Costa mantém “objetivo de fundo” de aumento médio dos salários

Rodrigo Antunes / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O primeiro-ministro afirmou esta quarta-feira que a crise provocada pela covid-19 forçou o Governo a alterar as prioridades na concertação social, mas frisou que mantém “o objetivo de fundo” de proceder a um aumento médio dos salários.

Esta posição foi assumida por António Costa em conferência de imprensa, em São Bento, depois de ter recebido o líder da Confederação Europeia dos Sindicatos, o italiano Luca Visentini, que se encontrava acompanhado pelo-os secretários-gerais da CGTP, Isabel Camarinha, e da UGT, Carlos Silva.

Interrogado sobre se o Governo vai aceitar rever a legislação laboral para aumentar as indemnizações por despedimento, voltando aos valores anteriores a 2012, e travar a caducidade das convenções coletivas, o primeiro-ministro referiu que, em sede de concertação social, estão uma série de iniciativas que o seu executivo apresentou sobre o futuro das relações de trabalho.

“São Iniciativas, em especial, para regular de forma urgente matérias que ficaram mais evidentes nesta crise: O teletrabalho e novas formas de trabalho em plataformas em que se regista uma desproteção particularmente elevada”, começou por apontar.

António Costa disse depois que, embora estas seja prioridades imediatas, “isso não quer dizer que existam outras matérias que possam e devam ser mantidas na agenda”.

No início da presente legislatura, “o Governo tinha colocado na agenda dois grandes temas: A conciliação da vida familiar e profissional; e o aumento geral dos salários, tendo em vista reforçar a convergência social”. “É evidente que esta crise perturbou os trabalhos da concertação social, colocou outras prioridades em cima da mesa, mas convém não esquecer quais são os objetivos de fundo”, afirmou o primeiro-ministro.

Por essa razão, de acordo com António Costa, o Governo também “não alterou a sua meta para o salário mínimo nacional – e já dissemos que, no próximo ano, mesmo com a crise que estamos a viver, continuará a haver um aumento do salário mínimo nacional”.

“Será porventura um aumento não no mesmo ritmo que tivemos neste ano – obviamente as condições económicas são diferentes -, seguramente não para os níveis que as centrais sindicais têm reivindicado, mas também não sem aumento nenhum, como têm defendido as entidades patronais. Subirá num ritmo que nos pareça equilibrado, tendo em conta as condições económicas do país, das empresas e a necessidade de se aumentarem os rendimentos gerais das famílias portuguesas”, acrescentou.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Após 12 anos de Netanyahu no poder, Israel tem um novo primeiro-ministro

O Parlamento de Israel aprovou, este domingo, o Governo de coligação do novo primeiro-ministro Naftali Bennett, que sucede a Benjamin Netanyahu, que esteve no poder cerca de 12 anos. Dos 119 deputados presentes, de um Parlamento …

Áustria 3-1 Macedónia do Norte | Banco austríaco vale triunfo inédito

A Áustria estreou-se, este domingo, com um triunfo sobre a Macedónia do Norte, por 3-1, no Euro2020, no primeiro jogo do Grupo C da competição, disputado em Bucareste. Stefan Lainer (18 minutos), Michael Gregoritsch (78) e …

Facebook restringe conta de André Ventura

A rede social decidiu restringir, durante 24 horas, a conta do presidente e deputado único do Chega, após terem sido denunciadas duas publicações. De acordo com o Correio da Manhã, denúncias em duas publicações feitas por …

Com parecer desfavorável, arraial da IL juntou centenas (e fez mira a adversários)

A Iniciativa Liberal organizou, este sábado, apesar do parecer desfavorável das autoridades de saúde, um arraial comício, onde se juntaram centenas de pessoas, para dar "esperança" a Lisboa e mostrar que "não há impossíveis". No seu …

Marcelo reafirma: "Comigo não vai haver volta atrás" no desconfinamento

O Presidente da República declarou, este domingo, que, no que depender de si, não haverá "volta atrás" no desconfinamento, e deu a Feira da Agricultura de Santarém como exemplo do “virar de página”. "Já não voltamos …

Líderes do G7 prometem milhões de vacinas, mas evitam apoio claro a suspensão de patentes

Os líderes do G7 prometeram entregar milhões de doses adicionais de vacinas contra a covid-19 ao longo do próximo ano, mas evitaram apoiar claramente a suspensão de patentes, de acordo com o comunicado final. "Os compromissos …

Bolsonaro multado por não usar máscara em desfile de motociclistas

O Presidente brasileiro foi multado, este domingo, em 552 reais (cerca de 89 euros) por estar sem máscara quando participava num desfile de motociclistas no estado de São Paulo. Milhares de motociclistas participaram no desfile "Acelere …

Inglaterra 1-0 Croácia | Três leões matam borrego à décima tentativa

A Inglaterra estreou-se este domingo com uma vitória no grupo D do Euro2020 de futebol, ao bater a Croácia por 1-0, em jogo disputado no estádio Wembley, em Londres. Um golo de Raheem Sterling, aos 57 …

Bloco ataca ministro do Ambiente, que acusa Catarina Martins de fazer declarações "infames e infundadas"

O Bloco de Esquerda anunciou, este domingo, que vai pedir a apreciação parlamentar do decreto que regula a lei das minas e acusou o ministro do Ambiente de ser "mais rápido a defender negócios" do …

Antes de se lesionar, Vertonghen foi ignorado

Defesa do Benfica não cumpriu os 90 minutos da estreia vitoriosa da Bélgica no Europeu 2020. E também ficou esquecido pela realização televisiva. A Bélgica começou muito bem o Europeu 2020, confirmando no campo o que …