traçou as linhas gerais do plano de dez anos em apenas dois dias.

O primeiro-ministro convidou o gestor da petrolífera Partex António Costa e Silva para “coordenar a preparação do Programa de Recuperação Económica”, trabalho que deverá estar concluído até à aprovação do Orçamento Suplementar.

“O professor António Costa e Silva foi convidado pelo primeiro-ministro para coordenar a preparação do Programa de Recuperação Económica”, referiu este domingo o gabinete de António Costa, numa nota enviada à Lusa.

De acordo com a mesma nota, o convite foi aceite “como contributo cívico e ‘pro bono'” e o gestor tem estado a trabalhar nessa missão nas últimas semanas, “enquanto os membros do Governo estão concentrados, nesta fase, no Programa de Estabilização Económica e Social e no Orçamento Suplementar”.

“O objetivo é este trabalho preparatório estar concluído quando o Governo aprovar o Orçamento Suplementar”, altura em que o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, assumirá “a direção da elaboração do Programa de Recuperação”, acrescenta o gabinete de António Costa.

De acordo com o Observador, António Costa e Silva precisou apenas de dois dias para traçar as linhas gerais do plano, que será desenvolvido ao longo de dez anos.

“Não o conhecia, nem nunca tinha estado com ele. Lançou-me este desafio, de dar uma resposta à crise e desenvolver um plano para o day after”, disse o presidente executivo da Partex, referindo-se a um almoço com Costa, ainda em abril.

“A minha missão não é negociar, é fazer o plano. Quem vai fazer as escolhas e estabelecer as prioridades é o Governo”, explicou o gestor em entrevista, este domingo, à RTP.

O plano para os próximos dez anos responde também a questões atuais e tem como prioridades “salvar a economia e proteger o emprego”. Como tal, Costa e Silva quer “mais estado na economia”.

“Esta crise mostrou que o papel do Estado tem de ser revalorizado. O Estado é o último protetor de todo o tipo de ameaças”. Este tipo de intervencionismo deve acontecer também na TAP, sugere Costa e Silva. O objetivo é impedir que “empresas rentáveis se afundem e entrem em estado de coma”.

O semanário Expresso noticiou no sábado que o primeiro-ministro tinha convidado o gestor da petrolífera Partex António Costa e Silva para negociar o plano de retoma da economia com ministros, e que participaria igualmente em reuniões com parceiros sociais e partidos políticos.

“Paraministro” e “homem do petronegócio”

No sábado, o BE e o CDS-PP rejeitaram qualquer negociação com uma espécie de “paraministro”.

“O senhor primeiro-ministro é aconselhado por quem acha que pode fazer esse trabalho, é livre de o escolher. O Bloco de Esquerda, naturalmente, negoceia com membros do Governo, como fez até agora e como mandam, aliás, as regras da boa transparência da nossa democracia”, afirmou a coordenadora bloquista, Catarina Martins, salientando que “a figura de paraministro não pode existir”.

Já o CDS-PP informou que conta discutir o plano de recuperação económica do país com “Costa e Siza”, numa referência ao primeiro-ministro e ao ministro da Economia, “e não com Costa e Silva”.

“Para discutir o plano de recuperação económica do país, o CDS conta reunir-se com Costa e Siza, e não com Costa e Silva. O primeiro-ministro pode escolher com quem é que os seus ministros se aconselham, mas em matéria de governação do país o CDS deve falar com o Governo e não com quem o Governo fala”, referiu no sábado o partido, em comunicado.

No mesmo sentido, no dia seguinte, o PAN manifestou-se indisponível para debater o plano de recuperação da economia com António Costa e Silva, que descreve como “um homem do petronegócio” e que “inviabiliza” o cumprimento do programa de Governo sobre alterações climáticas.

Em comunicado, o deputado e porta-voz do partido Pessoas-Animais-Natureza, André Silva, manifesta “absoluto espanto” por ter sabido através da comunicação social que “o Governo colocaria o plano de recuperação económica e social do país nas mãos de António Costa e Silva, um homem do petronegócio”.

Para o PAN, o gestor da empresa petrolífera Partex “tem uma já conhecida visão económica para o país assente na destruição de ecossistemas e de património natural, no desrespeito da vontade das populações e no desprezo pelos efeitos das alterações climáticas”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

    • Qualquer bom economista tem sempre presente no seu espírito este tipo de problemas. António Costa e Silva pode ter precisado de apenas doiis dias para formular ideias que podiam já estar no seu espírito há meses ou até anos.

  1. Se já fala em “mais estado” já está devidamente doutrinado, provavelmente também demorou apenas 2 dias para se tornar num socialista convicto, afinal é um homem de negócios arguto que percebe que o dinheiro virá por aí aos trambolhões. Pro Bono my ass…

  2. Este tipo de intervencionismo deve acontecer também na TAP, sugere Costa e Silva. O objetivo é impedir que “empresas rentáveis se afundem e entrem em estado de coma”…….desde quanto é a TAP rentável??? hahahah estamos todos lixado, este vem com a cartilha estudada. e nao se percebe como com 70 gajos no maior governo de sempre, precisam de um PRIVADO para fazer o plano…70 incompetentes portanto.

