Costa é “oportunista”, “mestre da propaganda” e “mestre da dramatização”

Estela Silva / Lusa

O líder do PSD acusou o primeiro-ministro de ter um discurso “oportunista” ao pôr “defeitos” no BE e no PCP para tentar conquistar o eleitorado ao centro.

No encerramento da Universidade de Verão do PSD, em Castelo de Vide, Rui Rio defendeu ainda um “compromisso alargado” na Assembleia da República para uma reforma da Segurança Social.

Depois de detalhar propostas nas áreas do sistema político, do ambiente, da segurança social e da economia, Rui Rio lembrou que o PS passou uma legislatura “de braço dado com o BE e PCP e que o primeiro-ministro disse que essa coligação parlamentar “funcionou” e que era repetível.

“Vem o calor do Verão, aproxima-se o dia 6 de outubro, e o BE é só defeitos, o PCP tem algumas virtudes mas também já vai tendo alguns defeitos. E o discurso começa a ser contra a esquerda, procurando algumas simpatias ao centro que obviamente estão contra ele porque durante quatro anos se encostou à extrema-esquerda. Isto é um discurso oportunista, no sentido de tentar limpar o que fez”, apontou. António Costa vai “esquecer” esse discurso a 7 de outubro.

A acusação de falta de seriedade política por parte dos socialistas também já tinha estado implícita na referência que Rui Rio fez à Segurança Social. O líder social-democrata lembrou que o Governo – e até o primeiro-ministro – asseguram que não há qualquer problema no sistema. “Temos obrigação para um compromisso alargado da AR que garanta a todos o pagamento da reforma”, desafiou, contrariando os socialistas: “Há um problema na Segurança Social [que] poderá ser comigo reduzido”.

Sobre a reforma do sistema político já apresentada, Rui Rio reiterou a proposta de limitar o número de mandato dos deputados, mas desta vez assumiu que concordava com o máximo de três mandatos sugerido momentos antes pela líder da JSD, Margarida Balseiro Lopes. No entanto, o líder social-democrata não quer avançar com uma proposta fechada, prefere que “as pessoas falem” sobre o assunto.

Rio ironizou com as perspetivas económicas apresentadas pelos socialistas e detalhou a proposta do PSD para incentivar a economia – possível graças à margem orçamental de 15 milhões de euros – e que seria distribuída em 24% para a redução de impostos, 23% para aumento do investimento público, 45% para sustentar a despesa corrente, 7%, para eliminar o défice e permitir o superavit.

Neste campo o líder do PSD reconhece que António Costa teve “sorte” com a política monetária do Banco Central Europeu. Mas voltou a acusar o Governo de ser “mestre na dramatização” na greve dos motoristas e na crise dos professores, que “condicionou o voto a 26 de maio”.

“O governo é acima de tudo mestre na propaganda, governa para a sua própria imagem, para o presente, não governa para o futuro e por isso não traz esperança”, disse Rui Rio, deixando claro que se quisesse muito também ele talvez conseguisse ser mestre da propaganda, mas não se “preocupa” com isso.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Há duas conclusões !!!… Se o Costa é um “Grande Mestre em tudo”, quer dizer que o Sr. Rio, ou é um grande “Mestre em nada” ou o PSD perdeu a “maestria infusa da aldrabice” que P.P Coelho tinha. Bem….Como se diz ; “Bom vento e até a próxima” !

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …