Costa rejeita Governo de “Bloco Central” (quer com Rio, quer com Santana)

partidosocialista / Flickr

O primeiro-ministro, António Costa

O primeiro-ministro voltou a falar de estabelecer “um acordo político alargado” com o PSD, mas afastou a ideia de o PS poder firmar com os sociais-democratas um “Bloco Central”, seja com Rio, seja com Santana Lopes na liderança.

António Costa comentou as candidaturas de Rui Rio e de Pedro Santana Lopes à presidência do PSD, após ter estado presente na sessão de lançamento do Roteiro para a Neutralidade Carbónica 2050, na Culturgest, em Lisboa.

“Desejo a ambos os candidatos os maiores sucessos nesta disputa que vão travar entre si. Não há nenhuma democracia sem oposições fortes“, apontou o primeiro-ministro.

“Quer o dr. Rui Rio, quer o dr. Pedro Santana Lopes são duas pessoas que conheço bastante bem e com quem tive a oportunidade de trabalhar no passado, um liderando a oposição na Câmara de Lisboa e outro como presidente da Câmara do Porto”, indicou ainda.

Frisando que tem “muita experiência de trabalho com os dois”, o governante acrescentou que está certo de que, “com qualquer nova liderança do PSD”, será possível estabelecer “um acordo político alargado na Assembleia da República”, nomeadamente em termos de “investimentos em infraestruturas” e “de estratégias que transcendem o horizonte das legislaturas, como o Portugal 2020”.

Todavia, António Costa tratou de afastar qualquer cenário de coligação de Governo de “Bloco Central”, entre PS e PSD, vincando que não é defensor dessa ideia, porque entende que o país precisa de escolhas e alternativas.

“Há matéria relativamente às quais é sempre possível chegar a consensos, porque são consensos estruturantes da sociedade portuguesa. Mas isso nada tem a ver com soluções governativas. Os portugueses devem ter diferentes possibilidades de escolha”, sustentou.

O primeiro-ministro apontou depois para as consequências políticas nefastas que se verificaram nos países em que houve grandes coligações de Governo, ou soluções tipo bloco central, casos da Áustria, Alemanha ou Holanda.

“O resultado foi sempre o enfraquecimento dos espaços das forças governativas e a emergência de focos de radicalização. Prefiro que os portugueses tenham sempre escolhas claras em relação aos diferentes caminhos alternativos”, insistiu.

Neste ponto, o primeiro-ministro aproveitou para defender a actual solução política de executivo em Portugal, com um Governo minoritário socialista apoiado por Bloco de Esquerda, PCP e PEV no Parlamento. “Uma solução política original, rompendo velhos tabus de ausência de diálogo”, referiu Costa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …

Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0. Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada …

Mazda entra na corrida e prepara lançamento do seu primeiro carro elétrico

A Mazda garantiu o lançamento do seu primeiro carro elétrico já no próximo ano. O veículo será apresentado no Salão Automóvel de Tóquio. A corrida dos veículos elétricos acelera a todo o vapor e a Mazda …

Descobertas evidências de um reino bíblico em pleno deserto israelita

A bíblia faz referência a um reino de Edom, do século X antes de Cristo. Novas evidências sugerem que este reino poderá ter estado assente no deserto de Arava, no Israel. A análise de arqueólogos a …

PSD vence regionais na Madeira mas perde maioria absoluta

O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais na Madeira, com 37% a 41% dos votos, o que lhe retira a maioria absoluta no parlamento, segundo a projeção da RTP/Católica. O Partido Social Democrata venceu as …

No Afeganistão, há mulheres a arriscar a vida por um golo

As jogadores da seleção de futebol feminino do Afeganistão não treinam no seu país por razões de segurança. Muitas sofreram abusos sexuais e correm risco de vida para poderem jogar futebol. Pelo menos alguma vez na …

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …

Jovens do mundo inteiro ocupam a ONU em inédita Cimeira do Clima

Mais de 500 jovens, representantes de mais de 140 países, ocuparam este sábado o espaço habitualmente destinado aos diplomatas da ONU. A United Nations Youth Climate Summit, primeira cimeira da juventude sobre o clima, em Nova …