  3. Ou é um grande visionário e delinea um estratégia rápida e segundo diz de borla (a CM de Gaia pagou 40.000 euros por um parecer ao marido da ministra de justiça), para 10 anos, pelo menos é algum que projeta o país a 10 anos ou o “cérebros ” do governo já estão quentes de mais e já ão conseguem pensar. Já me está a cheirar a esturro!!! Os eleitos para gerir o país devem faze-lo em prol do povo e não em prol dos amigos. A isso chamasse corrupção.

  4. Estou incrédula como escolheram este homem. É o mesmo que colocar uma raposa no galinheiro! É um perigo e vai manipular os recursos públicos em torno dos seus interesses privados. Escandaloso.

  5. ““Esta crise mostrou que o papel do Estado tem de ser revalorizado. O Estado é o último protetor de todo o tipo de ameaças”. Este tipo de intervencionismo deve acontecer também na TAP, sugere Costa e Silva. O objetivo é impedir que “empresas rentáveis se afundem e entrem em estado de coma”.”

    depois de ler este parágrafo, ficou muito claro o pq de ter sido tão rápido a delinear o tal plano.

    parece ser o mesmo de sempre, as pseudo-empresas cá do burgo vivem à custa do Estado, ou seja, de todos nós.
    quer tenham lucros, quer os seus “gestores” as destruam como na Banca, estão sempre de uma maneira ou de outra dependentes de como dizia o outro xuxa, quem não chora não mama!

    agora para além de irmos pagar a incompetência e falcatrua privada tb vamos pagar a aldrabice e falcatrua chamada covid-19(84) e claro está patrocinada em toda a linha pela cambada da AR, PR, os presstitutes dos MSM, já para não falar da fantoche da DGS.

    recomenda-se que procurem pelo que se passa na Dinamarca e na Alemnha onde têm sido trazidos a público documentos oficiais que demonstram o circo que a “pandemia” é.

  6. Mais Estado do que aquele que existe? Que vai ser alimentado à custa dos impostos e das pensões dos reformados?
    É criminoso hipotecar gerações futuras por preconceitos ideológicos embora me faça rir esta “estatização” quando estamos em 2020, ou seja 103 depois da Revolução de Outubro.

RESPONDER

Bilardo foi "distraído" para não saber da morte de Maradona

Carlos Bilardo continua sem saber que Diego Maradona morreu. Família tenta proteger saúde do antigo selecionador argentino. Diego Armando Maradona morreu em novembro e Carlos Bilardo continua sem saber desse falecimento. A família tenta proteger a …

Processo de envelhecimento é imparável, revela estudo

Um novo estudo, que envolveu cientistas de 14 países, confirmou que provavelmente não podemos diminuir a velocidade com que envelhecemos, devido a restrições biológicas. A pesquisa, publicada na quarta-feira na Nature Comunications, inclui especialistas da Universidade …

Inglaterra 0-0 Escócia | Nulo total no dérbi britânico

A Inglaterra empatou hoje 0-0 com a Escócia, em jogo da segunda jornada do Grupo D do Euro 2020 de futebol, e desperdiçou a oportunidade de garantir já um lugar nos oitavos de final do …

Infeção pelo coronavírus pode não garantir proteção prolongada, revela estudo

Um novo estudo britânico sugere que uma infeção pelo SARS-CoV-2 não garante que o hospedeiro desenvolva uma resposta imunitária prolongada contra o vírus, sendo a imunidade "altamente variável de pessoa para pessoa". Segundo a pesquisa do …

Ex-ministro da Bolívia planeou um segundo golpe usando mercenários dos EUA

O vazamento de gravações telefónicas e e-mails revelam que um ex-ministro da Defesa boliviano estava a preparar-se para usar tropas estrangeiras para impedir que o partido de esquerda MAS regressasse ao poder. Os documentos e registos …

Espécie rara de orquídea encontrada em telhado de banco de investimentos em Londres

Uma espécie rara de orquídea, que se acredita estar extinta no Reino Unido, foi descoberta no jardim do telhado de um banco de investimentos em Londres. Segundo o The Guardian, a Serapias parviflora, uma espécie rara …

Pintura de David Bowie comprada por três euros vai agora ser leiloada por milhares

A pintura do ícone do rock, David Bowie, deverá ser vendida por milhares de dólares num leilão de arte online. O retrato, intitulado "DHead XLVI", faz parte de um conjunto de aproximadamente 47 obras que David …

Vila Nova de Milfontes vai ter praia para cães

A praia pet friendly, que fica próxima de Furnas-Rio, vai funcionar já esta época balnear de forma experimental. Uma praia concessionada que também admite cães vai funcionar, nesta época balnear, de forma experimental, em Vila Nova …

Podia ser um quadro de Dalí, mas é só o degelo glacial na Islândia

Na Islândia, o degelo glacial criou uma paisagem deslumbrante que o fotógrafo espanhol Manuel Ismael Gómez de Almería não deixou passar em branco. Faz lembrar a arte surrealista de Salvador Dalí, mas é uma versão ampliada …

Digby, o cão dos bombeiros, ajudou a salvar uma mulher do suicídio

O cão Digby desempenhou um importante papel ao salvar uma mulher que estava a ponderar pôr fim à sua própria vida no Reino Unido. Digby é um cão terapeuta que ajuda as pessoas a lidar com …