Costa admite estado de emergência até ao fim da pandemia (e já deixa avisos para o Natal)

Rodrigo Antunes / Lusa

Numa entrevista concedida à Antena 1 esta manhã, António Costa revelou que o estado de emergência pode prolongar-se até ao fim da pandemia e já deixou alguns avisos em relação ao Natal. O primeiro-ministro garantiu que a confiança que tem na ministra da Saúde saiu “reforçada” com a pandemia.

Depois de ontem ter sido anunciado o estado de emergência, que terá inicio no dia 9 e com término no dia 23, António Costa faz os portugueses respirar de alívio pois garante que “o fundamental deste estado de emergência não vai introduzir grandes alterações”, adiantando que, “no limite”, o estado de exceção pode durar “até ao fim da pandemia”.

A confirmar-se, o cenário não significa medidas permanentes, apenas “cobertura jurídica” para implementá-las.

Os secretários de Estado que fazem a coordenação regional vão reunir com os autarcas dos 121 concelhos onde entrou em vigor um confinamento parcial, para avaliar como aplicar o estado de exceção. Não detalhando se vai ser implementado o recolher obrigatório, Costa não negou que este esteja em cima da mesa.

Questionado sobre o Natal, o primeiro-ministro não responde sobre como funcionará, mas voltou a dizer que as famílias grandes têm de se reorganizar. Realça que no seu caso particular já organizou o Natal com família dividida: “não conseguimos estar todos na mesma casa, por isso vamos dividir-nos”.

Ainda assim, o governante mostra-se confiante e garante que o Governo fará “tudo o que é necessário para controlar a pandemia, mas nada mais do que o necessário”, salientando a necessidade de criar agora condições para controlar a pandemia, de forma a que, no Natal, possa haver segurança. “O nosso Natal depende muito do que façamos hoje”, recordou.

Relativamente à logística do SNS, Costa nega que este esteja apenas “concentrado nos doentes covid”, argumentando que “os hospitais existem para tratar os doentes, seja qual for a patologia” e que “tratar a covid não é deixar de tratar outros doentes mas dar-lhes prioridade”.

Sobre os contratos do Estado com hospitais privados, assegurou que estes têm sido feitos. “Da parte do Estado, não há qualquer objeção a fazer essa contratualização, nunca houve uma questão de dinheiro aqui, já que o SNS tinha tido o maio reforço orçamental há um ano”, disse.

Em relação à “enorme pressão” à qual o sistema de saúde está exposto, António Costa diz que este está preparado, mas não se “se tivermos 10 milhões de infetados”.

Em plena pandemia, o que saiu “reforçada” foi a confiança em Marta Temido. Costa lembra que “nenhum ministro da Saúde foi submetido a uma prova tão grande”.

Depois de ser questionado sobre se Portugal se atrasou na resposta à segunda vaga da pandemia e se há responsabilidade política, o governante disse que “toda a Europa” se atrasou, já que esta segunda onda de casos chegou mais cedo do que o previsto.

  ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Sr. Costa tem que ver ao mencionar o que está a fazer com a sua família no Natal é errado. Se no primeiro dia que se encontra com uma sua família um de vocês tiver infectado vai transmitir o vírus, no dia seguinte a juntar se com outra família vai infectar essa também. Tem que pensar bem quando diz as coisas pois estão milhões de pessoas em Portugal a depender dos seus conselhos. Obrigado

    • Felizmente os contágios não são tão rápidos como argumenta, existe um intervalo que se chama incubação, só depois desse período de replicação e multiplicação do vírus é que essa pessoa se torna potencialmente contagiosa. Sem duvida que ouvir façam o que bem vos apetece seria mais agradável de ouvir, mas não me parece que seria sensato por pior que seja um politico.

  2. Ninguém sabe assertivamente o que fazer…e assim vamos vivendo os nossos dias segundo a vontade de pequenos ditadores (salvadores do mundo e da sua Freguesia)

  3. Um autêntico ignorante em Pandemias ( e em governação … ) aproveita a ocasião para demonstrar os seus dotes autoritários e ditatoriais.
    Ele simplesmente não sabe se as medidas que agora vai tomar surtirão efeito.
    Será que tudo o que fez até agora desde Fevereiro, serviu para evitar termos hoje mais de 5.500 infectados num dia, e um total de 2792 mortos ?!

RESPONDER

Governo: voto contra do Bloco é "definitivo". Marcelo diz que chumbo provoca dissolução

O Governo afirmou este domingo que entendeu o anúncio de voto contra por parte do BE como “uma posição definitiva”, remetendo eventuais novas negociações com este partido para a fase da especialidade do Orçamento do …

Soldados do exército chinês alinhados.

Chinesas querem "empregos de homem" — mas o sistema educacional corta-lhes as asas

Várias escolas, academia e universidades chinesas impõe cotas que limitam o acesso de estudantes do sexo feminino. Mulheres têm de tirar notas mais altas do que os homens para entrar. Um pouco por todo o mundo …

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …

"Deixa os homens cantar". Ex-paraquedistas vaiam e pedem demissão do ministro da Defesa

Centenas de ex-paraquedistas vaiaram e pediram hoje a demissão do ministro da Defesa e do Chefe do Estado Maior do Exército durante a cerimónia militar nas comemorações do Dia do Exército, em Aveiro. A iniciativa, que …