Costa diz que reforma das Forças Armadas “tem simplesmente de ser implementada”

jfcbrunssum / Flickr

Militar português em treino com espingarda lança-granadas em Tancos

O primeiro-ministro, António Costa, apontou hoje que, ultrapassada a fase de debate, a reforma da estrutura superior das Forças Armadas “tem simplesmente de ser implementada”, enaltecendo ainda o trabalho dos militares no combate à covid-19.

“Ultrapassada uma fase de debate e de elaboração conceptual, a reforma agora aprovada tem simplesmente de ser implementada com a energia, a determinação e a flexibilidade que são a imagem de marca das forças armadas portuguesas”, declarou Costa, que presidiu à cerimónia do 47º aniversário da criação do Estado-Maior-General das Forças Armadas, no Instituto Universitário Militar, em Lisboa.

O primeiro-ministro referiu que “a importante reforma legislativa, aprovada neste verão por uma ampla maioria parlamentar, consagra o imperativo de reforçar as estruturas de comando conjunto das Forças Armadas e a sua capacidade de resposta operacional”, numa referência às recentes alterações às leis da Defesa Nacional e da Orgânica de Bases da Organização das Forças Armadas (FA) que concentram, no essencial, mais poder no Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas e geraram alguma polémica.



Na opinião do chefe de Governo, esta reforma constituiu um aperfeiçoamento da legislação de 2014 e 2009 e tem como antecedente ainda mais antigo a Lei de Defesa Nacional e das Forças Armadas de 1982 – aprovada quando Francisco Pinto Balsemão era primeiro-ministro e fundadora da “relação que tem de existir num Estado moderno entre as forças armadas e o poder político democraticamente eleito”, referiu.

“Embora prevista no programa do Governo desde 2019, a oportunidade desta reforma seria posta em evidência, se isso ainda fosse preciso, no quadro do que tem sido o combate à pandemia da covid-19”, considerou.

Neste âmbito, António Costa defendeu que as Forças Armadas portuguesas honraram “o que já era um registo histórico absolutamente notável de empenhamento no apoio às populações”.

“Sendo porventura cedo para fazer o balanço definitivo de uma pandemia que, não obstante estar controlada, vai continuar a exigir a vigilância atenta das populações, das autoridades de saúde e dos governos à escala planetária, não podia deixar de aproveitar a ocasião do dia do EMGFA para enaltecer o trabalho excecional das forças armadas na resposta a este desafio”, apontou.

Esse papel, continuou, foi mais visível no apoio ao planeamento e coordenação do processo de vacinação, mas não menos importante em todas as tarefas que foram solicitadas aos militares portugueses, que “calou fundo no coração dos portugueses”.

LUSA //

PARTILHAR

RESPONDER

Pandemia com tendência decrescente nos serviços de saúde e na mortalidade

Portugal regista uma situação pandémica de “intensidade moderada”, mas com uma tendência decrescente da pressão sobre os serviços de saúde e na mortalidade associada à covid-19, refere o relatório das “linhas vermelhas” hoje divulgado. Segundo a …

Vacinas da gripe vão ser dadas nos centros de vacinação covid-19

Os centros de vacinação usados para administrar as vacinas contra a covid-19 vão também passar a ser usados para vacinar contra a gripe. Numa nota enviada às redações, a task force anunciou que os centros de …

Irmã de Kim Jong-un diz que acabar com a Guerra da Coreia é uma "ideia admirável"

Esta sexta-feira, Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un, disse que o país está disposto a retomar as conversações com a Coreia do Sul se o vizinho não provocar o Norte com políticas hostis. Ri …

"Que se lixe o Congresso", diz líder do CDS

O líder centrista Francisco Rodrigues dos Santos disse não estar "minimamente preocupado" nem "concentrado em táticas para congressos internos". O presidente do CDS disse esta sexta-feira que não está “minimamente preocupado” com a próxima reunião magna …

Detidos CEO e chairman do grupo HNA, antigo acionista da TAP

Chen Feng e Tan Xiangdon, o chairmain e o CEO do grupo HNA, que já deteve uma participação na TAP, foram detidos esta sexta-feira.  O chairmain e o CEO do grupo HNA terão sido detidos na …

OMS inclui mais dois medicamentos nas recomendações para tratamento

A Organização Mundial de Saúde (OMS) acrescentou na quinta-feira dois medicamentos à lista de fármacos admitidos para tratamento da covid-19 e pediu à farmacêutica que os produz para baixar os preços e levantar as patentes. O …

Puigdemont em liberdade, mas com proibição de sair da Sardenha

O Tribunal de Recurso de Sassari decidiu, esta sexta-feira, deixar em liberdade o ex-presidente catalão Carles Puigdemont. Enquanto decorrer o processo judicial, não pode sair da ilha italiana. Carles Puigdemont saiu em liberdade esta sexta-feira, depois …

Centenas de pessoas protestam em Barcelona contra a prisão de Puigdemont em Itália

Centenas de pessoas reuniram-se próximo do consulado italiano em Barcelona em protesto contra a prisão de Carles Puigdemont. Centenas de pessoas reuniram-se esta sexta-feira próximo do consulado italiano em Barcelona, guardado por um forte dispositivo da …

Portugal com mais 9 mortes e 757 casos de covid-19

Portugal registou 757 novos casos e nove mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal registou, nas últimas …

EUA comprometem-se a tomar medidas concretas para resolver diferenças com França

Os Estados Unidos continuam a tentar resolver as diferenças com a França na sequência da crise dos submarinos, com o secretário de Estado a admitir que Washington terá de tomar medidas concretas para reconquistar a …