Costa foi “desautorizado” por César (e a culpa é do seu “feitio especial”)

António Cotrim / Lusa

Luis Marques Mendes

O braço-de-ferro entre António Costa e Carlos César, na questão do IVA das touradas, “é mais sério do que se pensa”. É Marques Mendes quem o diz, notando que tudo se deveu ao “feitio especial” do primeiro-ministro.

“Não conheço um caso de um líder parlamentar que desafia o líder do partido, ainda por cima primeiro-ministro”, salientou Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário na SIC, referindo-se à polémica no seio do PS, relativamente ao IVA das touradas.

“Isto só é possível porque Carlos César tem um enorme peso político” e “só uma pessoa com grande peso político obriga Costa a recuar”, atestou o comentador.

A bancada parlamentar do PS, com o líder Carlos César como primeiro signatário, avançou com uma proposta para a redução do IVA nos espectáculos de tauromaquia para os 6%, contrariando, assim, a posição do Governo que pretende manter o imposto nos 13%.

O caso dividiu o PS e provocou mal-estar entre Costa e César, mas Marques Mendes está certo de que as divergências entre os dois homens fortes do partido vêm de trás. Isto porque o primeiro-ministro tem um “feitio especial”, pois “gosta de mandar, decidir, e por vezes não dar cavaco a ninguém“, referiu o comentador.

O ex-líder do PSD criticou ainda a “arrogância moral e cultural da ministra da cultura” por ter dito que o Governo não baixaria o IVA das touradas por estar em causa uma “questão de civilização”. Esta posição criou um clima de tensão no PS.

Depois de o primeiro-ministro se ter manifestado pessoalmente contra as touradas, numa resposta a Manuel Alegre, “Carlos César quis desafiar António Costa”, assumindo “uma divergência deliberadamente”, atirou ainda Marques Mendes na SIC. E assim, o primeiro-ministro acabou por ser “desautorizado”, concluiu.

César veio esclarecer Costa, que tinha lembrado a disciplina de voto nas questões orçamentais, que quem manda nos deputados é o líder da bancada parlamentar, referindo que vão ter liberdade de voto. E Costa acabou a congratular-se com essa posição, o que leva Marques Mendes a falar de um recuo do primeiro-ministro.

Para o comentador, também é evidente “o caso é mais sério do que se pensa“, criticando a comunicação social por ser “complacente quando as divergências são dentro do PS”.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Do meu ponto de vista o título é uma parvoíce, que as aspas tentam minimizar.
    Por outro lado, se um grupo parlamentar se limita a acatar as “ordens” do governo em exercício (como seria o caso), parece que não devia ter lugar no parlamento (bastaria atribuir ao governo essa % de votos). Sempre haveria mais algum dinheiro para repartir pelos necessitados.

  2. Claro está que as “touradas” e o “sacrifício” de um pobre animal está no topo das prioridades de um País. No lugar de reduzirem o IVA da electricidade reduzem o IVA das touradas! Isto é uma bela fantochada é o que é.

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …